Publicidade Topo

notícias

Ciclista morre após ser atropelado na BR-277, em Palmeira

Veículo Fiat Uno atingiu homem que seguia de bicicleta no quilômetro 170 da rodovia

Ciclista morreu atropelado na BR-277, em Palmeira. Foto: PRF/Divulgação

Um ciclista, de 47 anos, morreu após ser atropelado na BR-277, em Palmeira. O acidente ocorreu no início da noite de sexta-feira, 27, por volta das 18h20, no quilômetro 170 da rodovia.

Um veículo Fiat Uno atingiu o homem que transitava na rodovia com uma bicicleta. O Corpo de Bombeiros esteve no local, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa. Segundo informações da rádio Ipiranga, de Palmeira, o Fiat Uno era conduzido por uma mulher, de 79 anos, que não sofreu ferimentos no acidente.

Em Irati, o condutor de um veículo Kadett perdeu o controle da direção e capotou quando seguia na rua das Perdizes, sentido bairro Lagoa. O motorista não sofreu ferimentos. Um outro acidente ocorreu na tarde de ontem na BR-153, em Irati, nas proximidades do trevo de acesso à Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), por volta das 17 h. A colisão envolveu uma caminhonete Ford F1000 e uma moto Honda CG 150 Titan.


De acordo com a PRF, o motociclista seguia de Rebouças para Irati. O homem, de 28 anos, sofreu ferimentos graves na perna e recebeu atendimento do Corpo de Bombeiros. A Guarda Municipal também foi acionada e auxiliou na sinalização do trânsito.

Ainda em Irati, a Guarda Municipal prestou apoio ao Departamento Penitenciário (DEPEN) para realizar a escolta de dois detentos que necessitavam de atendimento médico. Um deles foi levado para a Santa Casa de Irati no período da manhã. Já o outro homem foi encaminhado para o Pronto Atendimento Municipal na tarde de ontem.

Mulher é agredida por duas moradoras de Imbituva quando estava saindo do trabalho: Em Imbituva, uma moradora foi agredida por duas mulheres quando estava saindo do seu local de trabalho na tarde de ontem. A ocorrência foi registrada às 16h45 no bairro Miraluz. A vítima disse que as agressoras jogaram ela contra um muro e pegaram seu celular para verificar se ela tinha contato com um homem. A mulher relatou ainda que uma das agressoras estava com uma pedra na mão e arremessou na sua direção. A vítima foi orientada a procurar a Delegacia de Imbituva.

Em Guamiranga, a PM apreendeu alguns facões, foices e porretes que estavam com integrantes do MST, que foram até uma propriedade na localidade de Pedra Preta. Conforme informações repassadas para a PM, aproximadamente 15 pessoas invadiram um terreno. O homem que arrendou a propriedade disse que algumas pessoas chegaram no local por volta das 5 h, quando ele estava dormindo. Segundo o arrendatário da área, os integrantes do MST estavam com objetos, como foices, facões e porretes. As pessoas falaram que estavam ocupando o terreno e que o homem deveria sair do local.

A PM foi acionada e verificou que oito pessoas estavam na casa. O morador apresentou um contrato de parceria com um assentado do terreno invadido. Os objetos apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Imbituva. Dois homens abordados que estavam com facões, foices e porretes se deslocaram por vontade própria até o Destacamento da PM de Guamiranga para serem identificados.

Caminhonete F1000 se envolveu em acidente com moto na BR-153, em Irati. Foto: PRF/Divulgação

Motociclista ficou gravemente ferido após acidente em Irati. Foto: PRF/Divulgação