Publicidade Topo

notícias

Revitalização da área central de Irati deve ter início em janeiro de 2022

Governo do Estado repassará R$ 3 milhões para execução de obras de drenagem e melhorias na infraestrutura urbana das ruas centrais/Rodrigo Zub

Rua 15 de Julho (foto) será uma das vias incluídas no projeto de revitalização urbana. Foto: Lenon Diego Gauron

A partir de janeiro de 2022, a prefeitura de Irati dará início a um projeto de revitalização da área central. As obras compreendem melhorias na arborização e paisagismo de ruas como Munhoz da Rocha, 15 de Julho, 15 de Novembro e Coronel Emílio Gomes. Os recursos para execução dos serviços serão repassados pelo governo estadual, por meio de um convênio com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano (SEDU). A quantia disponibilizada será de R$ 3 milhões a fundo perdido, ou seja, sem necessidade de contrapartida municipal.

Em entrevista à Najuá, o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), deputado Ademar Traiano (PSDB), que intermediou a negociação com o Executivo Estadual para a liberação do recurso, disse que as obras vão proporcionar o desenvolvimento da cidade.

“[Irati]Uma cidade histórica, um pleito que a mim foi feito pelo prefeito [Jorge] Derbli e a Associação Comercial de Irati [ACIAI], numa noite memorável [no dia 28 de setembro] aí estivemos anunciando esse recurso de R$ 3 milhões a fundo perdido, onde a administração não tem o compromisso da devolução de valor algum com o Estado. Portanto, é mais uma conquista que Irati está conseguindo e fico imensamente feliz de ter a oportunidade de estar trabalhando ao lado do prefeito Derbli, da nossa vice [Ieda Waydzik], vereadores e lideranças de Irati podendo participar efetivamente do crescimento e das grandes obras do município de Irati”, afirmou Traiano.


As melhorias na área central também compreendem alterações em calçadas e possibilidade de construção de um calçadão na rua Munhoz da Rocha, principal ponto de comércio da cidade. A administração planeja iniciar as obras somente em janeiro de 2022 para não prejudicar as vendas de fim de ano. A intenção é melhorar a drenagem da Munhoz da Rocha com a instalação de uma nova tubulação para resolver os problemas de enxurradas no local.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega, a revitalização deixará o visual do centro de Irati mais moderno e inovador transformando o espaço em um shopping ao ar livre.

O projeto de revitalização urbana que foi apresentado inicialmente pela ACIAI também comtempla obras em bairros de Irati. Segundo o presidente da ACIAI, Elias Mansur, mais de 70 empresas serão beneficiadas com as melhorias na área central. Dentro desse processo de embelezamento estão previstos o alargamento de ruas, colocação de novas lixeiras, floreiras, bancos e postes. Elias entende que as benfeitorias devem atrair os consumidores e resultar em crescimento de vendas nas lojas.

Conforme o vice-presidente de Assuntos do Comércio da ACIAI, Oscar Muchau, o investimento deve contribuir para que as pessoas se sintam atraídas para realizar passeios na cidade. Desta forma, o comércio poderá ser beneficiado com mais pessoas circulando nas ruas e fazendo compras nos estabelecimentos locais.

“Um layout pensado num conceito moderno, funcional e belo, que estimule a apreciação pela cidade. Precisamos de algo convidativo para que as pessoas passeiem pela cidade, essa integração impacta positivamente o comércio e o desenvolvimento econômico sustentável”, diz o Designer Silton Dietrich, que foi o responsável pelo layout do projeto de revitalização das ruas da área central de Irati.

Cidade do Idoso:
No início deste mês, o governo do Estado também anunciou a destinação de mais de R$ 8 milhões e 560 mil para construção do Complexo Cidade do Idoso, em Irati. Traiano destaca que o espaço é importante para melhorar a qualidade de vida dos idosos. A finalidade é garantir interação, recreação e lazer entre os frequentadores. “Projeto fantástico, magnífico, que vai fazer a diferença no município de Irati, a esta população que precisa do olhar diferenciado dos governantes. Esse projeto não ficará apenas para Irati, ele terá abrangência regional. Fico feliz de participar desse momento histórico de Irati com a liberação desses recursos para esse projeto”, disse o presidente da ALEP.