Publicidade Topo

notícias

Duas pessoas morrem após acidentes em rodovias da região

Em um dos acidentes, homem morreu após colisão entre dois caminhões. Já a outra vítima foi o condutor de uma moto que se envolveu numa batida contra um caminhão

Motociclista morreu após acidente na BR-376, em Tibagi. Foto: PRF/Divulgação

Duas pessoas morreram após acidentes em rodovias da região dos Campos Gerais, nesta quinta-feira, 24. Na BR-373, em Ponta Grossa, foi registrada uma colisão traseira envolvendo dois caminhões na Avenida Souza Naves, no perímetro urbano da rodovia, por volta da 1 h da madrugada. 

Conforme apurado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), um caminhão Scania baú, de Londrina, que estava carregado de carne, colidiu na traseira de um veículo Mercedes Benz, de Santa Helena/PR. O motorista da Scania, de 49 anos, que residia em Rolândia, não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Um homem, de 40 anos, conduzia o Mercedes Benz. Ele não sofreu lesões, mas precisou ser encaminhado para o hospital com crise emocional. 

Equipes do Corpo de Bombeiros e do SAMU prestaram atendimento no local do acidente. Segundo a PRF, foi necessário cortar as ferragens para retirar o corpo da vítima. Depois disso, ele foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa.


A pista da direita sentido bairro/centro chegou a ser fechada para possibilitar o transbordo da carga e retirada do caminhão acidentado.

Já na BR-376, em Tibagi, um motociclista morreu após se envolver em um acidente com um caminhão na manhã de quinta-feira, 24, no quilômetro 452 + 200 metros da rodovia. De acordo com a PRF, o condutor da moto Honda Biz, de 28 anos, seguia pelo acostamento no sentido Imbaú/Ponta Grossa, quando perdeu controle da direção, invadiu a pista de rolamento e colidiu na lateral de um caminhão Volvo FH, de Campo Grande/MS, que estava atrelado a dois semirreboques tanque carregados com etanol e que seguia no mesmo sentido da rodovia. Não houve danos com o caminhão tanque e nem com a carga transportada, conforme a PRF. 

A moto, que havia sido emplacada em Telêmaco Borba, foi recolhida ao pátio contratado da PRF. O motorista do caminhão, de 48 anos, não se feriu. Ele realizou o teste do bafômetro com resultado negativo para ingestão de álcool. Profissionais do IML de Ponta Grossa e da perícia técnica estiveram no local realizando os procedimentos cabíveis. O corpo do motociclista foi encaminhado para o IML.

Motorista de caminhão Scania morreu após colidir na traseira de outro caminhão na BR-373, em Ponta Grossa. Foto: PRF/Divulgação

Ocorrências em Prudentópolis: Em Prudentópolis, um homem que conduzia uma moto com a habilitação vencida desde 30 de maio de 2021 foi abordado na Avenida São João, no centro da cidade, na manhã de quinta-feira, 24. 

Segundo a PM, o condutor da moto Honda CG 150 estava transitando com o silenciador do motor ineficiente. Além disso, a moto possui débitos na documentação desde 2017 e estava com a placa quebrada e o lacre rompido. A moto foi apreendida e recolhida ao pátio da 97ª Ciretran de Prudentópolis. Já o condutor foi liberado no local.

Em outra ocorrência em Prudentópolis, um homem caiu em um golpe durante a negociação para compra de um carro e transferiu R$ 5.800 para um estelionatário. A situação foi registrada na tarde de terça-feira, 22. O homem enganado disse que estava comprando um veículo Celta. Para efetivar a transação, ele contou com “auxílio” de um intermediário para realizar o procedimento via WhatsApp. De acordo com o boletim de ocorrência, vendedor e comprador não conheciam essa terceira pessoa. 

No momento que se encontraram para realizar a vistoria e a transferência do veículo, vendedor e comprador foram induzidos para não falarem sobre preço do automóvel. Na hora de pagar o veículo, o comprador fez uma transferência bancária via pix para o golpista no valor de R$ 5.800. O vendedor confirmou as informações. A vítima foi orientada para entrar em contato com as instituições financeiras que realizaram as operações visando recuperar o dinheiro.