Publicidade Topo

notícias

Em reunião, prefeitura de Irati anuncia cessão de imóveis para a ONG Amigo Bicho

Em um terreno com área de pouco mais de 30 mil m², município irá construir um canil para abrigar até 200 cães. Outro local será reformado na área urbana para continuar abrigando a sede da instituição/Paulo Henrique Sava
Em reunião na tarde desta quinta-feira, 03, o prefeito Jorge Derbli (PSDB) anunciou a cessão de uso de dois imóveis por tempo indeterminado para a ONG Amigo Bicho. Foto: Paulo Henrique Sava

A Prefeitura de Irati anunciou na tarde desta quinta-feira, 03, a cessão de uso de dois imóveis por tempo indeterminado para a ONG Amigo Bicho. O município cederá uma área de 30.280 m² nas proximidades do kartódromo de Irati, onde será construído um canil para abrigar até 200 cães. A previsão é de que sejam investidos, no máximo, R$ 500 mil nesta obra. O prefeito Jorge Derbli (PSDB) também anunciou que o Executivo irá repassar um chalé, localizado nas proximidades do Morro da Santa, onde ficará localizada a sede da ONG. O local será reformado, com recursos próprios na ordem de R$50 mil.

Em entrevista, Derbli ressaltou que irá até Curitiba na próxima semana para conversar com o governador Ratinho Júnior e solicitar recursos para a construção do canil. “Buscaremos recursos já na próxima semana para a construção de um canil municipal, onde teremos um local adequado para levar todos estes animais que estão em uma propriedade particular às margens da BR 277”, frisou.

Segundo o prefeito, é preciso limitar a quantidade de animais no local por conta do aumento constante da quantidade de cães soltos no município. “Nós temos que ter um limite porque, se nós tivermos um local para 100, 200 ou 300 cachorros, a demanda sempre vai ser maior. Eu falei em uma estrutura para atender em torno de 200 animais no máximo, pois sabemos que as pessoas não se conscientizam, os animais estão procriando e elas estão soltando nas ruas, então é para termos um limite máximo de 200 cachorros neste local”, comentou.

A cessão deste terreno precisa ser formalizada através de um Projeto de Lei, que será enviado à Câmara na próxima semana. Bernadete Joffe, presidente da ONG Amigo Bicho, recebeu a notícia com bastante alegria. “Vínhamos alinhavando este assunto desde o ano passado. Em outubro, a SOS Amigo Bicho fez uma solicitação com requerimento à Prefeitura, e hoje esta reunião chegou a este objetivo, que é de, mais tarde, termos um local cedido pela Prefeitura e a construção deste ambiente pela gestão municipal”, comentou.

Atualmente, a ONG abriga 170 cachorros em um barracão localizado na propriedade do empresário e ex-vereador Rogério Kuhn, nas proximidades da BR 277. De acordo com Bernadete, o local apresenta vários problemas estruturais. “Estamos com vários problemas de estrutura e acreditamos que, com esta oferta da Prefeitura Municipal de Irati, parte de todo este problema será sanado”, pontuou.

A secretária de Ecologia e Meio Ambiente, Magda Adriana Lozinski, enalteceu o anúncio feito pelo Executivo. “Hoje, conseguimos concluir o pedido de cessão de uso de um imóvel para a construção de um canil, que auxilia a ONG na questão dos cuidados dos animais”, pontuou.

Para conhecer um pouco mais do trabalho da ONG Amigo Bicho, saber os meios para fazer uma doação ou adotar um animal, clique aqui


Cessão de uso do chalé - Sobre a cessão de uso do chalé no Morro da Santa, Derbli ressaltou que a ONG já utiliza o imóvel, mas não de forma oficial. “Estaremos também mandando um projeto para a Câmara, cedendo este espaço e fazer uma pequena reforma para que a ONG tenha sua sede. Nós temos que ter um local, um endereço da ONG Amigo Bicho, visto que eles já estão ali há muito tempo, mas não está adequado. Então, nós vamos adequar este local e oficializar esta sede”, comentou.

Bernadete ressaltou que a ONG não possui um espaço apropriado para deixar as roupas arrecadadas para o bazar e nem para receber as doações de ração. Por isso, a proposta feita pelo município agradou a diretoria da entidade. “Esta proposta de uma possível reforma, já que temos este local e para nos mantermos lá com uma estrutura adequada, é uma ideia que nos agrada bastante e esperamos que isto se concretize”, comentou.

Segundo a secretária Magda, o objetivo da prefeitura, com a cessão de uso do chalé, é de criar um ponto de referência, para que a população saiba onde levar suas doações de ração e roupas para o bazar. “É um local para auxiliar os trabalhos da ONG, que são de grande valia para a população e para o município de Irati. A prefeitura, mais uma vez, é parceira da ONG Amigo Bicho”, frisou.

Subvenção – No ano passado, a Câmara de Irati aprovou um projeto de lei autorizando o município a fazer o repasse de uma subvenção no valor de R$ 84 mil por ano para a ONG. Este valor foi dividido em parcelas mensais de R$ 7 mil. Os pagamentos tiveram início em outubro. O plano de trabalho elaborado prevê a utilização destes recursos somente para custear serviços veterinários. Entretanto, Bernadete lamenta o fato de que o valor cobre apenas uma parte dos custos com este tipo de serviço.

“No mês de dezembro, chegamos a gastar R$ 11 mil em uma clínica e R$ 4,5 mil em outra. É um valor que agrega, mas não colabora no valor total devido ao custo dos atendimentos e principalmente das cirurgias ortopédicas por atropelamento. Normalmente, elas custam acime de R$ 1mil, podendo chegar a até R$ 3 mil. Nós sempre fazemos a avaliação da possibilidade deste animal voltar a andar e ser doado. Quando realmente não existe a possibilidade de cura com prognóstico melhor, é feita a eutanásia”, comentou.

Dívidas e caixa vazio - Quando Bernadete assumiu a presidência, a ONG tinha cerca de R$ 120 mil em dívidas. Deste total, foram pagos R$ 75 mil. Porém, algumas contas em clínicas veterinárias ainda não foram pagas, uma vez que a entidade não tem recursos para quitar estes débitos. Por conta disto, os animais estão sem atendimento veterinário temporariamente. “Não temos nada em caixa, tanto é que fizemos uma solicitação através de uma publicação no início de janeiro para conseguirmos pagar as clínicas, pois estamos sem atendimento veterinário por ausência de pagamento”, lamentou.

A presidente do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (CONDEMA), Carla Mosele, classificou os anúncios feitos pelo prefeito Derbli como grandes vitórias. “Isto foi uma vitória porque foi o primeiro passo. Quer dizer que os outros serão consequências”, afirmou.

Conscientização - Carla também ressaltou que a população precisa se conscientizar e não abandonar os animais. “Eu vejo que o pessoal pega um animal enquanto ele é pequenininho, bonitinho, ele fica ali. A partir do momento em que ele começa a dar problema, as pessoas pensam que é melhor jogar o problema fora, mas elas criam um problema fora de casa”, finalizou.

Mudanças na lei de Gestão Animal - Em 2021, a lei de Política Municipal de Gestão Animal de Irati foi revisada e sofreu modificações. A lei nº 4935/2021 foi sancionada pelo prefeito Jorge Derbli (PSDB) e publicada no Diário Oficial no dia 12 de novembro.

A principal mudança foi a criação de um Conselho de Proteção e Bem-Estar de Animais, no lugar de um Programa Municipal de Gestão de Animais. O conselho reunirá representantes das Secretarias de Ecologia e Meio Ambiente; de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar; de Educação e da Vigilância Sanitária. A pré-conferência deve ser realizada no dia 17 ou 18 de fevereiro, e a primeira conferência está prevista para 13 de março. O conselho será composto por cinco representantes da sociedade civil organizada e cinco representantes do Setor Produtivo e Veterinário.