Publicidade Topo

notícias

Superintendente de Cultura do Paraná diz que Palácio do Pinho necessita de restauração urgente

Na oportunidade, Luciana Casagrande Pereira visitou o casarão do Pinho, a obra paralisada do Centro Cultural Denise Stoklos, o Morro da Santa e a Casa da Cultura

Palácio do Pinho. Foto: Rádio Najuá

Na última quarta-feira, o município de Irati recebeu a visita técnica da superintendente de Cultura do Paraná, Luciana Casagrande Pereira, e do coordenador de patrimônio cultural do estado, Vinício Bruni. Eles visitaram a obra paralisada do Centro Cultural Denise Stoklos, o Palácio do Pinho, o Morro da Santa e a Casa da Cultura. A visita foi acompanhada pelo deputado estadual Artagão Júnior, prefeito Jorge Derbli (PSDB) e secretário de Cultura, Alfredo Van Der Neut. Integrantes do Conselho Municipal de Cultura também estiveram presentes. 

Nos últimos dias, Derbli e Alfredo estiveram em Curitiba e se reuniram com Artagão e Luciana para tratar sobre a conclusão da obra do Centro Cultural e a restauração do Palácio do Pinho. A partir desta reunião, a superintendente decidiu visitar os locais para fazer um levantamento técnico para avaliar o que pode ser feito. Luciana destacou que o Palácio do Pinho necessita de uma restauração urgente. 

 “Uma coisa é olharmos o projeto, a outra é estar no ambiente e sentir. Fizemos uma visita e realmente precisa urgentemente de uma intervenção. Agora, veremos qual é o próximo passo para que possamos, junto com o deputado Artagão, com o prefeito, o secretário de cultura e de desenvolvimento, pensar numa forma de resgatarmos e restaurarmos este imóvel tão importante não só para a população de Irati, mas também para o Paraná e o Brasil”, frisou. 

O coordenador do patrimônio cultural do Paraná, Vinício Bruni, ressaltou que uma visita técnica possibilita fazer um levantamento melhor sobre a necessidade de recursos financeiros e materiais que permitam a recuperação do casarão o mais breve possível. 

 “Nós temos algumas coisas que são emergenciais e outras podem ser feitas com mais tempo. O revestimento externo precisa ser corrigido, como as paredes, janelas e esquadrias que estão expostas ao tempo, um pouco da cobertura, que, apesar de ter sido recuperada há pouco tempo, algumas telhas estão quebradas. Vamos dividir em etapas porque toda obra de restauração é cara, grande e demora, e necessita de um certo cuidado. Por isto, temos que fazer por etapas, pois os recursos são poucos”, ressaltou. 

Depois de visitar o Palácio do Pinho, a comitiva esteve também no Morro da Santa. No local, Derbli anunciou que está sendo elaborado um projeto para transformação do local em santuário de Nossa Senhora das Graças. “Nós temos um projeto de um santuário, no qual faríamos uma parte comercial e cultural, com praça de alimentação mais embaixo. Teríamos elevador e um corredor, uma espécie de ponte aérea para as pessoas subirem e chegarem até a Santa”, frisou.

Quer receber conteúdo local da Najuá? Confira a descrição do grupo

Caso o projeto tenha andamento, para poder executar a obra no entorno do local onde está a imagem, a prefeitura deverá apresentar proposta para compra de uma área próxima, que atualmente pertence à empresa Caminhos do Paraná. 

 “Mais tarde vamos conversar com os proprietários, se o projeto seguir em frente, e verificar a possibilidade de comprarmos esta área, pois não podemos mexer nas árvores próximas. É um projeto excepcional”, pontuou. 

O deputado estadual Artagão Júnior destacou a importância dos pontos visitados para o turismo na região. “São pontos culturais e religiosos que precisam receber apoio do Governo do Estado, seja para restauração, conclusão da obra, implementação de novos projetos, como é o caso do entorno da santa ou melhorias de infraestrutura, como é o caso da Casa da Cultura. Nosso papel é encurtar a distância da prefeitura com o governo, foi assim que fizemos na reunião que tivemos em Curitiba com a superintendente Luciana, fazendo o convite para que ela estivesse aqui hoje, nos acompanhando e conhecendo a nossa realidade, entendendo e compreendendo melhor aquilo que colocamos no papel e estávamos pedindo na nossa reunião”, frisou.

Fotos: Jussara Harmuch

Superintendente Luciana Casagrande Pereira


Deputado Estadual Artagão Júnior

Coordenador de patrimônio cultural do estado, Vinício Bruni