Publicidade Topo

notícias

PRF registra aumento de acidentes em operações de fim de ano

Operações de Natal e Ano Novo registraram 26 acidentes, com 31 feridos e quatro mortes/Karin Franco, com reportagem de Paulo Henrique Sava

PRF verificou aumento das ocorrências de acidentes nas operações de Natal e Ano Novo de 2021-2022. Foto: Divulgação PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) verificou um aumento das ocorrências nas operações de Natal e Ano Novo. “Tomando por base os números de 2020 e 2021, houve sim um incremento no número de acidentes, mortes e feridos”, conta o representante do Núcleo de Policiamento e Fiscalização da Delegacia PRF de Ponta Grossa, Carlos Bach.

Uma das explicações é o aumento do movimento nas rodovias devido à flexibilização e a liberação dos pedágios. “Para o ano de 2021, temos de levar em considerações duas importantes variáveis: o relaxamento das restrições impostas pela pandemia de Covid-19 e o término das concessões de pedágio nas rodovias do Anel de Integração. Estes dois fatores contribuíram e muito para o aumento considerável do fluxo de veículos durante as festividades de Natal e Ano Novo. E consequentemente contribuíram para o aumento das ocorrências nas rodovias federais”, explicou.

Na Operação de Natal, ocorrida entre os dias 23 de dezembro a 26 de dezembro de 2021, foram registrados 16 acidentes nas rodovias, com três mortes e 17 feridos.

Um deles aconteceu na véspera de Natal, no dia 24, à noite. Três veículos colidiram frontalmente na BR 277, na altura do quilômetro 180. Duas pessoas morreram e outras duas pessoas ficaram com ferimentos graves. O acidente envolveu um Palio e um Logan, com placas de Palmeiras e um Gol, com placa da cidade de Piraquara.

Já no dia 23 de dezembro, outro acidente foi registrado na rodovia BR 277, mas desta vez no quilômetro 194. Por volta das 19h30, uma motocicleta de Florianópolis e um Ford Ka de Curitiba colidiram transversalmente causando a morte do motociclista.


A principal causa de acidentes registrados no Natal foi a saída de pista que correspondeu a um quarto das ocorrências no período. A colisão traseira, seguida de colisão frontal, correspondeu a quase 20% das ocorrências atendidas pela PRF.

Ao todo, foram 680 veículos e 669 pessoas fiscalizadas. Também foram aplicados 210 testes do bafômetro, com dois motoristas sendo flagrados sob efeito de álcool. Os motoristas embriagados foram encaminhados às Delegacias de Polícia Civil da região.

Já a Operação do Ano Novo aconteceu entre os dias 30 de dezembro de 2021 e 03 de janeiro de 2022. Neste período, a PRF registrou 10 acidentes com 14 feridos e uma morte. Novamente, a saída de pista foi responsável pela metade dos acidentes atendidos neste período.

Um dos acidentes aconteceu no domingo (02), à noite, na região de Ponta Grossa. Na BR 376, na altura do quilômetro 495, um Ford Ka, com placa de Ponta Grossa, saiu da pista. O acidente causou ferimentos em quatro pessoas que estavam nos veículos. Um dos passageiros, de 42 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu.

A Operação de Ano Novo fiscalizou 701 veículos e 709 pessoas, sendo que quatro motoristas foram flagrados conduzindo veículos sob efeito de álcool.

Nas duas operações, a PRF ainda apreendeu 155 quilos de maconha, realizou a prisão de uma pessoa com mandato em aberto por homicídio e recuperou um veículo com indícios de adulteração.

De acordo com Carlos Bach, as fiscalizações ainda devem permanecer e serão intensificadas durante o verão, até o mês de março. “Temos um calendário nacional e regional que prevê as fiscalizações já repassadas, de embriaguez, ultrapassagem e excesso de velocidade, teremos intensificação das fiscalizações de motocicletas, equipamentos obrigatórios e dispositivos de retenção, ou seja, uso da cadeirinha. Nos veículos de carga será verificado o sistema de freios, trânsito com excesso de peso e a lei do descanso”, explica.