Publicidade Topo

notícias

Moradores de rua causam transtornos e ameaçam prudentopolitanos

População denunciou que argentinos que estão perambulando nas ruas de Prudentópolis costumam ameaçar as pessoas quando pedem dinheiro

Imagem da 4ª Cia da PM de Prudentópolis. Foto: Elio Kohut/Arquivo

Moradores de Prudentópolis acionaram a Polícia Militar após se sentirem coagidos e ameaçados por alguns argentinos que passaram a perambular pelas ruas da área central. Conforme denúncias, os estrangeiros promoveram desordens e ameaçaram frequentadores da rodoviária municipal. Eles ainda solicitaram dinheiro para as pessoas que estavam no local. A situação foi registrada no início da madrugada de terça-feira, 25.

A PM constatou a presença de quatro homens e duas mulheres. Todos estavam exaltados e com sinais de embriaguez. Um casal saiu correndo e não foi localizado pelos policiais. Já os demais foram abordados somente depois dos policiais utilizarem força física e técnicas de imobilização. Ninguém portava objetos ilícitos. Por isso, eles foram orientados para deixarem o local, pois estavam causando transtornos. Porém, aproximadamente uma hora depois, a PM foi novamente acionada para comparecer na rodoviária, já que os argentinos retornaram ao local para promover desordem. Os estrangeiros foram orientados e acataram as determinações.


Entretanto, algumas pessoas que trabalham e frequentam a rodoviária relataram que se sentem ameaçadas pelos moradores de rua, que costumam portar facões no momento que pedem dinheiro. Os facões são usados pelos estrangeiros para realizar malabares nas ruas de Prudentópolis. De acordo com a PM, os argentinos estão morando há cerca de três semanas na cidade e já foram abordados e orientados em outras ocasiões sobre seus comportamentos.

Em outra ocorrência em Prudentópolis, um celular iPhone 7 foi furtado enquanto o proprietário estava trabalhando em uma empresa na rua Candido de Abreu, no centro da cidade, na manhã de terça-feira, 25. Um homem que estava usando camiseta vermelha, boné, calça jeans e uma mochila entrou na empresa e furtou o celular que estava em uma bolsa atrás do balcão, conforme registrado nas imagens das câmeras de segurança. Até o momento, o autor do furto não foi localizado.

Em Irati, a PM cumpriu um mandado de prisão na noite de ontem. Ao abordar o motorista de um Fiat Uno na Avenida Paraná, os policiais constataram que ele tinha um mandado de prisão em aberto. Por isso, o homem foi encaminhado para a Delegacia.

Já a Guarda Municipal atendeu duas ocorrências na segunda-feira, 24. Na rua Benjamin Constant foi registrado um acidente sem vítimas entre um Gol e um veículo Renault Kangoo de propriedade dos Correios. O acidente gerou um pequeno dano no para-choque traseiro do Gol.

Os dois condutores seguiam em direção ao centro da cidade no momento que o Gol parou para dar preferência a um pedestre, que estava cruzando a travessa elevada em frente à sede da Guarda Municipal. O condutor do veículo dos Correios não conseguiu frear a tempo e colidiu na traseira do Gol, que seguia logo à frente. Os motoristas entraram em acordo no local. Eles foram orientados sobre a possibilidade de realizar o Boletim de Acidente de Trânsito Eletrônico Unificado (Bateu) no prazo de 180 dias a contar da data do acidente. Os guardas municipais registraram o auto de infração de trânsito em nome do condutor do Kangoo.

Na BR-153, em Irati, os agentes abordaram um homem na noite de ontem. Ele não portava objetos ilícitos. Sendo assim, foi orientado e liberado.