Publicidade Topo

notícias

Após dois anos, Rodeio Crioulo de Integração volta a acontecer em Irati

CT Willy Laars foi preparado para receber mais uma edição do tradicional Rodeio de Irati; expectativa é que o evento tenha recorde de participação/Texto de Karin Franco, com reportagem de Juarez Oliveira e Rodrigo Zub

Provas campeiras do rodeio de Irati tiveram início nesta sexta-feira. Foto: Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Irati

O 32º Rodeio Crioulo de Integração de Irati volta a acontecer no CT Willy Laars após dois anos de paralisação devido à pandemia do Covid-19. A programação começou nesta sexta-feira (15) e segue até domingo (17). O evento é uma das principais atrações das comemorações de aniversário em Irati.

Uma das novidades do rodeio são as novas estruturas do CT Willy Laars. Uma delas é o centro de eventos, que foi inaugurado na manhã de hoje e abrigará todos os bailes do rodeio. Em entrevista à Najuá, o prefeito Jorge Derbli destacou que o local poderá receber vários eventos do município. “Uma obra em parceria com o governo do Estado, onde será um centro de eventos para fazer os bailes do Rodeio e que faz parte também da composição da Cidade do Idoso, que na sequência poderá ser utilizado pelos idosos de Irati. E também um espaço que a pode abrigar até 3 mil pessoas onde poderemos fazer vários eventos”, disse Derbli.

A estrutura de dois pavimentos inclui churrasqueira e bar, além de camarotes no segundo piso. O salão de baile possui quase mil metros quadrados e o palco 170 metros quadrados. Ao todo, foram investidos R$ 4.591.574,42, com parte deste recurso repassado pelo governo estadual, além da contrapartida municipal.


O CT Willy Laars recebeu ainda outras melhorias. “Muitas mudanças que estão sendo feitas no parque, coisas como lago como estamos construindo também, em torno do lago que está sendo reformulado e vai ter, num futuro bem próximo, a pista de caminhada para as pessoas, não só do Parque Aquático, mas também ter esse espaço para andarem a pé, de bicicleta. Nós queremos fazer uma pista de caminhada em torno do lago. Está ficando bonito com as palmeiras lá muito bem feito”, explica.

Outra novidade é a cobertura da pista de laço, mas que ainda não foi finalizada. A obra recebeu recurso de R$ 1 milhão, por meio de emenda parlamentar do deputado estadual, Ademar Traiano. O prefeito explica que a obra ainda não terminou por questões burocráticas. “Devido à burocracia e demora da liberação de recurso não vamos conseguir finalizar para este ano a cobertura da pista. Já foi iniciada, de um lado já foi colocado os pilares. É uma cobertura de 4.500 metros quadrados, 30 de largura por 150 de comprimento, que com certeza vai dar mais conforto a todas as pessoas que estão ali praticando um tipo de esporte, como rodeio e outras atividades que irão acontecer. Uma pista coberta, como já existem várias cidades aqui do Paraná”, disse Derbli.

O prefeito destaca que as mudanças têm o objetivo de ampliar as funções do CT. “O objetivo maior é transformar o CT Willy Laars num parque. Além de parque de rodeios, um parque de exposições, um parque de eventos, então várias estruturas estão sendo criadas, montadas, construídas para que se torne um espaço que não seja utilizado somente na época do rodeio, no dia 15 de julho e, sim, durante o ano todo para vários eventos”, explica.

A expectativa é que o rodeio neste ano tenha recorde de participações. “No último rodeio que teve, nós tivemos em torno de 180 equipes em 2019. No primeiro dia que foi aberto as inscrições, só nas primeiras duas horas, já tinha 130 inscrições para se ter uma ideia. Eu acredito que vai dobrar o número de CTGs. Não podemos precisar o número, mas com certeza, muita gente deixa para se inscrever de última hora. Nós vamos ter um recorde aqui em Irati”, afirma o prefeito.

A grande participação também deve acontecer na parte artística. “Porque faz muito tempo que não está tendo rodeio em Irati e em todos os municípios. Ficamos dois anos por causa da pandemia do Covid. Esse ano há uma ansiedade das pessoas, como aconteceu no rodeio aqui em Imbituva, em outros municípios que estão acontecendo, porque está dobrando o número de participantes pela espera. Irati, como é tradicional também o nosso rodeio, acho que vamos ter o dobro de participantes, tanto na campeira como na artística”, diz Derbli.

O município deverá receber visitantes de outros estados para participar do rodeio. A expectativa é que esse aumento de participantes possa também incentivar o comércio local. “Nós teremos aqui, com certeza, um incentivo muito grande nessa parte aqui, por exemplo, dos hotéis de Irati, que eu acredito que já não vai ter mais vagas, no comércio. É uma cadeia. Nos postos de gasolina. Que não é só no rodeio, o pessoal traz ali, mas ele sai, vai conhecer a cidade, vai fazer um lanche, vai abastecer, vai na farmácia. É um movimento cultural que nós temos esse rodeio, mas ao mesmo tempo de turismo também que traz muito recurso ao município”, disse.

Durante o rodeio, o município receberá a visita de uma equipe da Confederação Brasileira de Tradição Gaúcha (CBTG) que fará uma vistoria das instalações do CT Willy Laars para o rodeio nacional que acontecerá em 2023. “Uma comitiva que vai vir ver e acompanhar o rodeio para que o ano que vem seja feito o rodeio nacional. O rodeio nacional, no ano que vem, nós teremos a partir de 1.600 participantes do rodeio, competidores. Se multiplica isso, eu imagino 10 mil pessoas de 11 estados estarão aqui em julho do ano que vem, após o rodeio nosso de 2023, estarão aqui acampados aqui em Irati, pessoas de outros estados que, com certeza, vai empolgar muito aqui essa nossa região”, conta o prefeito.

Em entrevista à Najuá, o prefeito Jorge Derbli falou sobre as obras que foram feitas no CT Willy Laars. Foto: João Geraldo Mitz (Magoo)

Programação: Todos os bailes neste ano serão realizados no Centro de Eventos recém-inaugurado. O primeiro será o Baile de Patrão, em comemoração aos 115 anos de Irati. O evento terá animação do grupo “Os Serranos”, nesta sexta-feira (15), às 22h. Para este baile foram comercializadas somente mesas.

Já no sábado (16), o Baile de Rodeio será com João Luiz Correa & Grupo Campeirismo, às 22h. No domingo (17), o baile será com Baitaca, às 19h. A abertura, em todas as noites, será com o grupo Marca Fandangueira. Os bailes são organizados pelo Park Dance e parte da renda obtida será repassada para a Santa Casa de Irati. O uso de máscara será opcional dentro dos bailes, sem exigência.

O Rodeio de Irati ainda terá uma praça de alimentação que ficará no espaço em que estavam os comerciantes em 2019. Os comerciantes devem participar da ExpoIrati que está com as inscrições abertas para estandes.

De acordo com Derbli, o espaço terá diversas opções de alimentação. “É feito uma licitação, uma empresa ganha o parque e depois cede os espaços para a praça de alimentação. Com certeza, teremos muitas e muitas barracas de alimentação para fornecer para as pessoas que irão lá participar. Os CTGs, normalmente todos eles, também as suas barracas trazem já toda alimentação, cada um já vem com a sua costela, com a sua carne e tal, mas aí teremos para o público várias opções de alimentação. Vai ser uma praça de alimentação muito grande que teremos lá para atender à necessidade, como também teremos o parque de diversões que está se instalando”, disse.

Programação campeira: A patronagem da invernada campeira neste ano é composta pelos CTGs XV de Julho, Missioneiro, Pousada do Tropeiro, Terra dos Pinheirais, Fazenda Neumann, Laço Velho, Estância Jacumasso, Picasso Velho, Herança de Bravos e Esteio da Esperança.

A programação campeira iniciou com os CTGs da cidade para disputa do troféu “Cidade em Equipes”. No sábado (16), às 08h, tem início a prova de laço oficial. Às 15h será a abertura oficial do rodeio. Domingo (17), reiniciam as competições às 7h, com a reposição de armadas. Às 8h, prossegue a disputa de equipes, e posteriormente o laço piá, seguido do laço guri, prenda e prova de rédea.

As competições seguirão o regulamento do MTG do Paraná. Haverá exigência de exame de anemia e Guia de Transporte Animal (GTA). Para informações sobre a invernada os telefones são: (42) 9 9974-0732 (Ederson Campos), (42) 9 99948-4015 (Ivo Rossa), (42) 9 9916-3696 (Cesar Jacumasso).

Assim como no último rodeio, realizado em 2019, não serão disponibilizados lotes para camping durante o rodeio, mas apenas os espaços para os tradicionalistas.

Haverá estacionamento gratuito nos arredores do parque. Haverá apenas um passe para cada grupo de pessoas instaladas na casa. “Todo mundo quer passe para entrar dentro do Rodeio, mas se eu der passo para todo mundo, vai virar um estacionamento lá dentro de carro e daí não teremos lugar para as barracas, comerciantes, os CTGs. Estamos dando um passe. Você tem uma casa lá, está aqui um passe para você. Uma barraca, um passe. Todo mundo quer ter o passe, quer chegar com o carro dele, quer estacionar dentro da barraca do CTG. Lá nós vamos dar um por espaço, daí eles fazem revezamento”, disse.

Assim como nos outros anos, não haverá cobrança de ingresso para entrar no CT Willy Laars. Apenas os bailes serão pagos.

Um dos problemas no CT Willy Laars é a propagação do som, que pode incomodar quem mora ao redor durante os próximos três dias. Segundo o prefeito, já há planos para diminuir o problema. “Esse é um ponto delicado do rodeio porque nós temos ainda as caixas [de som] voltadas para a pista de laço e nesse rodeio ainda teremos essa dificuldade, esse problema. A partir do ano que vem, quando nós tivermos a pista coberta, vai ser o novo sistema de som que vai ficar mais virado, voltada para digamos para o lado do parque, que as pessoas que moram mais para o lado do Camacuã, naquele bairro ali, sempre têm essa dificuldade”, conta.

A segurança também é um ponto que terá investimento, especialmente após a realização do rodeio. O prefeito destaca que há planejamento para reforçar a segurança e evitar que haja depredação no CT. “As pessoas, infelizmente, ainda eles vão lá e depredam o CTG. Nós estaremos agora com a Guarda Municipal, já temos vigia permanente e vamos ficar agora, depois do CTG, na sequência, um posto avançado da Guarda Municipal. Nós queremos ter lá porque é um patrimônio das pessoas, de todos nós”, disse. Quem souber de casos de depredação pode denunciar para a Guarda Municipal no telefone 153 ou 3423-2833.

Competição individual teve 100 inscritos nesta sexta-feira. Foto: Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Irati

Para as provas deste sábado, 180 equipes realizaram inscrições. Foto: Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Irati