Publicidade Topo

notícias

Escritora iratiense lança três livros de literatura infantil

As obras “A Bruxa da Montanha e suas Mágicas Aventuras”, “Preta da Terra” e “O menino Sensível” trazem questões sociais adaptadas à linguagem e à realidade infantil. Autora dos livros é a artista Marili Teixeira/Karin Franco, com reportagem de Rodrigo Zub e Paulo Sava

Marili Teixeira caracterizada de seu personagem "Bruxa da Montanha" durante a cerimônia de lançamento dos três livros no Clube do Comércio de Irati. Foto: Jussara Harmuch

A escritora iratiense Marili Teixeira está lançando três livros de literatura infantil escritos durante sua carreira. “A Bruxa da Montanha e suas Mágicas Aventuras”, “Preta da Terra” e “O Menino Sensível” reúnem histórias adaptadas à linguagem e ao mundo infantil, trazendo questões sociais de forma lúdica para crianças.

Um dos livros, “A Bruxa da Montanha e suas Mágicas Aventuras”, reúne três obras adaptadas de uma peça feita no ano de 2001. Na época, Marili trabalhava como professora no Ensino Infantil e foi convidada a participar dessa peça por conseguir fazer uma gargalhada típica de bruxa, aprendida em um curso que fez sobre fantoches.

A peça foi realizada com uma história elaborada por Marili que trouxe uma bruxa diferente do que era conhecida do público. “A princípio eu não queria que ela ficasse má para o resto da vida porque ao mesmo tempo, eu dava aula de sociologia e filosofia no Ensino Médio, eu estava trabalhando todas essas questões. Então, não queria que ela ficasse má e queria também abordar questões de higiene com meus alunos que eu tinha o problema na época. Foi assim que criei a Bruxa da Montanha”, disse Marili durante entrevista à Najuá.


A peça fez sucesso entre as crianças. “Nesse dia eu li a história, não apresentei. Eu lia a história fantasiada de bruxa. Fez sucesso, as escolas começaram a me chamar para ir contar. Eu ia contando e ia acrescentando, agregando mais conteúdo à história. E as crianças me pediam que elas queriam continuar a história. Eu pensei: ‘Como vou continuar essa história?’. Então, resolvi lá na escola, onde surgiu a história, fazer uma pesquisa junto aos alunos na escola Rosalina [Cordeiro de Araújo], o que eles gostariam que tivesse na história”, conta.

O interesse das crianças fez nascer o primeiro livro sobre a Bruxa da Montanha. Com o passar do tempo, a escritora começou a reunir os desejos e as opiniões das crianças em outras obras, como o casamento com o lobisomen no segundo livro e o filhinho do casal na terceira obra. “Também aproveitei a questão do bullying, que como pedagoga eu vivia diariamente na escola a questão do bullying e os problemas que eles trazem”, disse.

Os dois primeiros livros foram publicados com recursos da própria escritora, mas o terceiro acabou sendo publicado em uma coletânea. “Eu não tinha capital para fazer a Bruxa III e recebi um convite de um escritor de São Paulo que ele fazia uma coletânea de vários contos de outros autores. Ele viu os meus contos no site Recanto da Letras, que eu tenho lá, além dos contos, eu tenho poesias escritas lá. Ele me convidou para fazer uma parte na coletânea dele. Eu fiz a Bruxa III lá na coletânea”, conta.

Contudo, foram feitos poucos volumes e para trazer mais acesso à toda a obra, a escritora resolveu publicar novamente toda a coleção, com os três livros, para que todos possam ter acesso.

Além das obras com a Bruxa da Montanha, a escritora também está lançando outros livros que trazem questões sociais em uma linguagem para crianças. No livro “O Menino Sensível”, a escritora conta a história de um menino que é muito sensível e não gosta de brincadeiras agressivas. Com um pai que é mais agressivo, a criança encontra na mãe a sensibilidade que precisa.

O livro surgiu após a escritora entrar em contato com histórias de meninas e meninos que foram abusados sexualmente e com crianças que sofriam bullying por causa da homofobia. Foi pensando nestas histórias que a escritora trouxe esse personagem para conscientizar crianças que é normal ser diferente. “Não tem essa questão da sexualidade enquanto homossexual, mas ele é um menino sensível. Um menino que não gosta de atirar pedra em animal, por exemplo, que é uma brincadeira que já foi feita bastante por crianças, e às vezes ainda é feita, principalmente pelos meninos. Às vezes, os meninos querem induzir os outros colegas a fazer umas brincadeiras que não gostam. Então, essas questões são abordadas em ‘O Menino Sensível’”, explica a escritora.

O livro “Preta da Terra” também traz questões sociais em uma linguagem do mundo infantil. O livro conta a história de uma menina negra que foi roubada da sua família de origem e criada como se tivesse sido adotada. Criada em uma aldeia indígena, ela acaba tentando escapar de um casamento forçado aos 15 anos. Mais tarde, descobre que foi adotada e encontra a família de origem. “’Preta da Terra’ aborda a questão da mulher, a questão da adoção, a questão de roubo de crianças que é crime e o direito das crianças de conhecerem os seus pais biológicos”, conta Marili.

Os livros foram lançados no sábado (20), dia do aniversário da escritora, no Clube do Comércio de Irati. Outro evento de lançamento está programado para ocorrer no dia 4 de dezembro, a partir das 13h. A programação será realizada no local onde está a obra paralisada do Teatro Denise Stoklos e reunirá diversos artistas que farão apresentações culturais no local.

A ação no local faz parte de um movimento de artistas ocorrido após a realização de uma enquete pela prefeitura de Irati sobre o destino da obra inacabada. Chamado de Central Cultural, o evento tem o objetivo de mostrar aos iratienses a necessidade da obra para a cidade. “A gente se revoltou bastante e iniciou um movimento para que consigamos fazer com que o Estado ou o município assuma o término desse espaço que só vai trazer benefícios para todos nós, artistas de Irati”, disse.

O local da obra será limpado e haverá cadeiras para que o público possa assistir as apresentações culturais que começarão a partir das 13h e ocorrerão toda a tarde de sábado (4). O evento contará com barracas de venda de livros, inclusive, com os que estão sendo lançados pela escritora.

Os livros também estão à venda em Irati na livraria Sebo Centenário. É possível adquirir as obras também com a própria escritora pelo telefone (42) 9-9901-1529 (WhatsApp). As obras ainda serão comercializadas no site da editora (www.livrarialitteris.com.br).

A coleção “A Bruxa da Montanha e suas Mágicas Aventuras” está sendo vendida a R$ 30. Já os livros “Preta da Terra” e “O Menino Sensível” estão sendo vendidos a R$ 25.

Marili Teixeira contou detalhes das três publicações durante entrevista no programa Meio Dia em Notícias da Super Najuá. Foto: Rose Harmuch