Publicidade Topo

notícias

Caminhão roubado é abandonado na BR-373, em Prudentópolis

Bandidos roubaram celular e uma quantia em dinheiro do caminhoneiro, que foi deixado nas margens da BR-373

Caminhão que havia sido roubado foi abandonado nas margens da BR-373, em Prudentópolis. Foto: 4ª Cia da PM

Um caminhão Ford Cargo, que havia sido roubado, foi abandonado na BR-373, em Prudentópolis, na madrugada de quinta-feira, 14. 

O motorista relatou que dormiu dentro do seu caminhão no pátio de um restaurante em Irati. Por volta das 5h30, ele saiu sentido Guarapuava. Quando estava transitando nas proximidades da Ponte Serrada, na BR-277, o condutor percebeu que o caminhão teve problemas mecânicos e precisou fazer uma parada. Neste momento, dois homens encapuzados e portando um revólver subiram na porta da cabine e deram voz de assalto. 

Os bandidos questionaram o caminhoneiro sobre a carga. Como não demonstraram interesse na carga, os ladrões disseram ao motorista que iam abandonar o caminhão. Eles roubaram o celular e uma quantia em dinheiro do caminhoneiro, que foi deixado nas margens da BR-373, em frente a uma lanchonete, nas proximidades do trevo do Relógio. Já o caminhão com a carga foi abandonado no km 263 da BR-373. O caminhão foi devolvido ao proprietário.


Em outra ocorrência em Prudentópolis, um homem que não tem habilitação foi abordado pela Polícia Militar no momento que conduzia uma moto CBX 250 Twister na rua 12 de Agosto. Segundo os policiais, a moto estava com ruído no escapamento. Além disso, o condutor da moto estava empinando a moto na via pública. Em consulta ao sistema foi constatado que a moto possuía débitos no licenciamento. Por isso, a moto foi recolhida ao pátio da 97ª Ciretran.

Na Vila Mariana, uma mulher foi agredida pela ex-mulher do seu atual namorado. A vítima disse que foi ofendida verbalmente e agredida com socos e tapas, que causaram lesões nos seus braços.

Já na madrugada de hoje, a PM de Prudentópolis foi acionada pelo Conselho Tutelar para verificar uma situação de abandono de duas crianças no bairro Habitar Brasil. Por volta das 2 h, uma menina, de 4 anos, foi na casa de um vizinho para pedir ajuda. De acordo com informações repassadas para a PM, a criança pulou um muro que divide as casas, pois ela estava na residência com sua irmã mais nova de 1 ano. A mãe das crianças havia saído do local e deixou as meninas sozinhas. 

As crianças estavam com frio e fome. A criança mais nova estava chorando. O vizinho entrou em contato com o pai das crianças, que mora em outro local e não sabia da situação. Ele também acionou o Conselho Tutelar. Depois disso, o pai das meninas foi até o local e relatou que as crianças já foram abandonadas pela mãe outras vezes.

O homem afirmou que acompanha a situação, mas não pode se aproximar da residência, pois a mãe das crianças tem uma medida protetiva. De acordo com a PM, as crianças estavam com roupas finas e curtas e não usavam calçados. Por isso, estavam tremendo de frio. No momento do atendimento da ocorrência, a temperatura era de aproximadamente nove graus. 

Em verificação na casa, os policiais e conselheiros constataram que haviam apenas três peças de roupas limpas para as meninas usarem. As demais roupas foram jogadas em um canto fora da residência. Porém, as roupas estavam sujas e um cachorro estava dormindo em cima. Além disso, foi constatado que a cozinha da casa estava em más condições de higiene com comida estragada e sujeira.

Em função da situação verificada, as crianças foram enroladas em cobertores encontrados no imóvel para se aquecerem. Depois disso, elas foram deixadas aos cuidados do pai. A mãe das crianças não foi encontrada até a conclusão do registro do Boletim de Ocorrência por parte da PM.