Publicidade Topo

notícias

Nova diretoria do Clube Atlético União Olímpico é empossada

Modernização do clube, instalação de piscina e retomada do futebol amador estão entre os projetos da nova diretoria/Karin Franco, com reportagem de Ademar Bettes

Imagem mostra integrantes do conselho deliberativo do Clube Atlético União Olímpico. Foto: Ademar Bettes

A nova diretoria do Clube Atlético União Olímpico foi empossada na quarta-feira (09), em Irati. Entre os projetos da nova diretoria está a modernização do clube, a instalação de uma nova piscina e a retomada do futebol amador.

O novo presidente, Maurício Gotlieb, destacou que é possível modernizar ainda mais a gestão do clube. “O clube vem de uma administração muito boa. Tivemos vários presidentes reunidos que fizeram realmente o que o clube tem evoluído. O clube está em constante evolução e precisamos também evoluir. Queremos agora traçar uma estratégia para o clube de uma administração moderna, de uma administração em gestão, com tecnologia. Isso vai trazer para os associados, eu creio que nós vamos transformar o clube realmente num patamar que ele precisa estar”, disse Maurício durante entrevista à Najuá.

Um dos projetos que deve ter continuidade é a instalação de mais uma piscina fria. O projeto já havia iniciado na gestão do ex-presidente Walter Lourenço, falecido no ano passado, e que deve ser homenageado pelo clube. “Essa questão da piscina já estava no projeto de gestão dele e queremos realmente fazer porque o clube tem espaço e tem necessidade. Realmente, o número de associados está tendendo a crescimento e precisamos avançar dando mais espaço. Essa piscina vai transformar, temos até uma vontade de fazer até mais recreativo, com toboágua. O projeto já existe e queremos ver se executamos, pelo menos o início desse projeto na nossa gestão”, conta.


O futebol amador também está nos planos da nova diretoria. “Eu creio que podemos ativar e trazer o futebol amador com mais força. Eu creio que agora essa pandemia está se dissipando e temos a esperança e a fé que possamos viver mais normalmente. Aí os eventos de futebol a gente quer, o esporte, o clube tem uma veia no esporte, então queremos futebol, natação. Queremos trazer mais quadras, mais poliesportivo aqui e eventos mesmo. Trazer, não só os associados, como o clube beneficiar a cidade com os eventos”, explica o novo presidente do Olímpico.

Maurício Gotlieb assumiu a presidência do Conselho Administrativo do Olímpico para o biênio 2022-2023. Foto: Ademar Bettes

Apesar do esporte estar nos planos da nova diretoria, o investimento na parte social deverá continuar. “Por enquanto, vamos permanecer ainda com a parte social do clube. Temos a intenção de fazer uma nova piscina fria e muitos outros projetos estão em vista, que agora soltamos por conta do Mauricio e do Guilherme para realizações dessas novas obras ao clube”, explica Epaminondas Brás Martins, integrante da diretoria do Olímpico.

O ex-presidente do Olímpico, Ico Ruva, destacou que a diretoria enfrentou um dos momentos mais difíceis do clube que foi a pandemia de coronavírus. Para não demitir nenhum funcionário, o clube acabou tendo que usar recursos guardados em caixa. “Como nós tomamos uma decisão de, durante a pandemia, não dispensar nenhum funcionário, porque nossos funcionários todos são excelentes, trabalham realmente pelo amor pelo clube, então nós resolvemos não dispensar nenhum funcionário e isso fez com que nosso dinheiro aplicado praticamente se acabasse. Realmente, tivemos um pouco de dificuldade, mas vencemos. E graças a Deus, entregamos agora ao Maurício, o novo presidente, com um pouco de dinheiro em caixa e com apoio que acredito que ele agora vai poder tocar com tranquilidade”, explicou.

Mesmo assim, a gestão conseguiu realizar algumas melhorias no clube. “Nós tínhamos um caixa bom, quando o ex-presidente Walter nos deixou, nós conseguimos construir a Secretaria, fizemos uma reforma no bar, reformamos as arquibancadas, reformamos os bancos de reservas do suíço e do campo grande. Inclusive cortamos aqueles túneis que eram antigênicos. Tudo isso, não sozinho, mas com todos os diretores. Mas a pandemia infelizmente nos comeu muito o dinheiro que tínhamos em caixa para algumas obras que era a cancha de areia, de repente mais uma piscina, aumentar os quiosques, fazer uma área Pet”, conta Ico.

O Conselho Administrativo da nova diretoria do Clube Atlético União Olímpico para o biênio 2022-2023 ficou com a seguinte formação: Diretor Presidente - Maurício Gotlieb; Diretor Vice-Presidente - Alberto Domingos Ruteski; Diretor Orador - Epaminondas Brás Martins; Diretores Secretários - Sérgio Lourenço de Souza e Mário Francisco Bozza; Diretores Tesoureiros - Sérgio Luiz Bora e Anselmo Krupeizaki; Diretores de Esporte - Frederico Ruva Neto e Roberto Ledesma Aleixo; Diretores de Patrimônio - Júlio Cézar Luiz Da Silva e Waldemar Lourenço de Souza; Diretores de Piscinas - Antonio Alceu Jacopetti e Edilson José Elias; Diretores de Sauna - Olga Lubaczevski Mazur e Jonacir Evaldo Winkler.

O Conselho Deliberativo efetivo é formado por: Epaminondas Brás Martins; Antonio Komnitski; Waldemar Lourenço de Souza; Júlio Cézar Luiz da Silva; Anselmo Krupeizaki; Fábio Daniel Gomes Komnitski; Roberto Ledesma Aleixo; Sebastião Dino Filho; Antonio Luiz Fabris; Ivo Felchak; Roberto Thomaz ; Alberto Domingos Ruteski; Félix Sikora; Frederico Ruva Neto; Sérgio Luiz Bora; Enezito Ruppel; Antonio Alceu Jacopetti; Mário Francisco Bozza; Mariano Specht; Rogério Turczyn e Olga Mazur. Os suplentes são Isaurino Daniel Cordeiro; José Siqueira Rosas Júnior; Juliano Jorge Marcondes; José Rosan Borges; Giovani Daniel Aleixo; Robson Krupeizaki; Luiz Augusto Gadens; Alceu Rigoni; Jair Kulitch; Ademar Antonio Bettes e Sérgio Hryszko.