Publicidade Topo

notícias

Aos 102 anos, Joana Stroparo Duda recebe título de Cidadã Honorária

Assessoria de Comunicação da Câmara de Irati 

Joana Stroparo Duda recebe título de Cidadã Honorária proposto pelo presidente da Câmara, Hélio de Mello, ao lado da vereadora Terezinha Miranda Veres. Foto Assessoria

Filha de imigrantes italianos, Joana Stroparo Duda chegou a Irati ainda bebê, hoje, com 102 anos, recebeu o título de Cidadã Honorária, proposto pelo presidente da Câmara, Hélio de Mello. A solenidade aconteceu na tarde de terça-feira.

Na ocasião, Hélio disse que Dona Joana se esforçou para honrar os desígnios de Deus, contribuindo para o desenvolvimento local. “A vida só tem expressão, sentido e beleza quando é guiada por ideais de bondade, justiça e humildade e este é o legado da homenageada, um espelho, uma inspiração para todos nós. Hoje nossa reverência é para esta mulher, que simboliza a força feminina na sociedade por suas conquistas, posicionamentos e sua grandiosa humildade”, destacou. 

Helio ainda afirmou que a homenagem concedida representa o reconhecimento dos cidadãos iratienses aos elevados serviços prestados pela Sra. Joana. “É um orgulho para nós tê-la como conterrânea”, afirmou o autor do Título.


Dona Joana é a oitava filha do casal Francisco e Luiza Simionato Stroparo, imigrantes italianos. Nasceu na Colônia Antônio Rebouças (atualmente Campo Largo) no dia 28 de maio de 1920 e veio com seus pais para Irati com apenas 40 dias de vida. Casou-se com Tadeu Duda em 26 de outubro de 1940 com quem viveu por 60 anos, e teve 11 filhos, 23 netos, 25 bisnetos e 2 trinetas (tataranetas). Com 102 anos de idade, é um exemplo de humildade, ternura, simplicidade, desprendimento, hospitalidade, otimismo e intensa vida espiritual. Conforme o presidente da Câmara, “quem a conhece sabe a paz que irradia”.

Representando a família, o vice-prefeito de Rebouças, Fabio Marcelo Chiqueto, que é neto de Dona Joana, agradeceu e enalteceu a homenagem. “Tive a oportunidade de morar por dois anos na casa da avó quando estudei no Colégio São Vicente e a rotina dela era se dedicar à família, ao trabalho, ao marido e a Deus. A vida dela se resume a dedicação total e integral a família e aos mais necessitados. Irati tem orgulho não só da minha avó, mas dos frutos que ela e meu avô produziram, gente honesta que contribui para o desenvolvimento de Irati. O mundo seria diferente se nós tivéssemos mais Joanas vivendo dentro dele”, agradeceu Fábio.

O prefeito Jorge Derbli saudou Dona Joana, seus familiares e a Câmara pela homenagem. “Quantas vezes teremos oportunidade de homenagear pessoas com mais de 100 anos, eu fico imaginando a transformação que a homenageada viu acontecer nesse município nestes 115 anos. É um exemplo de vida e orgulho para a família. Irati agradece a Senhora pela sua história e por todos os feitos. A receita para se chegar aos 100 anos é a receita da Dona Joana, rezar”, brincou o prefeito parabenizando a homenageada e a família.

Joana com o filho, Fernando Cesar Duda e a neta Beatriz