Publicidade Topo

notícias

Inscrições para o Programa Bolsa Atleta terminam nesta sexta-feira

Interessados em concorrer a uma das 11 bolsas disponíveis devem encaminhar toda a documentação para a Secretaria de Esportes até sexta-feira, 25, às 17 horas/Paulo Henrique Sava


Termina nesta sexta-feira, 25, o prazo para os desportistas interessados se inscreverem no Programa Bolsa Atleta, promovido pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Irati. No total, 11 bolsas estão sendo oferecidas, sendo quatro para categorias de base, no valor de R$ 250 cada, três para a categoria Adulto I, no valor de R$ 500 cada, e outras quatro para a categoria Adulto II, no valor de R$ 625 cada.

Os interessados têm até as 17 horas para entregar a documentação necessária na sede da Secretaria, na Rua da Liberdade, em anexo ao Ginásio Municipal de Esportes Agostinho Zarpellon Júnior, o Batatão, conforme explicou, em entrevista à Najuá, o secretário de esportes, André Demczuk, o Dedé. “Sexta-feira agora é o prazo final para a entrega dos envelopes com toda a documentação que consta no edital do programa. O pessoal tem até sexta para protocolar o envelope lacrado aqui na Secretaria de Esportes para que, na semana que vem, façamos a abertura”, frisou.

 Dedé contou como foi o procedimento de criação do programa. “O Programa Bolsa Atleta é uma ideia que eu tenho já há algum tempo, para alguns secretários eu havia a apresentado e a coisa não tinha caminhado. Agora que eu estou à frente da pasta, conversando com o prefeito (Jorge Derbli) e com o setor financeiro, conseguimos buscar algumas formas de colaborar com os desportistas da nossa cidade. É claro que, em tudo que envolve dinheiro, temos que ter um certo cuidado, tem que ser documentado e tudo o mais. Criamos o programa, que passou pelo crivo do prefeito e da Câmara de Vereadores”, destacou.

O secretário explicou quais são os procedimentos para os interessados se inscreverem. “Então, hoje as pessoas que quiserem pleitear terão que entrar no edital, no site da Prefeitura Municipal de Irati, vai procurar e ler os anexos e depois entrar em outros anexos, que são as documentações. Você vai preencher tudo e colocar dentro de um envelope. É um processo seletivo, então se a pessoa não cumprir as etapas necessárias, automaticamente ela está eliminada. Então, ela vai ter que preencher toda aquela documentação e, se tiver alguma dúvida, procure a Secretaria de Esportes ou nossa página para que a gente tire as dúvidas. Até sexta-feira, às 17 horas, é o prazo para entrega destes envelopes lacrados. Na semana que vem, faremos a abertura e, a partir daí, começa uma segunda etapa, com análise da documentação e tudo o mais. Temos todas as datas em edital e tudo será aberto para que a população acompanhe. Aquele atleta que pleiteou, no dia da abertura dos envelopes ele poderá acompanhar para que seja um processo muito claro e correto com todo mundo”, comentou.

Depois da abertura dos envelopes, abre-se um prazo de 3 dias para que pessoas desclassificadas por falta de documentação possam entrar com recurso, caso julguem necessário. Passado este período, inicia-se um novo processo, conforme Dedé. “Nós temos uma banca que vai avaliar estes atletas, os currículos que estão sendo enviados. Eles precisam ter preenchido alguns requisitos, que é ter participado de competições representando o município no último ano e tem que ser residente em Irati. Alguns atletas que nos procuraram e estudam aqui mas residem fora. Então, estes não podem pleitear, pelo menos neste ano. São coisas que nós vamos adaptando à lei, no programa, através de decretos do prefeito municipal. O principal é que demos início, pois sabemos das dificuldades que os atletas da região têm”, frisou Dedé.

O secretário citou como exemplo destas dificuldades casos de adolescentes de 15, 16 e 17 anos, cujas famílias são de baixa renda. Na maioria dos casos, eles abandonam os treinamentos para poderem trabalhar e ajudar no orçamento doméstico.

“O que é que acontece? Um menino com 15, 16 ou 17 anos que não tem tanta condição financeira acaba deixando os treinamentos para poder ajudar em casa. Ele vai trabalhar em um mercado, como entregador, disso ou daquilo, para poder colaborar com o orçamento da sua família. Esta é uma ajuda que poderemos dar, não é muito grande, mas que pode ajudá-lo a levar um pouco de dinheiro para casa e se dedicar aos treinos para que ele se desenvolva e vire um atleta profissional. Se isto não acontecer, que possamos ajudá-lo nesta fase importante de sua vida”, afirmou.

Do total de bolsas, pelo menos 10% devem ser voltadas a paratletas do município. Atletas de todas as modalidades poderão concorrer. Jovens que estão nas categorias de base e que já representaram o município na categoria adulto podem optar por pleitear bolsas também nesta categoria, segundo Dedé.

“Vamos dizer que nós temos a equipe de voleibol feminino de Irati disputando o Campeonato Paranaense. No ano passado, tivemos uma atleta de 17 anos jogando, e ela pode pleitear a bolsa tanto como categoria de base quanto adulto. Ela vai fazer uma opção por uma ou por outra e se inscreve em uma delas. Como ela participou de campeonato estadual, representando o município no ano passado, pode pleitear uma bolsa adulta também, porém tem que entender que seu currículo vai ser comparado com o de outros atletas. Se ele não for tão bom quanto os dos demais, talvez na base o currículo dela seja melhor e no adulto não. Tudo isto tem que ser levado em consideração”, comentou.


Mesmo com a abertura de 11 bolsas, Dedé afirmou que elas somente serão totalmente preenchidas se os candidatos apresentarem toda a documentação necessária. “Elas têm que ser preenchidas de acordo com o edital do programa. Se, de repente, tivermos apenas oito que atendam o edital, estes serão contemplados e os outros não”, frisou.

O período de cada bolsa pode ser de até um ano, dependendo da duração das competições em cada modalidade. “Nós dependemos da análise da temporada de cada um, que pode chegar a dezembro, novembro ou se mantenha por um ano. Tudo isto, a comissão julgadora, formada por integrantes da Secretaria de Esportes e da Prefeitura vai avaliar. Temos todas as datas, inclusive da reunião da junta desta comissão para que seja feito todo este processo”, destacou.

Caso haja mais pessoas classificadas que a quantidade de vagas, será feita uma seleção dos 11 contemplados. “Vamos dar um exemplo: se tivermos 15 pessoas que contemplem tudo, apresentaram toda a documentação no prazo correto, está tudo certinho, mas temos apenas 11 bolsas, elas vão passar pelo crivo da comissão. Ela vai definir quem são as pessoas que serão contempladas, levando em consideração o currículo, o tempo que disputa e representa o município, os resultados mais expressivos e o número de competições. É importante constar tudo isto no currículo do atleta, pois ele vai ser avaliado por isto. Se tiverem 15 pessoas com a possibilidade de receber e temos 11 bolsas, quatro vão ficar sem”, frisou.

Não haverá prorrogação do prazo de entrega dos envelopes. O edital com todos os detalhes sobre o programa está disponível no site da Prefeitura de Irati.

Secretário de Esportes e Lazer de Irati, André Demczuk, o Dedé. Foto: Paulo Henrique Sava