Publicidade Topo

notícias

Empresário é assaltado em Prudentópolis

Ladrões estavam armados e levaram R$ 20 e o celular da vítima. Bandidos renderam um funcionário durante o assalto
Foto: Divulgação PM

Um empresário foi assaltado no início da tarde de sábado, 08, dentro de seu estabelecimento comercial, localizado na Vila Nova, em Prudentópolis. Ele informou à Polícia Militar (PM) que os ladrões vestiam casacos de moletom, touca e máscara e estavam armados com um revólver e uma pistola.

Quando os ladrões entraram ao estabelecimento, um funcionário foi rendido e teve uma arma apontada para sua cabeça. Os autores exigiram que o proprietário lhes entregassem dinheiro, porém ele disse que não havia nenhuma quantia na empresa. Os autores levaram R$ 20 que o empresário tinha na carteira e seu celular. Em seguida, eles fugiram a pé em direção à Rua Severo Agibert. Os ladrões não foram encontrados.

Pouco depois, em outra ocorrência, um homem esteve em uma revenda de veículos e pediu para ver uma motocicleta Honda CG Titan 125 KS, que havia sido baixada pelo Detran de Santa Catarina. No momento em que o vendedor ligou a moto, o autor pegou um capacete preto e fugiu com o veículo. Policiais fizeram patrulhamento, mas não localizaram a moto nem o autor do furto.

Já no período da noite, uma mulher compareceu à sede da 4ª Companhia e informou que foi agredida pelo próprio marido por volta do meio-dia. Ela contou que também foi vítima de agressão na noite de sexta-feira, 07. O fato teria ocorrido na localidade de Mato Queimado, em Guamiranga. A mulher procurou ajuda e atendimento médico em Prudentópolis no sábado. Ela tinha lesões no roso e nos braços.


Outro caso de violência doméstica foi registrado no início da madrugada de domingo, 09, na Vila Fátima, em Prudentópolis. A vítima relatou aos policiais que foi agredida pelo marido, que chegou em casa embriagado e deu socos nela. Para se defender, a mulher revidou a agressão com uma barra de ferro, causando lesões leves no agressor. Ele ateou fogo em uma mala com roupas e documentos da vítima. O casal foi levado ao hospital, onde foi elaborado o laudo de lesões corporais, e depois foi conduzido para a Delegacia.

Mais tarde, a PM se deslocou até a Vila Beraldo, onde a solicitante flagrou um homem de camisa verde no pátio de sua residência. Ao avistá-la, ele fugiu, pulando alguns muros. Vizinhos viram a movimentação e tentaram encontrar o autor, mas não conseguiram.

Depois, a mulher e o esposo constataram que a porta dos fundos da casa havia sido arrombada. Do local, o ladrão levou um celular, uma TV e uma carteira contendo cartões de banco e documentos da vítima. Momentos depois, a mulher encontrou a TV nos fundos do lote, ao lado de sua residência, embrulhada em uma manta. O autor não foi localizado.

Em outra situação, uma mulher compareceu no início da madrugada de domingo à sede da 4ª Companhia para relatar que seu ex-marido tentou invadir sua casa pela janela. Como ele não conseguiu, arrombou a porta, entrou na residência e permaneceu lá por um certo tempo, mesmo sem a permissão da vítima. Durante este período, o autor não permitiu que ela saísse do imóvel ou pegasse seu aparelho celular. Ele proferiu injúrias e agrediu a mulher, que teve lesões nos braços, nas pernas e no rosto.

A vítima conseguiu se desvencilhar, pegou o celular, entrou no banheiro e trancou a porta. Quando ela solicitou ajuda a seus familiares, o agressor fugiu. A mulher foi orientada a solicitar medida protetiva contra o ex-marido e a realizar o laudo de lesões corporais.