Publicidade Topo

notícias

Homem agride vizinho com barra de ferro

Motivo da agressão foi um desentendimento ocorrido anteriormente por conta da água da chuva que caía do telhado de uma casa

Foto: PM/Divulgação

 Um homem agrediu o vizinho com uma barra de ferro na Vila Brasil, em Imbituva, no sábado, 9. A vítima foi atingida no braço esquerdo na altura do ombro.

Segundo informações repassadas para a Polícia Militar, o motivo da agressão foi um desentendimento ocorrido há algum tempo por conta da água da chuva que caía do telhado da casa do homem agredido no quintal do vizinho. A vítima relatou que essa situação já havia sido solucionada na época. Desde então, os vizinhos não têm contato e tiveram um desentendimento no sábado, 9. O homem agredido não quis representar contra o vizinho. Ele foi orientado sobre os procedimentos que podem ser tomados na Delegacia de Imbituva.


Ainda em Imbituva, um homem ameaçou a ex-mulher, que possui uma medida protetiva contra ele. A ocorrência foi registrada na rua Benedito Perretti, no sábado, 9. A moradora afirmou que o ex-marido deixou o local depois que constatou que ela havia acionado a PM. Antes de sair, o homem ameaçou matar a ex-mulher e sua filha, de 9 anos. Os policiais realizaram buscas e encontraram o autor da ameaça em uma esquina nas proximidades onde a mulher reside atualmente. O homem foi detido e conduzido para a 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa.

Em outra ocorrência, um morador de Imbituva disse que teve o celular furtado por um índio. O dono do celular relatou que estava se deslocando da localidade de Boa Vista até o centro de Imbituva, quando deu carona para um índio até a rodoviária municipal. Conforme relato do homem que deu carona, o autor do furto pegou o celular que estava no banco de trás no momento que descia do carro. A PM foi acionada e realizou buscas, mas não encontrou o autor do furto.

A PM de Imbituva também atendeu algumas ocorrências de perturbação de sossego nas ruas Eurico Ponte da Luz, na Vila Zezo, J.J. de Almeida, no bairro Miraluz, Delfino Pedroso Marmelo, no bairro BNH e numa tabacaria na rua dos Imigrantes, no bairro Tangará. Em todos os locais, os proprietários ou responsáveis foram informados sobre os procedimentos cabíveis e acataram as orientações para encerrar o motivo da perturbação.

Em Irati, um veículo que estava rebaixado e sem escapamento foi apreendido após abordagem entre as ruas Abílio Carvalho Bastos e Antônio Cavalin, na manhã de sábado. Ao verificarem a documentação, os policiais constataram que o licenciamento estava pendente. Por isso, o carro foi apreendido e encaminhado ao pátio da 8ª Cia.

Na rua Antônio Borazo, um homem agrediu a esposa. A vítima disse que o marido estava ingerindo bebida alcoólica e lhe ameaçou com uma faca durante o horário da janta. O homem ainda agrediu a mulher, que sofreu um pequeno corte no dedo do meio da mão esquerda. O agressor também apertou o pescoço da vítima e puxou seus cabelos.

Na área externa da casa, ele correu atrás da esposa com uma faca e disse que ia matá-la. O autor das agressões e ameaças foi localizado dentro da residência. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia, assim como a faca apreendida.

Já no início da madrugada de domingo, 10, uma mulher afirmou que foi agredida pelo marido na rua Inácio Ozinski, em Irati. A PM esteve no local, mas o autor da agressão já havia saído. Os policiais foram recebidos pelo irmão do agressor, que possuía um mandado de prisão em aberto. Por esse motivo, ele foi preso e encaminhado para a Delegacia.