Publicidade Topo

notícias

PM prende motorista por embriaguez e apreende revólver após acidente em Irati

Revólver calibre 38 estava com a passageira do carro. Já o motorista realizou teste do bafômetro com resultado de 1,07 mg/l de álcool no organismo

Homem que estava conduzindo veículo embriagado foi levado para a Delegacia de Irati. Foto: Rádio Najuá/Arquivo

Um motorista foi detido por embriaguez ao volante após um acidente na rua Coronel Saboia, em Irati, no sábado, 22. A colisão envolveu os veículos Fiat Uno e Peugeot.

Duas pessoas ocupavam o Fiat Uno. Segundo a Polícia Militar, a passageira estava com um revólver calibre 38. Já o condutor do Uno realizou o teste do bafômetro com resultado de 1,07 mg/l de álcool no organismo. Por isso, ele foi detido e conduzido para a Delegacia. Já o Fiat Uno foi apreendido e encaminhado para a sede da 8ª Cia por apresentar débitos na documentação.

O motorista do Peugeot realizou o teste do bafômetro, que apontou resultado negativo, ou seja, não havia ingerido bebidas alcoólicas antes de dirigir.


Em Prudentópolis, dois homens que ocupavam uma motocicleta foram abordados pelas equipes da PM e da PRF, pois estavam usando capas de chuva, roupa incompatível com o clima e o momento da abordagem. Um dos suspeitos ainda estava com uma mochila. Os ocupantes da moto disseram que estavam na cidade de Guarapuava e que lá o clima costuma ser chuvoso.

Os homens não portavam objetos ilícitos e foram liberados no local. Porém, no momento que os PMs realizavam a abordagem, um homem tentou se aproximar e questionou o motivo da equipe realizar a verificação. Os policiais orientaram o homem para não se aproximar. Depois disso, ele se afastou e permitiu que os policiais realizassem a abordagem.

Em outra ocorrência em Prudentópolis, policiais militares abordaram o condutor de um caminhão após ele realizar uma ultrapassagem em local perigoso no quilômetro 281 da BR-373. O motorista ultrapassou a viatura da PM e vários veículos que trafegavam pela rodovia em local proibido. Em função do risco da manobra executada, os policiais abordaram o caminhoneiro. Ele não portava objetos ilícitos, bem como o caminhão estava com a documentação regular.

Questionado sobre a manobra, o motorista disse que apenas aproveitou a oportunidade para ultrapassar, pois estava há algum tempo atrás da fila de veículos. A PM advertiu o condutor sobre os riscos da manobra. Mesmo assim, ele foi liberado para seguir viagem.