Publicidade Topo

notícias

Unidade Sentinela de Irati será desativada a partir da próxima segunda-feira

Postos de saúde passarão a prestar atendimento para pacientes com sintomas respiratórios a partir da próxima semana/Paulo Henrique Sava

Unidade Sentinela, que funciona atualmente no Pavilhão João Wasilewski, no Parque Aquático, será desativada a partir da próxima segunda-feira, 02. Foto: Paulo Henrique Sava

A partir da próxima segunda-feira, 02, os atendimentos de casos de pacientes com sintomas respiratórios serão descentralizados e passarão a ser realizados nas 23 unidades de saúde de Irati. Com isto, a Unidade Sentinela do Pavilhão João Wasilewski, no Parque Aquático, será desativada.

A decisão foi tomada com base na Portaria nº 913, publicada no último dia 22 pelo Ministério da Saúde, que declarou o fim do estado de emergência em saúde pública por conta da Covid-19 em todo o Brasil.

Em entrevista à Najuá, a secretária de saúde, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, comentou que, por conta disto, este é o momento para descentralizar os atendimentos, uma vez que a Unidade Sentinela foi criada há quase dois anos, quando o número de casos de Covid-19 era alto e os postos de saúde não conseguiriam absorver a demanda.

“Já estamos há quase dois anos com a Unidade Sentinela, e agora chegou a hora de descentralizar. Não vamos mais falar em Covid-19, mas sim em sintomas respiratórios. Todo paciente com sintomas respiratórios vai ser atendido nas unidades de saúde, mesmo porque hoje temos a dengue e a mudança climática. Ontem mesmo no Pronto Atendimento estávamos com 25 pessoas para serem atendidas. Com as mudanças climáticas, vêm as gripes e resfriados e estes casos têm que ser atendidos nas unidades básicas”, comentou.

Até a manhã desta sexta-feira, 29, o município tinha 22 casos ativos de Covid-19. Como Irati tem 23 unidades de saúde, Jussara acredita que não há necessidade da manutenção de uma unidade sentinela para atender exclusivamente estas pessoas. “Nós temos, no município de Irati, 23 unidades de saúde. Então, não precisamos de mais uma unidade para atender 22 pessoas, as nossas unidades, médicos e enfermeiros já estão preparados”, frisou.

Os profissionais que atuam nas unidades de saúde passaram por treinamento para atender pacientes com sintomas respiratórios. Além disso, na última semana, os coordenadores dos postos se reuniram com a secretária pare definir os critérios de abordagem dos pacientes. Cada posto vai ter uma sala diferenciada para receber estas pessoas. Jussara ressaltou que todas as pessoas que se dirigirem às unidades de saúde devem utilizar máscaras.

Para a secretária, a descentralização vai facilitar o atendimento de pessoas com sintomas respiratórios. “A descentralização só vai ajudar as pessoas, que não precisam, por exemplo, ir da Vila São João para o Rio Bonito. Cada um vai ter na sua unidade, vai ter um cronograma sobre os horários que os sintomáticos respiratórios serão atendidos”, comentou.

Pessoas com sintomas leves devem procurar as unidades de saúde nos dias previamente estabelecidos. Já aqueles que tiverem febre acima de 38 graus, vômito, diarreia e sintomas mais graves devem se deslocar até o Pronto Atendimento Municipal, na Vila São João.


Vacinas contra a Covid-19 - As unidades de saúde continuam aplicando as vacinas contra a Covid-19 normalmente, sendo a 4ª dose para idosos acima de 60 anos, a 3ª dose para pessoas com idade acima de 18 anos e as duas primeiras para todas as faixas etárias. Segundo dados divulgados pela Secretaria de Comunicação, até a tarde de ontem, 28, 53729 pessoas haviam tomado a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em Irati. Entretanto, apenas 48912 voltaram para tomar a 2ª dose, ou seja, quase 5 mil pacientes não voltaram aos postos depois da 1ª dose. Jussara solicita que estas pessoas compareçam às unidades de saúde para se imunizarem e completarem o esquema vacinal.

“Nós estamos chamando estas pessoas para que venham tomar e completar seu esquema vacinal. Além de elas se protegerem, elas vão proteger o próximo, a sua família, os seus amigos, as pessoas em geral. Nós estamos brigando e chamando as pessoas para virem se vacinar, porque a vacina só nos provou que salvou muitas pessoas. Com a nova onda que veio em janeiro, vimos que as pessoas não se agravaram tanto como em maio de 2021, que foi uma tragédia no Brasil todo. Estamos fazendo nossa parte para que a população esteja imunizada, para que a situação não venha a se agravar mais tarde”, comentou.

Dia D - Neste sábado, 30, será realizado o Dia D de vacinação em todo o Brasil. Em Irati, as unidades de saúde do Rio Bonito, Ademar Vieira de Araújo, Vila São João, Engenheiro Gutierrez, Lagoa, Alto da Lagoa, Gonçalves Júnior, Pinho de Baixo e Ildefonso Zanetti estarão abertas das 08h às 17 horas. Além das doses da vacina contra a Covid-19, serão disponibilizadas as vacinas contra a gripe para crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, idosos acima de 60 anos e trabalhadores de saúde, Tríplice Viral para todas as crianças entre 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias e para atualização do esquema vacinal de trabalhadores de saúde, além de vacinas de rotina.

“Muita gente ainda precisa tomar vacina, e os cuidados ainda estão nas vacinas, que salvam. Amanhã, teremos o Dia D de vacinação, em todas as unidades terá vacina da Covid, da Influenza, e a população precisa se cuidar. Se cada um cuidar de si, nós eliminaremos a Covid-19”, finalizou.

Movimentação de pacientes com sintomas respiratórios na manhã desta sexta-feira, 29, na Unidade Sentinela do Parque Aquático. Foto: Paulo Henrique Sava