Publicidade Topo

notícias

André Nogueira é pré-candidato a deputado federal pelo PT

Natural de Irati, advogado e radialista retornou ao partido neste ano e se coloca à disposição para concorrer a uma vaga na Câmara Federal/Rodrigo Zub

André Nogueira (à esquerda) ao lado do presidente estadual do PT e deputado estadual, Arilson Chiorato (à direita). Foto: Ana Paula Schreider

O advogado e radialista, André Fontoura Nogueira, é pré-candidato a deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT). O iratiense disse que retornou a legenda neste ano com a finalidade de contribuir para a construção de um projeto coletivo de desenvolvimento de políticas públicas para melhorar a situação do País.

André fez parte da Executiva Municipal de Curitiba do Partido Democrático Trabalhista (PDT) de 2017 a 2022, onde desempenhou o cargo de secretário. Em fevereiro, ele aceitou o convite para retornar ao PT. O pré-candidato explica os motivos de ter tomado essa decisão. “Fui filiado muitos anos no PT, depois quando fui para Curitiba tive um problema burocrático e acabei deixando o partido. Fui para outro partido [PDT] e retornei agora. A pré-candidatura é para você construir ideias buscando talvez uma candidatura. É isso que eu tenho feito. Eu me coloquei à disposição do partido para discutir e ajudar de alguma forma e lá na frente se a gente vai concretizar aí é uma outra história, depende de uma construção. Acho que qualquer pessoa que tem projeto de si mesmo não vai a lugar nenhum”, diz André, que se coloca à disposição para ajudar no desenvolvimento de Irati.


O pré-candidato a deputado federal lembra que alguns recursos e obras realizadas em Irati foram liberadas durante gestões do PT no governo federal. “Nós temos uma UPA [Pronto Atendimento], IFPR, instituto que prepara jovens, adolescentes para o mercado de trabalho, quando o Odilon [Burgath] foi prefeito conseguimos a reforma de mais nove unidades básicas, conseguimos a conquista de mais duas unidades novas de saúde, nós tivemos vários investimentos em pavimentação, tivemos as casas do loteamento [Jardim das Américas] são mais de 300 casas populares. Se for em qualquer farmácia, você vai encontrar a placa da farmácia popular. Se você estudar com jovens, eles tiveram acesso ao Fies [Financiamento Estudantil] para estudar fora de Irati em cursos que não são compreendidos pelas unidades de Irati e tudo isso foi num governo do PT”.

André cita que a geração de empregos é uma das principais demandas das cidades do interior do Estado. Para atender essa demanda, ele acha necessário ter representação política para dar incentivo para que as empresas se instalem em municípios como Irati. “Isso depende não só do setor local depende de um cenário político estadual, federal, que esteja alinhado, um prefeito por si só não gera emprego. Agora influência política e representatividade faz diferença. Quer um exemplo, quando o Odilon era prefeito ele tentou trazer para cá a empresa Tirol, nós não tivemos nenhum incentivo a nível de estado e federal para que essa empresa se instalasse em Irati. Basta você perceber que a empresa está em Ipiranga. Está gerando 400 empregos em Ipiranga. Faltou representatividade? Claro que é importante aqueles que sempre representam a nossa cidade ninguém é contra deputado trazer emenda pelo contrário são elas que muitas vezes salvam os setores. A gente precisa ter consciência que é possível através de projetos de lei sobretudo, a gente dar mais incentivo para o interior, gerar emprego, renda, de acordo com suas potencialidades”.

O advogado e radialista diz que faltam projetos para aproveitar as potencialidades do município de Irati, como agroindústria e o turismo. “É obvio que há uma diferença entre deputado federal e estadual. A nível estadual tem mais proximidade com o governo que faz mais obras cotidianas. Mas a nível federal é preciso defender os pequenos municípios. É o que que quero fazer. A terra que eu conheço, onde nasci, onde fui seminarista no seminário Mãe de Deus, onde minha mãe atende até hoje é atendente no restaurante Kosinski, meu pai foi confeiteiro e padeiro nos mercados em Irati, ainda moram aqui, fui criado, eu sei muito bem nossos calos e a dificuldade que a gente tem para evoluir. Irati pode evoluir basta que alguém tenha um olhar fixo no desenvolvimento dos pequenos municípios, que podem ter acesso a políticas públicas que grandes e médios já tem”.

André convida a população de Irati e da região para se filiar ao PT. A filiação pode ser feita no site do partido e depois validada pelo diretório municipal. Para o pré-candidato é necessário que as pessoas se envolvam nas discussões políticas do País para mudar a realidade atual. “Então temos o presidente Lula de volta para fazer o contraponto de todo essa tragédia, porque não é um governo é uma tragédia. [Jair] Bolsonaro não é um governo é uma tragédia. Temos o contraponto daquele que foi o melhor presidente do Brasil, então eu me sinto muito mais representado de estar ao lado de pessoas que marcham ao lado do presidente Lula pelo PT como eu já marchei um dia e tenho muito orgulho de caminhar para continuar construindo a retomada da civilidade no Brasil”.

Perfil: André Nogueira atua no rádio há mais 20 anos. Ele trabalhou nas rádios Vale do Mel FM, Najuá FM, T, Clube FM, 98 FM e atualmente está atuando na Caiobá FM, de Curitiba. Natural de Irati, ele estudou na Escola Municipal Tancredo Martins e nos colégios estaduais Duque de Caxias e São Vicente de Paulo, além de ter sido seminarista no Seminário Mãe de Deus. André também trabalha como advogado há quatro anos, tendo como sua base de atuação as cidades de Curitiba e Irati. Ele é formado pela Unibrasil, em Curitiba. 

Na política, André foi filiado ao PT de Irati de 2004 a 2012. Além disso, participou da coordenação da campanha de quatro candidatos a prefeito de Irati. André trabalhou na campanha do professor Idemar (PT) em 2004. Na época, o candidato foi o quarto colocado na disputa vencida por Sérgio Stoklos. Em 2012, ele atuou na campanha vitoriosa de Odilon Burgath, que foi eleito o primeiro prefeito do PT da história de Irati. Quatro anos depois, André participou novamente da coordenação da campanha de reeleição de Odilon, que ficou em segundo lugar atrás de Jorge Derbli. Já em 2020, o advogado e radialista auxiliou a candidata Rafaela Maria Ferencz (PDT), que ficou em terceiro lugar na disputa ao Executivo, que foi novamente vencida por Jorge Derbli.