Publicidade Topo

notícias

Homem recebe multa de R$ 1.081 por deixar cavalos soltos em Irati

Quatro cavalos invadiram o pátio de uma residência na Vila Raquel

Ocorrência de cavalos soltos em Irati foi atendida pela Guarda Municipal (foto). Imagem: Paulo Sava


Um homem recebeu uma multa de R$ 1.081,80 por deixar quatro cavalos soltos em Irati. Os animais invadiram o pátio de uma residência na Vila Raquel, na tarde de quinta-feira, 11.

Os guardas municipais haviam acionado o responsável pelo recolhimento dos animais. No entanto, o dono dos cavalos esteve no local e foi orientado sobre a legislação existente. Sendo assim, ele foi multado.

Ainda em Irati, a Guarda Municipal conduziu três homens para a Delegacia por porte ilegal de drogas. Eles estavam no Parque da Vila São João quando foram abordados na noite de quinta-feira, 10. Um deles possuía quatro porções de maconha. Mais uma porção de maconha foi jogada pelos suspeitos antes da abordagem. Segundo a Guarda Municipal, um dos homens já possui algumas passagens pela polícia por tráfico de drogas.


Em Imbituva, um homem conseguiu localizar seu veículo Ford Belina que havia sido furtado. O carro estava na rua Maximiniana Penteado, nas proximidades da esquina da rua Imigrantes. Segundo o proprietário, o veículo estava sem bateria e com um dano abaixo do volante. A PM orientou o morador para encaminhar o carro para a Delegacia.

Em outra ocorrência, um homem procurou o 3º Pelotão da PM para comunicar que seu cachorro foi atingido com disparos de arma de fogo na quarta-feira, dia 9. Conforme o morador, vizinhos da chácara onde estava o animal ouviram alguns tiros. No mesmo dia, o responsável em cuidar da propriedade observou que o animal estava deitado no canil. Mesmo assim, ele não percebeu que o cachorro estava ferido. Na quinta-feira, 10, o animal foi levado para um veterinário, pois não estava bem. 

Na clínica foi constatado que havia duas perfurações no animal, sendo uma na barriga e outra nas costas. Após exames de raio x e tomografia foi constatado que os órgãos vitais do cachorro estavam comprometidos. A dona do animal não soube informar quem foi o autor do disparo. Ela foi orientada sobre as medidas que devem ser tomadas na Delegacia.

Ainda em Imbituva, a PM recebeu informações que havia ocorrido uma briga generalizada e uma pessoa estava com uma espingarda. Os policiais conversaram com um homem no endereço indicado. Ele relatou que teve um desentendimento familiar com sua mãe. Na sexta-feira, 11, o irmão dele esteve na residência da família para tirar satisfação da situação. Ele possuía uma espingarda e apontou a arma em sua direção dizendo que ia matá-lo. O autor da ameaça deixou o local antes da chegada da PM.

Os policiais realizaram buscas na casa dele, mas nenhuma arma foi encontrada. O homem afirmou que mora com sua mãe e discutiu com o irmão em virtude da briga que ocorreu anteriormente. O morador relatou que não possui arma. Porém, a tia dele disse que o sobrinho foi até a casa do seu irmão com uma espingarda. A equipe da 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa orientou a PM de Imbituva para intimar os envolvidos no desentendimento para prestarem depoimento posteriormente.

Um outro caso de ameaça foi registrado em Imbituva. Um homem disse que teve a residência invadida por uma pessoa que ameaçou matá-lo com uma arma. O autor da ameaça teria acusado o morador de ter furtado uma bateria do seu carro. O homem conseguiu fugir para rua e acionou a PM. Os policiais realizaram buscas, mas não encontraram o autor da ameaça.

Em Teixeira Soares, a PM cumpriu um mandado de prisão na tarde de sexta-feira, 11. Na ocasião, a equipe abordou dois homens nas margens da PR-438, na localidade de Guabiroba. Um deles possuía um mandado de prisão em aberto. Por isso, ele foi detido e conduzido para a cadeia Hildebrando de Souza, em Ponta Grossa.