Publicidade Topo

notícias

1º dia da Expotexas terá como destaque Olimpíada do Produtor Rural

Provas acontecem nesta quarta-feira, a partir das 13h30, no Centro de Eventos de Teixeira Soares. Haverá torneio de pelotaço, cabo de guerra, corrida do saco, arremesso de cepo, debulha de milho, truco, pau de seco e futebol de duplas em travinhas livres/Texto: Rodrigo Zub

Torneio do Pelotaço é uma das provas da Olimpíada do Produtor Rural. Um homem, uma mulher e uma criança devem participar da disputa. Imagem da última competição realizada em 2019 na 7ª edição da Expotexas. Foto: Divulgação

A 8ª Expotexas começa nesta quarta-feira, 13, e segue até domingo, 17, no Centro de Eventos Miguel Belinoski, em Teixeira Soares. A entrada será gratuita todos os dias.

Amanhã, às 8 h, haverá uma atividade voltada aos produtores rurais com palestras e orientações sobre o manejo no campo. Já às 13h30 começa a Olimpíada do Produtor Rural. As provas serão no Centro de Eventos. O secretário de Agricultura de Teixeira Soares, André Schapuis, que é um dos organizadores da Olimpíada, diz que seis equipes participaram da última edição do evento. Agora, a expectativa é aumentar o número de inscritos, principalmente porque a Expotexas não foi realizada em 2020 e 2021 em função da pandemia de coronavírus, que impedia a realização de festas com aglomerações de pessoas para evitar a contaminação.

Conforme o regulamento, cada equipe deve possuir no mínimo dez integrantes. As inscrições podem ser feitas até o início das provas. Não há limite de participantes para cada prova. A pontuação será de cinco pontos pela participação, três para o primeiro colocado, dois para o segundo e um para o terceiro. De acordo com o regulamento, a participação em todas as provas não é obrigatória. Porém, a equipe que não tiver representante em uma determinada disputa perde o direito aos cinco pontos de participação.


Serão realizadas oito provas. No torneio de pelotaço será obrigatória a participação de um homem, uma mulher e uma criança com dez anos ou menos. Os participantes devem levar o objeto para realizar o arremesso. Uma opção é utilizar um estilingue. O bocó e o pelote são opcionais. O objetivo é derrubar os alvos para pontuar. Cada participante terá direito a cinco pelotaços. Cada alvo terá um tamanho e valor diferente. 

A segunda prova é o cabo de guerra. Cada equipe será formada por no máximo cinco participantes. Outra disputa será a corrida do saco. Neste caso será obrigatória a participação de um homem e uma mulher. Cada competidor deverá levar o saco para utilização durante a prova. A prova quatro é o arremesso de cepo (toco de lenha), também com obrigatoriedade de participação de um homem e uma mulher. O vencedor desta prova será a pessoa que arremessar o “cepo de madeira” na maior distância. Vale a primeira marca do feno na areia. Outra prova será a debulha do milho. Nesta disputa, as equipes podem escolher um homem ou uma mulher para participar da disputa.

De acordo com o regulamento será declarado vencedor aquele que debulhar três espigas de milho. É necessário deixar o sabugo limpo e sem quebrar no menor tempo possível. Também haverá um torneio de truco (prova seis). A disputa será em duplas em eliminatória simples. Quem somar 12 pontos primeiro será o vencedor.

O pau de sebo também faz parte da Olimpíada do Produtor Rural. Cada equipe pode optar em indicar um homem ou uma mulher para realizar a prova.

O vencedor será aquele que subir em menor tempo o pau de sebo e tocar o sino com a mão. O participante terá no máximo dois minutos para concluir a prova. Ele será desclassificado se ultrapassar esse tempo. Não será permitido o uso de calçados e utensílios que facilitem a execução da prova.

A última disputa será o futebol de duplas em travinhas livres. Cada equipe deverá participar com uma dupla masculina e outra feminina. A disputa será em eliminatória simples em campo reduzido com traves menores. As partidas terão duração de cinco minutos. Em caso de empate, o vencedor será decidido nas cobranças de pênaltis numa distância de seis metros.

Expotexas volta a ser realizada em 2022 após não acontecer em 2020 e 2021 em razão da pandemia de coronavírus, que impedia realização de festas com aglomerações de pessoas. Foto: Divulgação