Publicidade Topo

notícias

Dois homens são detidos por desacato e agressões contra policiais

Moradores de Ivaí investiram contra policiais locais e também equipes de Imbituva e Ipiranga, que prestaram apoio à ocorrência. Um policial ficou ferido após ser atingido com um toco de árvore

Foto: PM/Divulgação
Dois homens foram presos após agredirem e desacatarem policiais militares de Ivaí, no sábado, 25. Durante o atendimento da ocorrência no Jardim Nossa Senhora Aparecida, um policial chegou a ser atingido com um toco de árvore.

Segundo boletim da PM, a equipe realizava patrulhamento preventivo no momento que um homem saiu de sua casa e começou a xingar e ameaçar os policiais, que desceram da viatura. Neste instante, o morador investiu contra os militares. Ele foi contido por outras pessoas que estavam no local. Mesmo assim, ele continuou desacatando os policiais. A equipe tentou realizar a prisão do autor das ameaças, mas outro homem também investiu jogando pedras na direção dos policiais e também da viatura. Logo depois, várias pessoas começaram a agir de forma hostil contra a equipe. 


A PM de Ivaí deixou o local e solicitou apoio do 3º Pelotão de Imbituva. Equipes de Rádio Patrulha de Imbituva e Ipiranga estiveram no imóvel e foram alvo de socos e pontapés das pessoas presentes. Elas pegaram um pedaço de madeira e investiram contra os policiais, que usaram força progressiva para contê-los. Um homem tentou estrangular e tirar a arma do coldre de um policial. Ele agrediu e desacatou os militares. Os envolvidos ainda resistiram à prisão durante a condução até a viatura. Com isso, outros frequentadores da casa voltaram a investir contra os policiais. Um policial ficou ferido após ser atingido por um toco de árvore. 

Segundo a PM, foram realizados dois disparos de arma não letal para controlar a situação. Porém, não foi possível identificar se os tiros atingiram alguma pessoa. Os dois homens detidos por desacato e agressão aos policiais foram encaminhados para o Pronto Atendimento de Imbituva, onde realizaram o laudo de lesões corporais. Na sequência, eles foram levados para a Delegacia de Irati.

Prisão de suspeitos de feminicídio: Em Fernandes Pinheiro, a PM prendeu os autores de um feminicídio registrado na cidade de Engenheiro Beltrão. No início da noite de sábado, 25, os policiais receberam a informação que os suspeitos do crime estavam fugindo pela BR-277 sentido Curitiba. Conforme a denúncia, os homens estavam em um veículo GM Celta. 

A equipe de Fernandes Pinheiro retornava da localidade de Angaí e realizava patrulhamento na BR-277, quando avistou um veículo com as características informadas. O carro foi abordado. Contudo, os dois ocupantes não portavam objetos ilícitos. Os policiais de Engenheiro Beltrão informaram que o feminicídio ocorreu por volta das 11 h de sábado, 25. A partir disso, as equipes iniciaram diligências e divulgaram a situação em todos os meios possíveis, inclusive em grupos de WhatsApp até que a informação chegou aos policiais de Fernandes Pinheiro e Teixeira Soares, o que resultou na abordagem dos suspeitos. 

Um dos homens disse que jogou a arma de fogo e a faca utilizadas durante o crime em um matagal antes de sair de Engenheiro Beltrão. Os dois homens foram detidos e encaminhados ao hospital de Teixeira Soares para realizarem o laudo de lesões corporais. Posteriormente, eles foram apresentados a autoridade policial.

Profissionais de arbitragem agredidos: Em outra ocorrência atendida pela PM de Fernandes Pinheiro, no domingo, 26, um árbitro relatou que foi agredido por vários jogadores de um time de futebol. O profissional disse que o goleiro o segurou, enquanto que outros atletas o agrediram com chutes e socos. O árbitro sofreu ferimentos no rosto, boca e barriga. Já o bandeirinha foi agredido com um chute no rosto. Os envolvidos na ocorrência foram levados para o Destacamento da PM de Fernandes Pinheiro para assinarem o Termo Circunstanciado. Policiais de Teixeira Soares prestaram apoio à ocorrência.