Publicidade Topo

notícias

Obras do novo Ginásio de Esportes de Irati devem ser retomadas somente em 2023

Estimativa do secretário de esportes André Demczuk, o Dedé, é de que o processo licitatório esteja concluído até o final de 2022. Custo poderá chegar a R$ 7,5 milhões. Obra está paralisada desde 2013/Paulo Henrique Sava
Obras do novo Ginásio de Esportes de Irati, paralisadas desde 2013, devem ser retomadas em 2023. Foto: Paulo Henrique Sava 

As obras do novo Ginásio de Esportes de Irati, paralisadas desde 2013, devem ser retomadas apenas em 2023. O custo atualizado pode chegar a até R$ 7,5 milhões para a conclusão. Segundo o secretário de Esportes e Lazer do município, André Demczuk, o Dedé, será necessário solicitar recursos junto às esferas estadual e federal para a continuidade dos trabalhos.

“Esta ainda é uma briga. Aí, nós vamos, neste período que teremos para fazer a planilhas de gastos, que está sendo feita pelo setor de planejamento, ver se vai sair dinheiro do próprio município, do Estado ou de onde vamos conseguir. Estamos lutando e temos algumas coisas em mente para que logo possamos resolver isto tudo”, frisou.

A obra foi repassada pelo estado ao município no final de 2020. Na época, o município abriu uma licitação com um valor máximo de R$ 5,5 milhões. Uma empresa venceu o processo ao oferecer os serviços por R$ 4,7 milhões. Porém, ela acabou desistindo da obra por considerar o valor inviável para a execução do serviço. O mesmo aconteceu com a 2ª e a 3ª colocadas no processo licitatório, conforme explica Dedé.

“Passou um processo moroso de tentativa de que a empresa assinasse o contrato e fizesse a obra, pois participou da licitação e deu o desconto, mas isto não foi possível e ela realmente desistiu. A 2ª e a 3ª empresas que participaram foram chamadas e deram preço cheio, de R$ 5,5 milhões. Porém, por elas não terem vencido a licitação, pela Lei de Licitações, elas são obrigadas a pegar a obra pelo preço da primeira, e nenhuma achou viável também. A partir deste momento, necessitaria de uma nova licitação”, frisou.

Segundo o secretário de Planejamento e Coordenação, João Almeida Júnior, a empresa se recusou a assinar o contrato assim que venceu a licitação. Porém, ela não foi multada pelo município. “Como foi uma recusa injustificada, nós, da Prefeitura, notificamos a empresa, ela está proibida por dois anos de participar de qualquer licitação em Irati, notificamos o Tribunal de Contas (TCE-PR), que irá tomar as medidas cabíveis com outras prefeituras de outros municípios, para ela não poder participar de licitações. Porém, como ela não havia assinado o contrato, não pudemos fazer nenhuma multa financeira com esta empresa, porque ela se recusou na fase pré-contrato. Mas, como ela gerou um prejuízo ao município, nós a notificamos e a transformamos em inidônea ao município de Irati e notificamos ao TCE-PR”, justificou.  

A pandemia de Covid-19 e os investimentos feitos na área da saúde fizeram com que a obra do novo ginásio fosse deixada de lado, uma vez que, naquele momento, não seria uma prioridade. Diante desta situação, Dedé acredita que todo o processo licitatório deve estar concluído até dezembro de 2022, se não houver atrasos.

“Agora que tudo deu uma melhorada e a gente conseguiu, nesta reunião, conversamos com o prefeito. O processo licitatório já está sendo refeito com suas planilhas de custos. É um processo demorado porque é uma obra grande, tem que ser avaliado o que pode ou não ser aproveitado e tudo o mais, e teve muito aumento do material de construção que vai ser utilizado para o término. Então, acreditamos que a planilha será finalizada até o meio do ano”, comentou.

Como 2022 é ano de eleições, caso haja qualquer atraso neste processo, a obra poderá ser atrasada, uma vez que não pode haver transferência de recursos da União a estados e municípios por um período de três meses antes da eleição. “O que vai acontecer é que a nossa ideia é de fazer toda a planilha de custos até o meio do ano, iniciar o processo licitatório do meio para o final do ano para que cheguemos até lá com a licitação pronta. Aí, a partir de 2023 poderemos reiniciar as obras do Ginásio com a empresa vencedora da nova licitação”, comentou.


Troca de pisos nos ginásios já existentes - Os ginásios já existentes, o Batatão e o Fortunato Colaço Vaz, no bairro Rio Bonito, terão seus pisos substituídos nos próximos dias. No total, serão investidos R$ 301 mil, oriundos de emenda parlamentar do deputado federal Aliel Machado. Segundo Dedé, estas obras são necessárias porque as placas e marcações da quadra do ginásio Batatão estão defasadas há bastante tempo. Além disso, o piso é bastante liso e precisa de manutenção constante com um produto que custa caro. Já o ginásio do bairro Rio Bonito tem uma quadra com piso bruto de cimento. Depois, foi feita uma pintura com tinta emborrachada. Os novos pisos serão modulares, a exemplo dos utilizados nos ginásios Gilmar Agibert, em Prudentópolis, e Joaquim Prestes, de Guarapuava.

“Foi uma demanda na qual fizemos um pedido ao deputado e ele prontamente nos atendeu. Depois do processo, que sabemos que é moroso pelo poder público, recebemos a notícia de que a obra já entrou em processo de licitação, que será no dia 22 de fevereiro. Assim que ela terminar, teremos um prazo de 30 dias para o início das obras. Então, provavelmente, é a nossa ideia, as finais da Copa Imprensa e da Copa Wisa sejam feitas com os pisos novos nos dois ginásios”, frisou.

Quadra do Ginásio de Esportes Batatão receberá novo piso modular. Foto: Paulo Henrique Sava

Algumas empresas especializadas informaram que o processo para troca dos pisos demora cerca de uma semana em cada ginásio, conforme Dedé. “Acreditamos que, de repente, nas finais, se dermos uma segurada de quarta até domingo, eles vêm e conseguem terminar tudo, e na segunda-feira o piso já está montado. Que seja o prazo de uma semana para estejamos com tudo pronto. Daí, partimos para o outro ginásio para não precisar parar nada”, pontuou.

Quadra do Ginásio de Esportes Fortunato Colaço Vaz, no bairro Rio Bonito, também receberá novo piso. Foto: Paulo Henrique Sava

Novos ônibus - A Prefeitura de Irati também analisa a possibilidade de adquirir dois novos ônibus para o transporte de atletas para a Secretaria de Esportes. Na próxima quarta-feira, 16, Dedé e o prefeito Jorge Derbli (PSDB) se deslocarão até Santa Catarina para avaliarem dois veículos.

“A ideia da Prefeitura Municipal de Irati é que, devido a tantas demandas e processos que tivemos, temos um ônibus que é bom e nos atende bem, porém é antigo. É natural que precisemos fazer a manutenção dele muitas vezes, e o custo nós sabemos como funciona. A ideia é trazer dois ônibus novos para a Secretaria de Esportes. Já vimos fotos, demos uma analisada em todo o material que veio destes ônibus, marcamos uma ida até lá para ver toda a parte estrutural deles, para que, de repente, possamos abrir um processo licitatório. Quem sabe, até o meio do ano, tenhamos dois ônibus novos para a Secretaria de Esportes”, finalizou.

Confira abaixo mais imagens da situação atual da obra do novo Ginásio de Esportes de Irati.

Fotos: Paulo Henrique Sava

Estrutura de ferro que dá sustentação ao teto do ginásio



Entrada do ginásio


Parte interna do ginásio