Publicidade Topo

notícias

PM prende homem que tentou atear fogo em residência

Homem pretendia causar a morte de todos os seus familiares que estavam no local

Foto: PM/Divulgação

Um homem foi preso após tentar atear fogo em uma residência em Guamiranga na noite de sábado, 13. Segundo a Polícia Militar, ele tinha o objetivo de causar a morte de todos os seus familiares que residem no local. Ninguém ficou ferido. A ocorrência foi registrada na rua Carlos Roberto Mizel, na área central. O Corpo de Bombeiros de Prudentópolis foi acionado para combater as chamas.

A PM esteve no local e conseguiu abordar o autor do fato. Ele estava com dois isqueiros e um celular. O homem foi detido e conduzido para a 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa.

Em outra ocorrência em Guamiranga, um adolescente foi flagrado conduzindo uma moto Honda CG Titan KS na rua Diogo Emanuel de Almeida, na tarde de sábado. A moto e o jovem foram levados para o Destacamento da PM. A avó do adolescente acompanhou os procedimentos e ficou responsável pelo menor.

Em Imbituva, um homem agrediu a esposa com um soco na cabeça e ameaçou matá-la. A situação foi registrada na tarde de sábado, 13, na localidade de Valinhos. A vítima disse que o marido chegou na casa embriagado e passou a xingá-la com palavras de baixo calão. O homem foi encontrado dormindo em um paiol atrás da casa da vítima. Ele não reagiu a abordagem e foi detido. O homem também foi encaminhado para a 13ª Subdivisão Policial.


Em Ivaí, o motorista de um Fiat Uno deu marcha ré e atingiu os veículos Corsa e Ford Ka que estavam estacionados na rua Paulo Faix, no Jardim Nossa Senhora Aparecida, no fim da noite de sábado, 13. Segundo informações de moradores, o condutor do Uno apresentava sinais de embriaguez, como odor etílico, fala enrolada e roupas desajustadas. Ele realizou o teste do bafômetro com resultado de 0,79 mg/l de álcool no organismo. O motorista foi detido e levado para a 13ª SDP. O Fiat Uno foi recolhido ao pátio do Destacamento da PM por apresentar pendências.

Em Ipiranga, uma mulher foi agredida pelo marido na Vila Rural Taboão, na madrugada de domingo, 14. O agressor estava embriagado e ainda tentou sufocar a esposa. Ele foi contido por outra pessoa que estava no local. O agressor fugiu e não foi localizado. Já a vítima foi conduzida ao hospital Municipal.

Em Irati, um veículo Vectra foi apreendido após se envolver em um acidente na rua Marechal Deodoro, na noite de domingo, 13. O filho do proprietário do carro esteve no local e conversou com a PM. O carro foi guinchado e levado para a sede da 8ª Cia. Posteriormente, ele foi liberado ao responsável por não possuir pendências.

Já em Rio Azul, uma mulher foi até o Destacamento da PM para comunicar o desaparecimento de sua irmã, de 18 anos. A jovem foi para o colégio na sexta-feira, 12, mas não retornou para casa. Familiares realizaram buscas nos locais onde ela poderia estar. Porém, a jovem não foi encontrada. Uma colega disse que ouviu falar que a amiga ia para São Mateus do Sul. A família tentou contato por telefone, mas ela não atendeu às ligações.

Ainda em Rio Azul, um homem assinou Termo Circunstanciado por ameaça. A ocorrência foi registrada após uma briga em uma distribuidora de bebidas. O proprietário do local disse que solicitou que os envolvidos no desentendimento deixassem o estabelecimento. Pouco depois, outro homem entrou no local e passou a agredir um frequentador do estabelecimento. 

O dono da distribuidora e algumas pessoas conseguiram tirar o agressor do local. O homem foi até o seu carro e pegou um facão de aproximadamente 40 centímetros de lâmina. Como o proprietário demonstrou interesse em dar continuidade à ocorrência, o autor da ameaça assinou o Termo Circunstanciado. Depois disso, os envolvidos foram liberados. Já o facão foi apreendido pela PM.