Publicidade Topo

notícias

Nova escola da Vila Nova é inaugurada

Escola Municipal Antonina Fillus Panka foi inaugurada na tarde desta quinta-feira, 28, e conta com instalações mais amplas para abrigar mais de 140 alunos em 7 turmas/Paulo Henrique Sava
Nova escola Antonina Fillus Panka, na Vila Nova, foi inaugurada na última quinta-feira, 28. Foto: Paulo Henrique Sava

Depois de muito tempo, a Escola Municipal Antonina Fillus Panka ganhou um novo espaço, inaugurado na tarde desta quinta-feira, 28, no alto da Vila Nova, em Irati. A inauguração integrou a programação dos 115 anos de Irati.

No total, a obra teve um custo de mais de R$ 1 milhão, com recursos destinados pelo Governo Federal. O local conta com 3 blocos, sendo um administrativo, que abrigará a secretaria, a sala dos professores e a sala da direção e coordenação, outro com seis salas de aula e uma biblioteca e um terceiro para a cozinha, o refeitório e a área de serviços. No prédio atual, a escola atende 140 alunos em 7 turmas, e conta com 15 colaboradores.

Em entrevista à Najuá, a diretora, Silvana Terezinha Rzepka, que está à frente da escola há 14 anos, falou sobre a importância desta conquista. “É uma conquista até difícil de expressar, mas é uma alegria e um ganho muito grande para o nosso bairro. Esperamos logo mudar para este espaço novo, onde já conseguimos a quadra também, e tudo vai ficar muito melhor porque o espaço é maior, e estamos muito felizes com isso”, frisou.

Nova quadra - O local contará também com uma quadra de esportes, cuja ordem de serviço foi assinada pelo prefeito Jorge Derbli (PSDB) na semana passada. O presidente da Câmara, Hélio de Mello (PV), sugeriu que a quadra leve o nome do ex-aluno Caio Rodrigo dos Santos, que morreu atropelado por um caminhão em 2017, quando tinha 13 anos, no centro de Irati. Esta, segundo Hélio, seria uma forma de homenagem ao garoto, que representou a escola como vereador mirim.

O custo da quadra será de R$ 224.448,05, com recursos oriundos do Governo Federal. Silvana falou sobre mais esta conquista para a escola. “A licitação já havia sido feita, já estava tudo certo, e agora, na última semana, a empresa já recebeu a ordem de serviço para começar a quadra. Na hora, a responsável me falou que iria repassar para seu pessoal fazer, e logo teremos a quadra. É mais um ganho para o nosso bairro”, comentou.

Mudança - Mesmo com a inauguração do novo prédio, os alunos ainda não serão transferidos porque o local precisa de vistoria do Corpo de Bombeiros, de um laudo da Vigilância Sanitária e da conclusão de algumas benfeitorias, que estão em fase de acabamento, segundo Silvana. “Então é assim, não vai ser de imediato, precisamos desta autorização para que realmente a escola possa funcionar. Eu acredito que em menos de 30 dias conseguiremos fazer esta mudança”, pontuou.

Silvana acredita que a nova escola precisará da contratação de mais profissionais para dar conta da demanda de trabalho. “Eu acredito que sim porque a demanda vai ser maior, com mais salas de aula sendo utilizadas, na área administrativas temos mais espaços, então eu acredito que precisaremos, principalmente de um vigilante para cuidar da escola”, pontuou.

Silvana Terezinha Rzepka, diretora da escola. Foto: Paulo Henrique Sava

Processo para construção da nova escola - O processo para a construção da nova escola começou em 2014, quando o então prefeito Odilon Burgath assinou um Termo de Compromisso para a compra do terreno que passou a abrigar a instituição. Em contato com nossa reportagem, o ex-prefeito destacou que, desde o início de seu mandato, em 2013, havia assumido o compromisso de realizar este sonho da comunidade da Vila Nova.

“Eu fui prefeito em 2014, quando assinei o Termo de Compromisso, mas já desde 2013, quando assumi a prefeitura, sabíamos do quanto a comunidade da Vila Nova necessitava deste novo espaço. Elaboramos o projeto, levamos até Brasília, e lá nós conquistamos uma das poucas unidades, porque era muita demanda e poucas escolas que o Ministério (da Educação – MEC) estava autorizando”, pontuou.

Odilon cumprimentou o prefeito Derbli e a Câmara por terem dado continuidade ao projeto. “Eu quero cumprimentar também a atual administração, ao prefeito Jorge Derbli e sua equipe, e também à Câmara de Irati, que fez a devolução de recursos para que o terreno fosse adquirido. Foi um trabalho de várias mãos e quem ganha é a nossa população”, enfatizou.

Em seu discurso, Derbli destacou que, quando assumiu a prefeitura em seu primeiro mandato, no começo de 2017, não havia previsão de recursos no orçamento para a compra do terreno.

“Quando eu entrei, nós não tínhamos orçamento para isto, mas, em uma conversa com os vereadores, houve uma devolução de recursos, quitamos para o senhor Roberto Thomaz (antigo proprietário do imóvel) e iniciamos a obra. Depois tivemos problemas com os repasses do Governo Federal, mas conseguimos terminar. Tem muita coisa para fazer ainda nesta escola, com recursos garantidos para fazer uma quadra de esportes, a escola está bonita, mas tem o mobiliário e muita coisa para fazer”, pontuou.

O presidente da Câmara, Hélio de Mello (PV) destacou o papel decisivo da Câmara para a construção da escola. Ele lembrou que, em junho de 2017, a Câmara devolveu R$ 360 mil para que o município adquirisse o terreno para a obra, uma vez que os recursos para isto não estavam previstos no orçamento.

“Preocupado com isto, eu fui chamado no dia 15 de junho de 2017 pelo prefeito Jorge Derbli, juntamente com os demais pares (vereadores) da época, e tomamos a decisão de fazer a devolução antecipada de R$ 360 mil para que o Executivo pudesse, juntamente com os proprietários do terreno, herdeiros da família do senhor Roberto Thomaz, adquirir esta área. Inclusive já tínhamos até empresa licitada para a construção, mas o terreno não estava legalizado e o município iria perder este recurso. Preocupada com esta situação, a Câmara Municipal teve papel fundamental juntamente com a professora Silvana, para contemplarmos este bairro querido da Vila Nova, aqui no coração de Irati, com mais esta obra maravilhosa para atender”, comentou.

Derbli agradeceu a administração anterior por ter iniciado o processo de compra do terreno para construção da escola. “Quero fazer um agradecimento especial ao ex-prefeito Odilon, que iniciou o trabalho para construir esta escola. Não fez no mandato dele porque o mandato tem começo, meio e fim, mas ele iniciou e nossa obrigação é de dar continuidade às obras que o prefeito anterior começou. O dinheiro público tem que ser respeitado e temos que continuar”, afirmou.

A secretária de Educação, Jandira Terezinha Girardi, exaltou a entrega da obra. “Hoje, a comunidade está de parabéns, nós sabemos que temos muitas coisas para fazer, vamos terminar, fazer a mudança para cá, virão os móveis e as TVs novas que adquirimos para ajudar no aprendizado dos filhos de vocês. Estamos com um investimento grande graças a Deus, ao prefeito, à vice e a toda a administração da prefeitura”, pontuou.

Prefeito Jorge Derbli (PSDB), em discurso durante a inauguração da escola na Vila Nova. Foto: Paulo Henrique Sava

Comunidade - A presidente da Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF) da escola, Camila Gontarz Bonfim, falou sobre a relação de sua família com a instituição. “Cresci nesta escola, e com o meu filho não poderia ser diferente, ele também faz parte desta escola. A minha mãe sempre fez parte da APMF, sempre esteve junto da escola em tudo. Para mim, é um imenso orgulho fazer parte da APMF também, em nenhum ano deixamos esta equipe maravilhosa de lado. A palavra de hoje é somente gratidão pelo trabalho maravilhoso da equipe, das professoras e também de todas as mães e pais que sempre estão juntos nesta luta para conseguirmos dar o melhor para nossos filhos”, pontuou.

A diretora Silvana ao lado da presidente da APMF, Camila Gontarz Bonfim. Foto: Paulo Henrique Sava

Rosi Lopes, moradora da Vila Nova há 23 anos, tem três netos na escola. Ela contou o que representa a obra para a comunidade. “É uma beleza para a nossa comunidade, é uma escola grande e maravilhosa. Eu tenho três netos aqui, e vamos torcer para que fique bem esta escola para eles, é bem pertinho”, comentou.

Presidente da Câmara, Hélio de Mello, ao lado da dona Rosi Lopes, moradora da Vila Nova. Foto: Paulo Henrique Sava

Com a transferência, o prédio onde hoje funciona a escola deverá abrigar o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Anjo da Guarda. A mudança deve ocorrer até o final do mandato de Derbli. Já o local onde funciona o CMEI será transformado em Capela Mortuária.

A família de Antonina Fillus Panka, que dá nome à escola, recebeu uma homenagem durante a solenidade. Maurício Panka, empresário e neto da professora homenageada, exaltou o envolvimento do poder público na realização deste projeto.

“A gente fica feliz em ver que, pelo esforço público, consegue-se hoje dar uma condição melhor para que as crianças possam ter conforto e um melhor acesso à educação. Se você quer ter um futuro bom para o país, invista na educação das crianças e vai, com certeza, colher um bom resultado. Este processo de investimento na educação passa por uma administração séria e pela boa aplicação dos recursos públicos. Tenham certeza de que, se a administração pública do nosso município não fizesse uma boa aplicação dos recursos, hoje não estaríamos aqui para fazer a inauguração desta escola”, comentou.

Fotos: Paulo Henrique Sava

Maurício Panka, neto de Antonina Fillus Panka

Prédio atual da Escola Antonina Fillus Panka

Apresentação dos alunos

Autoridades presentes durante o evento

Bloco administrativo

Bloco do pátio

Bolo comemorativo à inauguração

Família de Antonina Fillus Panka foi homenageada durante a cerimônica

Vereadores mirins que representaram a escola acompanharam a inauguração

Presidente da Câmara, Hélio de Mello (PV)

Filhas de Antonina Fillus Panka recebem homenagem da professora Silvana

Secretária de Educação, Jandira Terezinha Girardi

Coordenadora Maria Luiza ao lado da diretora Silvana

Mobiliário que será utilizado nas salas de aula

Pátio que ainda receberá melhorias


Sala do administrativo 01

Sala do administrativo 02

Sala do administrativo 03

Sala de aula 01

Sala de aula 01

Sala de aula 02

Sala de aula 03