Publicidade Topo

notícias

Morador de Ivaí morre após cair de árvore

Homem, de 42 anos, estava podando a árvore quando sofreu a queda

Corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Ponta Grossa antes de ser liberado para velório e sepultamento. Foto: Diário dos Campos/Arquivo

Um homem morreu após cair de uma árvore em Ivaí. Segundo informações da Polícia Militar, Marcos de Avelar, o “Tica”, de 42 anos, estava realizando um trabalho de poda quando sofreu a queda. A ocorrência foi registrada no sábado, 7, na rua Candido de Abreu.

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) relataram que encontraram o homem já sem os sinais vitais. Eles tentaram realizar os primeiros socorros, mas não conseguiram reanimar a vítima. Funcionários da criminalística e do Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa estiveram no local realizando a perícia e recolhendo o corpo de Marcos. Ele foi velado na Capela Mortuária João Paulo II e sepultado no Cemitério Municipal de Ivaí. Conforme informações do Serviço Funerário de Ponta Grossa, Marcos era natural de Ivaí e morava na localidade de Bom Jardim do Sul. Ele deixou dois filhos. 


Em Imbituva, um homem foi baleado na rua Isolina Strapassoni, na Vila Zezo. O autor do disparo foi um vizinho do morador, que acabou sendo atingido na perna. A PM foi acionada e localizou o homem que atirou. Ele disse que jogou a arma no terreno dos fundos de sua casa. Os policiais realizaram buscas, mas não conseguiram encontrá-la. Conforme o autor do disparo, a arma era uma garrucha calibre 32 com capacidade de dois tiros. O homem que realizou o disparo foi detido e encaminhado para a Delegacia de Ponta Grossa. Já a vítima foi socorrida pelo SAMU e levada para o Pronto Atendimento de Imbituva.

Na rua Jacob Brenner, em Imbituva, o condutor de um Gol atingiu a carretinha que estava acoplada em um veículo Classic. O motorista do Gol deixou o local e não foi encontrado. O Gol tinha débitos e foi recolhido ao pátio do 3º Pelotão da PM. Já o Classic não tinha pendências e foi liberado. O acidente resultou apenas em danos materiais.

Foto: WhatsApp/Divulgação