Publicidade Topo

notícias

Fernandes Pinheiro registra mais um óbito por Covid-19

Paciente, de 65 anos, tinha diabetes, havia tomado apenas a 1ª dose da vacina e estava internada desde o dia 08 de dezembro. Ela faleceu no sábado, 25

Foto: Divulgação Prefeitura de Fernandes Pinheiro

O município de Fernandes Pinheiro registrou mais um óbito por Covid-19 neste fim de semana. Trata-se de uma mulher, de 65 anos, que tinha diabetes e havia tomado apenas a 1ª dose da vacina contra a Covid-19. Ela foi diagnosticada com a doença no dia 06 de dezembro e teve sintomas leves. Porém, como seu estado de saúde piorou, ela foi internada no dia 08 e faleceu no sábado, 25.

Segundo a secretária de saúde de Fernandes Pinheiro, Emanuelle de Matos, ainda não é possível saber qual foi a variante que vitimou esta paciente. “Quando o paciente é hospitalizado com síndrome gripal, é coletado novo exame RT-PCR, que é encaminhado ao Lacen (Laboratório Central do Paraná) para pesquisa de síndrome respiratória aguda grave. Nós tivemos acesso ao resultado que apontou Covid-19. A pesquisa para variante é feita por amostragem pelo Lacen. Ficaremos no aguardo para maiores informações posteriormente”, comentou a secretária.

Segundo Emanuelle, mesmo com algumas pessoas estando com a 2ª dose atrasada ou não querendo completar o esquema vacinal, o município já tem 93,82% da população com as duas doses da vacina. A Secretaria de Saúde está refazendo o levantamento dos faltantes por conta do tempo em que o sistema do Ministério da Saúde esteve fora do ar por conta de um ataque hacker, tendo retornado somente nesta semana.


Redução do intervalo - O município também reduziu o intervalo para a aplicação da dose de reforço em todas as pessoas com mais de 18 anos e imunossuprimidos, seguindo o que foi determinado através de nota técnica divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA). Quem tomou a 2ª dose das vacinas Coronavac, Astrazeneca ou Pfizer há quatro meses ou mais, poderá procurar as unidades de saúde para receber a 3ª dose do imunizante da Pfizer. Já quem recebeu a dose única da Janssen há dois meses ou mais receberá o imunizante desta mesma fabricante. Com isto, jovens de 12 a 17 anos também poderão tomar a dose de reforço.

Mulheres que receberam a vacina da Janssen ou Astrazeneca e estão grávidas ou tiveram filhos há menos de 45 dias deverão tomar como dose de reforço o imunizante da Pfizer.