Publicidade Topo

notícias

Representante da Embaixada da Ucrânia no Brasil faz visita à Fernandes Pinheiro

Em visita, o representante agradeceu a ajuda dos paranaenses e reforçou os pedidos de ajuda humanitária a Ucrânia, que está em guerra após a invasão da Rússia/Karin Franco, com reportagem de Rafael Lucas

Chefe da embaixada da Ucrânia no Brasil, Anatolyi Tkach, foi recebido por políticos de Irati e região na quarta-feira, 11, no restaurante Anila, em Fernandes Pinheiro. Foto: Rafael Lucas

O responsável pela Embaixada da Ucrânia no Brasil, Anatolyi Tkach, esteve em Fernandes Pinheiro na tarde de quarta-feira (11) para uma visita de apresentação. Um dos objetivos do encontro foi agradecer a ajuda que a comunidade ucraniana e os paranaenses tem oferecido para o país que está em guerra, após a invasão da Rússia na Ucrânia.

Em sua primeira visita ao estado, o diplomata também reforçou o pedido de ajuda humanitária ao país. “Nesse momento, muitos ucranianos estão sofrendo das consequências da guerra. 13 milhões das pessoas foram deslocadas. 7,5 [milhões] dentro da Ucrânia. Outros 4,5 [milhões] já saíram do país. Segundo as organizações internacionais, quase 17 milhões dos ucranianos precisam da assistência humanitária. Por isso que um dos temas principais das minhas conversas como as autoridades é a ajuda humanitária”, disse Anatolyi.


As doações aos ucranianos devem ser feitas em dinheiro por meio de contas da Embaixada do País. “Nesse momento, o que a Ucrânia precisa basicamente s alimentos e medicamentos, mas o jeito mais fácil de ajudar aos ucranianos é mandando dinheiro. Assim não teremos esses custos de transporte, é mais fácil e as pessoas podem receber o que eles precisam na Ucrânia”, conta.

As doações podem ser feitas em contas publicadas na página da Embaixada da Ucrânia no Brasil. A página pode ser acessada neste link.

O presidente da Representação Central Ucraniano Brasileira (RCUB), Vitorio Sorotiuk, esteve presente durante a visita e destacou a solidariedade dos brasileiros com a Ucrânia. “Nós gostaríamos de agradecer esse apoio e solidariedade ao povo ucraniano e chamar a todos que venham a contribuir com a ajuda humanitária porque a agressão russa está forte. Hoje são mais de 16 milhões de atingidos, 4 milhões já fora da Ucrânia, fora os milhões de deslocados e nós precisamos prestar essa solidariedade”, destacou.

O delegado da Representação Central Ucraniano Brasileira, Rafael Lucas, relembrou que o estado possui uma conexão forte com a Ucrânia, por meio dos descendentes que vivem no Paraná, o que tem auxiliado no recebimento de ajuda aos ucranianos. “Nós já tivemos uma parceria com o grupo Humanitas Brasil-Ucrânia para nos dispor a receber todos os refugiados que quiserem sair da Ucrânia. Nós recebemos algumas pessoas, mas achamos que isso é o futuro. Essas pessoas ainda não têm essa decisão, elas vão esperar quanto tempo essa guerra vai perdurar, como isso vai ficar”, disse.

Rafael reforçou a necessidade de ajuda ao país. “Temos visto que os brasileiros reagiram com muita empatia em relação às dificuldades dos civis na Ucrânia. Já conseguimos arrecadar um valor significativo, que a Representação Central já está mandando para o Ministério de Ações Sociais da Ucrânia. Mas é uma luta contínua. Precisamos de mais e mais esforços”, conta.

O evento foi realizado no Espaço Anila, em Fernandes Pinheiro, e contou com a participação do prefeito de Irati, Jorge Derbli, dos ex-prefeitos Sergio Stoklos e Felipe Lucas (descendentes de ucranianos), da prefeita de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck, além de vereadores e secretários dos municípios de Irati, Rio Azul, Mallet e São Mateus do Sul, lideranças religiosas e culturais da comunidade.

Durante a visita, o responsável pela Embaixada da Ucrânia também esteve acompanhado do Cônsul da Ucrânia em Curitiba, Mariano Czajkowski, do presidente da Representação Central Ucraniano Brasileira (RCUB), Vitorio Sorotiuk, e do representante da Câmara de Comércio Brasil Ucrânia, Rafael Felipe Lucas.

O grupo também se reuniu na manhã de quarta-feira (11) em Curitiba com o vice-governador do Paraná, Darci Piana. Na visita, o grupo tratou sobre a ajuda humanitária à Ucrânia, as relações comerciais entre os dois países e a reconstrução da Ucrânia.

Participaram do encontro em Curitiba o diretor-presidente da Paraná Invest, Eduardo Bekin, o diretor de Relações Internacionais da Paraná Invest, Giancarlo Rocco, o presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Inovação Brasil-Ucrânia, Sergio Maciura, além de membros da Câmara e a representante do município de Curitiba, Luiza Lenardt.

Na imagem aparecem o vereador Wilson Karas, o embaixador Anatolyi Tkach, o prefeito de Irati, Jorge Derbli, e a vereadora Teresinha Miranda Veres. Foto: Rafael Lucas 

Ex-prefeitos de Irati, Felipe Lucas e Sérgio Stoklos, que são descendentes de ucranianos, também participaram do encontro. Foto: Rafael Lucas

Antes do almoço em Fernandes Pinheiro, embaixador foi recepcionado pelo vice-governador, Darci Piana