Publicidade Topo

notícias

Imbituva suspende aulas nos CMEIs até o dia 8 de novembro

Decisão foi tomada após aumento de casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 entre alunos e funcionários

Imagem da seda da secretaria de Educação e Cultura de Imbituva. Foto: Facebook/Divulgação

A secretaria de Educação e Cultura de Imbituva suspendeu as aulas presenciais nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) até o dia 8 de novembro. A medida foi tomada após o aumento de casos suspeitos ou confirmados de coronavírus entre os alunos e funcionários dos estabelecimentos de ensino.

Em um ofício, o vice-prefeito e secretário de Educação, Zaqueu Luiz Bobato, disse que a decisão também levou em conta as faixas etárias de alunos que não utilizam máscara e que não é possível realizar o controle. Zaqueu citou que nesta situação existe o contato direto entre o profissional e a criança nos momentos de higiene e alimentação.


“Infelizmente, houve aumento significativo de sintomas gripais nos pequeninos, bem como isolamentos de funcionários e alunos. O dia-dia nos CMEIs exige um contato direto (trocar fralda, dar banho, pegar no colo para acalmar o choro, alimentar na boquinha). Enfim, os casos de alunos adoecidos nos preocupou e sensibilizou-nos a tomar esta medida”, afirma o secretário.

Ao todo são 139 crianças e quatro funcionários que apresentaram sintomas de coronavírus. Não há registro de casos graves. Confira o número de casos suspeitos por CMEI:

Algodão Doce: 23 alunos e 1 estagiária;

Anjo da Guarda: 32 crianças e 1 funcionária;

Espaço de Vida: 19 crianças;

Estrela Guia: 11 crianças;

Pequenos Pensadores: 25 crianças;

Sementes do Saber: 29 crianças e 2 estagiárias

De acordo com informações divulgadas pelo portal G-1, os alunos e professores que procuraram o Pronto Atendimento de Imbituva estão sendo testados para saber se foram infectados com a Covid-19. Porém, os resultados ainda não saíram. As aulas tinham sido retomadas há pouco mais de duas semanas em Imbituva e todos os funcionários estão vacinados com pelo menos uma dose. Os seis CMEIs da cidade têm mais de 600 alunos e quase 90 funcionários.


Comunicado publicado para anunciar suspensão das aulas no CMEI. Foto: Divulgação