Publicidade Topo

notícias

Prefeitura de Irati deve firmar parceria com Centro Universitário para início das atividades do Castramóvel

Segundo o secretário de Bem-Estar Animal, Wagner Beida, contrato deve ser assinado ainda nesta semana e será enviado juntamente com o projeto do Castramóvel para avaliação do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV)/Paulo Henrique Sava, com reportagem de Jussara Harmuch
Secretaria de Bem-Estar Animal está fazendo uma parceria com o Centro Universitário Campo Real para o funcionamento do Castramóvel em Irati. Foto: Divulgação

 A Secretaria de Bem-Estar Animal está fazendo uma parceria com o Centro Universitário Campo Real para o início da utilização do Castramóvel, adquirido pela Prefeitura de Irati em 2019 a um custo de pouco mais de R$ 103 mil, com recursos oriundos do Governo Federal. Atualmente, o veículo está no almoxarifado da Prefeitura. Segundo o secretário da pasta, Wagner Beida, o contrato com a instituição deve ser assinado ainda nesta semana. Depois, o documento será enviado junto com o projeto do Castramóvel para avaliação do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV).

“O CRMV faz avaliação apenas uma vez por mês, para aprovação do projeto. Quero ver se eu mando ainda nesta semana, e com eles (CRMV) aprovando, já vai começar o Castramóvel aqui de Irati mesmo. Faremos uma média de 50 castrações por mês”, pontuou.

Outro programa de castração vem sendo realizado desde 2019 pelo município e castrou até agora 480 animais em diversos bairros de Irati.  

Prefeito Jorge Derbli (PSDB), ao lado do Castramóvel, que está no almoxarifado da Prefeitura. Foto: Divulgação

CastraPet Paraná - Em entrevista à Najuá, a secretária de Ecologia e Meio Ambiente, Magda Adriana Lozinski, falou sobre o programa CastraPet Paraná, realizado pelo Governo do Estado, que também será implantado em Irati. “Pelo Paraná, estamos com o programa CastraPet Paraná, para o qual dependemos de todas as datas e condicionantes do estado. Então, trabalhamos de acordo com o direcionamento do governo”, frisou.

O governo do Estado ainda não divulgou as datas para o início dos trabalhos do programa CastraPet Paraná. Somente em Irati, deverão ser feitas cerca de 217 castrações por mês.
 


Serviços veterinários de emergência - Também está em andamento uma licitação para prestação de serviços veterinários de emergência, como em casos de atropelamentos e animais debilitados que necessitem de atendimento rápido e pertençam a famílias carentes.

“Vários serviços entrarão nesta licitação. Foi feito um credenciamento entre as clínicas, e quase todas de Irati vão atender. Dividiremos os serviços para que o dinheiro fique aqui em Irati e para favorecermos todas as clínicas. Esta licitação já está em andamento, até a semana que vem entra em edital e depois disso, em 15 dias começamos a fazer os serviços”, finalizou.

Para que a família possa se cadastrar no projeto de prestação de serviços veterinários de emergência, ela deve estar inscrita no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal. A renda familiar não pode ultrapassar 2 salários mínimos (R$ 2.424,00). “Temos que beneficiar as pessoas que não têm condições. Em casos particulares, que a pessoa esteja com um cachorro doente e que precise de uma consulta, vamos oferecer estes serviços, que serão divididos entre as clínicas e entrarão nesta licitação”, finalizou.