Publicidade Topo

notícias

Adolescente que levava drogas para o Rio de Janeiro é apreendida pela PRF de Irati

Passageira de ônibus, de 17 anos, estava carregando 11 quilos de skunk em sua bagagem

PRF de Irati apreendeu 11 quilos de skunk. Foto: PRF/Divulgação

Uma adolescente, de 17 anos, foi flagrada transportando 11 quilos de skunk, droga conhecida como super maconha, em um ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu/Curitiba. O veículo foi abordado em uma fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-277, em Irati, na tarde de segunda-feira, 30.

Em fiscalização no compartimento de bagagens, os policiais encontraram uma mala cheia de drogas embaladas à vácuo. A bagagem pertencia a jovem. Ela disse que pegou a mala com a droga na rodoviária de Foz do Iguaçu e levaria até o Rio de Janeiro/RJ. A PRF ressalta que o skunk pode custar até 20 vezes mais que a maconha.

Já em Inácio Martins, a Polícia Militar apreendeu um caminhão carregado com toras de pinheiro. Durante a abordagem foi constatado que a documentação do caminhão Ford Cargo apresentava débitos desde 2018. O motorista estava transportando 12 toras de pinheiro com aproximadamente três metros de cumprimento. O condutor apresentou aos policiais uma nota fiscal que estava molhada, borrada e com o prazo de validade vencido. 


O homem disse que havia carregado a madeira no interior de Inácio Martins. Conforme o motorista, o comprador da madeira e o destino final seriam uma serraria da cidade. O homem afirmou que receberia um valor para fazer o frete. O caminhão e a carga foram apreendidos. O motorista assinou o Termo Circunstanciado por transportar madeira de origem vegetal sem a documentação necessária. A Polícia Ambiental foi acionada e compareceu no Destacamento da PM de Inácio Martins para tomar as medidas cabíveis.

Em Irati, a Guarda Municipal atendeu duas situações. Na tarde de ontem, a equipe prestou apoio a oficial de justiça, que precisou se deslocar até as ruas João de Barro e das Rosas para entregar notificações. Na outra ocorrência, os guardas prestaram apoio ao Departamento Penitenciário (DEPEN) em uma situação ocorrida na Delegacia de Irati, que não foi especificada no boletim repassado para a imprensa. No boletim, a Guarda apenas informou que o atendimento foi realizado dentro da “normalidade e sem alterações”.

Já em Rebouças, dois homens se envolveram em uma briga em virtude de uma dívida de drogas. Um morador relatou que sua casa foi invadida por um outro homem. Esse, por sua vez, informou que deixou seu celular empenhorado para o morador para poder comprar drogas. Além disso, ele receberia a quantia de R$ 50. 

Na negociação, o homem teria que pagar a quantia de R$ 150 para pegar o celular novamente. Ele recebeu a droga no dia e acabou consumindo. No dia seguinte quando foi até a casa do vendedor para pegar o aparelho, o homem disse que não estava com o celular. O fato teria ocorrido há cerca de um mês. Desde então, os dois homens tiveram desavenças. 

Ontem, o dono do celular foi até a casa do homem que ficou com o aparelho e tentou arrombar a porta. Como não conseguiu, ele entrou no imóvel após pular uma janela. Os dois homens brigaram dentro da casa. Os dois homens confirmaram os fatos relatados e foram encaminhados para a sede do 2º Pelotão, onde assinaram o Termo Circunstanciado. Depois disso, eles foram liberados.