Publicidade Topo

notícias

Veículo que pode ter sido usado em assalto em Guarapuava é abandonado no interior de Irati

Veículo Cruze foi encontrado nas proximidades do campo de futebol de Gonçalves Junior. Carro estava com uma perfuração na lataria e tinha marcas de uma possível colisão

Veículo Cruze foi abandonado na localidade de Gonçalves Junior. Foto: PM/Divulgação

Um veículo Cruze, que pode ter sido usado pela quadrilha que cometeu o mega-assalto a uma transportadora de valores em Guarapuava, foi encontrado abandonado próximo ao campo de futebol da localidade de Gonçalves Junior, em Irati, na sexta-feira, 22.

A Polícia Militar recebeu uma ligação anônima informando que o carro estava abandonado no local desde a noite de quinta-feira, 21. Em consulta ao sistema, a PM constatou que o carro havia sido roubado em Pinhais, na região Metropolitana de Curitiba, no sábado passado, dia 16, um dia antes do assalto em Guarapuava. O veículo estava com a placa diferente do modelo original. 

Conforme relatório da 8ª Cia, o Cruze estava com as portas trancadas e com película escura em todos os vidros. De acordo com a PM, o carro possuía apenas o banco do motorista. Havia uma perfuração na lataria no lado traseiro esquerdo e marcas de uma possível colisão do mesmo lado. O veículo foi guinchado e entregue na Delegacia de Irati.


Furto em igreja: Já em Rebouças, a igreja de Santa Clara, na Vila Feliz, foi alvo de furto. O tesoureiro da igreja compareceu no local na tarde de ontem e constatou que a porta dos fundos estava arrombada. Os invasores ainda danificaram os cadeados e fechaduras da porta. 

A fiação elétrica e os fios utilizados no sistema de som foram furtados. Segundo a Polícia Militar, os autores do furto ainda danificaram parte do forro da igreja e mexeram em alguns objetos. O tesoureiro da igreja foi orientado para procurar a Delegacia de Rebouças.

Moto apreendida: Em Prudentópolis, a PM apreendeu uma moto que apresentava adulteração do sinal identificador. A ocorrência foi registrada na manhã de ontem, 22, no centro da cidade. Os policiais abordaram o condutor em função do mau estado de conservação da moto e das frequentes ocorrências envolvendo motos com adulteração de sinais identificadores. 

Em consulta ao sistema foi constatado que o número do motor e do chassi apresentavam sinais de adulteração, como partes lixadas e remarcadas. O homem que estava conduzindo a moto disse que ela pertence a um rapaz, que mora no interior de Prudentópolis. Por isso, os policiais não conseguiram conversar com o jovem naquele momento. A moto foi apreendida e encaminhada para a Delegacia. 


Veículo apreendido possuía uma perfuração na lataria no lado traseiro esquerdo. Foto: PM/Divulgação