Publicidade Topo

notícias

Região Centro-Sul termina 2021 com mais empregos gerados do que demissões

Apesar de um mês de dezembro com resultados negativos, o ano de 2021 terminou com mais empregos do que demissões nos municípios da região/Karin Franco

Imagem de funcionário trabalhando no setor de construção civil. Foto: Jussara Harmuch

A região Centro-Sul fechou o ano de 2021 com um saldo positivo de empregos. O resultado vem após um mês difícil na região, onde apenas dois municípios conseguiram gerar mais vagas do que demissões em dezembro. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

No acumulado do ano, todos os municípios fecharam 2021 com mais admissões do que demissões. Ao todo, foram 18.152 pessoas contratadas e 15.766 pessoas demitidas durante o ano.

No resultado geral, os maiores empregadores, também foram os que mais tiveram demissões. É o caso de Irati, Imbituva e Prudentópolis. Mesmo assim, esses foram os três municípios que fecharam o ano com os maiores saldos positivos da região.

O maior saldo positivo de empregos foi em Prudentópolis, que terminou o ano com 3.742 vagas geradas e 2.973 demissões, finalizando com um saldo positivo de 769 vagas. Em seguida, está Imbituva, que finalizou o ano com um saldo positivo de 437 vagas, sendo registradas 4.610 admissões e 4.173 demissões. Em terceiro lugar ficou Irati com um saldo positivos de 300 vagas. No ano, foram 4.846 contratações e 4.546 demissões.

Quer receber conteúdo local da Najuá? Confira a descrição do grupo 

O resultado positivo no saldo de empregos também se repetiu em outros municípios da região. Em Mallet, o saldo foi de 256 vagas, sendo que foram 1.238 admissões e 982 demissões. Em Inácio Martins, foram 864 admissões e 673 demissões no ano, com um saldo positivo de 191 vagas. Já em Rebouças, o saldo positivo foi de 151 vagas, sendo 854 contratações e 703 demissões.

Em Teixeira Soares, o saldo positivo foi de 119 vagas, sendo 623 admissões e 504 demissões. Em Guamiranga, foram 333 contratações e 249 demissões, fechando o ano com o saldo positivo de 84 vagas. Em Fernandes Pinheiro, o saldo do ano foi de 51 vagas de trabalho, com 255 admissões e 204 demissões. Já em Rio Azul, o ano terminou com o saldo positivo de 28 vagas, com 787 contratações e 759 demissões.
Tabela mostra número de contratações e demissões na somatória dos 12 meses de 2021

Apesar de um ano com resultado positivo, o último mês do ano não foi fácil para a região. Somente Fernandes Pinheiro e Rebouças terminaram o mês de dezembro com mais empregos do que demissões.

Em Fernandes Pinheiro, dezembro terminou com um saldo positivo de nove vagas, sendo que o mês registrou 19 admissões e 10 demissões. Já em Rebouças, o saldo foi de quatro vagas, com 42 contratações e 38 demissões.

Nos demais municípios, o resultado foi negativo, com as cidades terminando dezembro com mais desemprego do que contratação.

O maior saldo negativo ficou com Imbituva, que terminou o mês de dezembro com um saldo negativo de 51 vagas no mercado de trabalho. Durante o mês, foram 280 demissões, perante 229 contratações.

Em seguida está Irati, que registrou 427 demissões em dezembro, contra 380 contratações, o que originou o saldo negativo de 47 vagas. Prudentópolis foi o terceiro município com maior saldo negativo, tendo 238 demissões e 212 contratações, que geraram o saldo negativo de 26 vagas. Rio Azul também gerou um saldo negativo de 24 vagas, com 60 demissões e 36 contratações.

Nos demais municípios, o saldo negativo foi menor. Em Inácio Martins, o saldo foi de menos 13 vagas, sendo que foram 72 demissões, perante 59 contratações. Em Mallet, o saldo negativo foi de menos oito vagas, com 85 demissões e 77 contratações.

Já Guamiranga e Teixeira Soares terminaram o mês de dezembro, ambos, com saldo negativo de três vagas. Em Guamiranga, o saldo negativo veio após o registro de 20 demissões e 17 admissões. Em Teixeira Soares, foram registradas 37 demissões e 34 contratações.

Além dos números de registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o Caged também reúne dados do e-Social e do Empregador Web. Os números também podem ser atualizados por empregadores durante os meses.
Tabela mostra número de pessoas contratadas e demitidas na região no mês de dezembro