Publicidade Topo

notícias

Delegacia de Rio Azul será reaberta

Reabertura acontecerá após reforma do prédio da antiga delegacia e treinamento do funcionário público que fará o registro dos boletins de ocorrência/Karin Franco, com reportagem de Paulo Sava e Rodrigo Zub

Delegacia de Rio Azul deverá ser reaberta em breve. Foto: Rodrigo Zub

A Delegacia da Polícia Civil de Rio Azul será reaberta em breve, após passar muitos anos fechada. O prédio será reformado e um funcionário público da prefeitura de Rio Azul fará o atendimento da população. Atualmente, os moradores precisam se deslocar para Irati ou Rebouças para fazer um boletim de ocorrência.

A reabertura foi possível após um acordo firmado com a Delegacia de Palmeira, que responde pela Delegacia de Rebouças e, consequentemente, de Rio Azul. O prefeito de Rio Azul, Leandro Jasinski, juntamente com o presidente da Câmara de Vereadores de Rio Azul, Sérgio Mazur, e a vereadora, Jussara Martins, se reuniram com o delegado de Palmeira, Plinio Gomes Filho, para discutir o assunto.

Segundo Leandro, ainda não há uma data para a reabertura que será feita após a reforma do prédio da antiga delegacia. “A partir dos próximos dias vamos ajudar a Polícia Civil a fazer a reforma do prédio, a reforma daquele espaço, para tão logo treinarmos o funcionário do município De Rio Azul para começar esse atendimento”, disse o prefeito de Rio Azul.

Em entrevista à Najuá, a vereadora Jussara Martins (PSD) destacou que a reabertura da Delegacia fazia parte do seu programa de campanha na eleição de 2020. Ela ressaltou que a indicação do funcionário ainda não ocorreu.

“Tudo bem, o delegado nos deu o ok, mas tinha um porém: o prefeito teria que ceder um funcionário concursado do município para o Estado para que prestasse o serviço. Estava tudo certo, daríamos início à nossa reforma no dia 21, mas, por falta da indicação de um funcionário pelo prefeito, o delegado acabou nos privando do início da reforma. Este funcionário deverá começar o treinamento para que possa exercer este atendimento à população”, frisou.

Com a falta desta indicação, segundo a vereadora, o início da reforma da delegacia foi adiado.“Eu sempre digo que oportunidades são únicas, e o prefeito está ciente disto. Já falei para ele, conversamos e eu o cobrei para não prejudicar mais de 20 mil habitantes por falta de indicar um funcionário concursado e do administrativo. No final do ano a gente entende, mas no início de janeiro devem ser chamados alguns concursados, e eu estou com uma contagem regressiva para que o prefeito tome esta atitude para não prejudicar a minha pessoa e todos os rioazulenses, que precisam muito desta delegacia reaberta, que foi algo inédito, pois não somos comarca e mesmo assim o doutor Plínio cedeu para que nós reabríssemos e a população tenha este benefício”, pontuou Jussara.

A delegacia receberá uma nova pintura e será adaptada para receber a população em casos de Boletins de Ocorrência e Termo Circunstanciado. A partir do momento em que for iniciada, a obra deverá ser concluída em até duas semanas. A delegacia deverá funcionar de segunda a sexta-feira, em horário comercial, e não receberá presos, fazendo apenas o atendimento administrativo.

O prefeito destacou que a reabertura é importante porque o município não possui atendimento presencial atualmente. “A nossa delegacia daqui da cidade de Rio Azul estava fechada há muitos anos. A pessoa para fazer um simples boletim de ocorrência tem que se deslocar até a cidade de Rebouças, até a cidade de Irati. Ou fazer pela internet”, conta.

Um dos problemas acarretados é que muitas pessoas não possuem acesso à internet e não conseguiam fazer o boletim de ocorrência. “Mas muitas pessoas ainda não tem o acesso para fazer o boletim pela internet e muitas vezes não tem o conhecimento para conseguir registrar um boletim de ocorrência pela internet. Ainda mais em um momento que a pessoa pode estar nervosa, pode estar com algum tipo de problema por ter sofrido um assalto, uma batida de trânsito ou qualquer coisa parecida que necessite de fazer um boletim de ocorrência”, disse Leandro.


Conforme o prefeito, a dificuldade de acesso também fez com que muitos atos não fossem registrados. “As pessoas que tem um celular furtado ou entra um bandido em sua residência, rouba um botijão de gás, qualquer coisa parecida, dano de pequeno vulto, acaba nem sendo registrado o boletim de ocorrência por essas dificuldades de só poder fazer pela internet ou ter que se deslocar até à cidade de Irati”, conta.

Outro problema que surgia era que a cidade acabava tendo que ficar sem policiamento por causa da necessidade de deslocamento, destacou Leandro. “Hoje se a Policia Militar prende um motorista dirigindo embriagado tem que levar para Irati para registrar a ocorrência e a nossa cidade acaba ficando por três a quatro horas sem policiais nas ruas”.

Com a reabertura, a expectativa é que esses problemas sejam solucionados. Contudo, o prefeito destacou que é preciso investimento estadual nesta área para trazer mais segurança. “Nós sabemos hoje que o Governo do Estado não tem pessoal. Não tem efetivo na Polícia Civil, o que eu acho que deve ser olhado com outros olhos, com carinho mais especial por parte do Governo neste sentido, porque a questão de segurança é uma questão que deve ser encarada da melhor forma. E as pessoas aqui da região acabam ficando com uma sensação de insegurança”, afirmou.

Segundo Jussara, o deputado estadual Fernando Martins, o Delegado Fernando (PSL) também demonstrou apoio à reabertura da Delegacia no município. “Ele também é delegado, e em uma ligação, me citou que isto é algo inédito no Paraná, porque hoje não se autoriza a reabertura de delegacia civil onde não é comarca, até pela falta de funcionários para administrá-la. Nós fomos presenteados pelo delegado e não podemos perder a oportunidade”, finalizou.

Vereadora Jussara Martins (PSD) disse que reabertura da Delegacia de Rio Azul foi uma de suas promessas de campanha em 2020. Foto: Paulo Henrique Sava