Publicidade Topo

notícias

Policial militar morre em acidente na BR-376

3º Sargento da PM, Robson Miguel Souza de Lima, que era comandante do Destacamento de Carambeí e um estudante morreram após veículo ser prensado por dois caminhões

Carro onde estavam as vítimas do acidente foi prensado por dois caminhões. Foto: PRF/Divulgação

Dois homens morreram e duas pessoas ficaram feridas após um acidente na BR-376, no perímetro urbano de Ponta Grossa. Por volta das 20h10 de segunda-feira, 18, um caminhão Scania, de Maringá, reduziu a velocidade em função do movimento naquele horário na pista sentido Curitiba. O condutor de um Citroen C3, de Castro, que seguia logo atrás também diminuiu a velocidade. Porém, um caminhão Volvo, de Ponta Grossa, não conseguiu frear a tempo e bateu na traseira do C3, que foi prensado entre os dois caminhões.

Quatro pessoas estavam no carro. O condutor era o cabo da Polícia Militar, Dimas Roberto, que sofreu várias lesões e foi levado para a Santa Casa de Ponta Grossa. Outro passageiro foi resgatado das ferragens e encaminhado para o hospital Regional de Ponta Grossa. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele também sofreu vários ferimentos, mas não corre risco de vida.


O 3º Sargento da PM, Robson Miguel Souza de Lima, de 36 anos, conhecido como 3° Sargento Souza do 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM), não resistiu aos ferimentos e faleceu. Robson era natural de Castro e atualmente comandava o Destacamento de Carambeí, na região dos Campos Gerais. Um outro passageiro do C3, que era estudante, morreu no local do acidente. Até a conclusão deste texto, ele não havia sido identificado. Segundo informações, a vítima também era de Castro e estudava em Ponta Grossa. Os corpos das vítimas fatais foram retirados das ferragens. 

"Eles deslocavam sentido Ponta Grossa a Curitiba, quando pararam em um congestionamento na via, atrás de um caminhão. Outro, que vinha logo em seguida, não conseguiu parar e prensou o automóvel contra o caminhão da frente", diz um comunicado divulgado pelo 1º BPM.

Os condutores dos caminhões realizaram o teste do bafômetro com resultado negativo para ingestão de álcool.

Segundo a PRF, a pista ficou interditada no período de quatro horas e meia, sendo liberada somente no início da madrugada de hoje, 19, por volta da 0h30. O congestionamento na BR-376 atingiu mais de dez quilômetros.

A PRF publicou uma mensagem de apoio a PM após o acidente. “A PRF se solidariza a família Policial Militar, neste momento de tanta dor, entendemos e rogamos preces a Deus, por sua proteção e força”.

Acidente causou interdição da BR-376 sentido Capital por mais de quatro horas. Foto: PRF/Divulgação

Motoristas dos caminhões realizaram o teste do bafômetro com resultado negativo para a embriaguez. Foto: PRF/Divulgação