Publicidade Topo

notícias

Colisão frontal causa morte de uma pessoa na BR-373, em Ipiranga

Acidente envolveu uma caminhonete S-10, com placas de Irati, e um caminhão Volvo FH 400, de Paranaguá

Caminhão tombou após colidir contra caminhonete na BR-373, em Ipiranga. Foto: PRF/Divulgação

Um homem morreu após uma colisão frontal na BR-373, em Ipiranga, na noite de domingo, 10, por volta das 22h40. O acidente aconteceu no quilômetro 197 da rodovia.

A colisão envolveu uma caminhonete S10, com placas de Irati, e um caminhão Volvo FH 440, de Paranaguá. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor da caminhonete, que não foi identificado, morreu no local do acidente. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa. Já o motorista do caminhão não se feriu.


Condutora embriagada atinge poste: Em Rebouças, uma mulher perdeu o controle da direção do seu veículo Celta e atingiu um poste na rua Cesar Bittencourt, no início da noite de ontem, por volta das 18h30. A condutora não sofreu ferimentos. Ela confessou que havia bebido antes de dirigir e que não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

A motorista foi conduzida para a sede do 2º Pelotão da PM, onde realizou o teste do bafômetro, que teve resultado de 0,58 mg/ l de álcool no organismo, o que configurou crime de trânsito. A mulher realizou o laudo de lesões corporais em uma unidade de saúde de Rebouças e foi encaminhada para a Delegacia de Irati. O veículo não tinha pendências e foi liberado para um condutor habilitado.

Motociclista empinando a moto: Em Ipiranga, um homem foi flagrado empinando sua motocicleta na rua XV de Novembro, no domingo, 10. Inicialmente, os policiais constataram que a moto apresentava um barulho excessivo no escapamento e que o condutor empinou a moto por cerca de 20 metros transitando somente com a roda traseira na via. 

O homem tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e estava com a documentação regular da moto. Porém, ele foi autuado em função da irregularidade na condução do veículo. O homem recebeu uma multa gravíssima com suspensão do direito de dirigir. Além disso, ele teve o documento de habilitação recolhido e foi solicitado para regularizar a situação do escapamento da moto.

Motorista da caminhonete não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Foto: PRF/Divulgação