Publicidade Topo

notícias

Projeto da Unicentro visa apoiar profissionais de saúde que trabalham no combate ao coronavírus

Iniciativa prevê o envio de mensagens audiovisuais de apoio aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia de Covid-19 em Irati e Guarapuava/ Lenon Diego Gauron

Imagem: Divulgação/ Unicerntro

Um programa de extensão dos professores da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), criou o projeto denominado “Colher e Acolher”, que tem como objetivo buscar e enviar mensagens audiovisuais de apoio e carinho aos profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao coronavírus em Irati e Guarapuava. A ação tem como finalidade proporcionar um gesto de reconhecimento e prevê o envio de mensagens de amigos, colegas e de pessoas que foram atendidas ou sensibilizadas por esses profissionais.

Os homenageados são, além de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, aqueles que também precisam lidar com a doença dentro de hospitais e unidades de saúde que atendem os municípios da região de Irati e Guarapuava.

A coordenadora do programa Colher e Acolher, professora Wanda Terezinha Pacheco dos Santos, explicou como surgiu o projeto e o seu objetivo principal. “Esse projeto faz parte de um programa de extensão da Unicentro, que se chama ‘Entre Docentes’, que é um programa de formação dos professores da universidade. O ‘Colher e Acolher’ tem como objetivo o envio de mensagens de apoio, alento e incentivo aos profissionais de saúde que enfrentam o coronavírus em Guarapuava e Irati”, explica.

No ponto de vista da coordenadora, a ação ajuda diretamente no combate da doença. “Esse projeto se consolida como uma estratégia de enfrentamento à Covid-19 por ter como foco os trabalhadores da linha de frente do combate a esta doença”, avalia.

Em nota, os integrantes justificam a importância da ação. “O projeto se justifica pela necessidade de apoio afetivo e emocional por meio de uma estratégia motivacional aos que prestam assistência à população. Iniciativas como esta podem contribuir para minimização de sofrimento mental dos trabalhadores de serviços de saúde”, diz um trecho da nota.

Qualquer pessoa pode enviar a sua homenagem pessoal. As mensagens serão coletadas e encaminhadas aos destinatários. Podem ser enviados textos, áudios ou vídeos.

Wanda explica como será o procedimento de envio das mensagens para os homenageados. “Os responsáveis pelo envio das mensagens serão contatados por telefone pelos membros da equipe executora que irão explicar o objetivo da ação e que irão convidá-los a enviar via aplicativo de celular um texto curto, um áudio ou um vídeo com até 60 segundos de duração, expressando carinho e solidariedade, enfatizando a importância desse profissional para a vida das pessoas. As mensagens serão encaminhadas aos trabalhadores exclusivamente em formato digital. Logo após o envio, a mensagem será apagada dos arquivos do projeto”, detalha a professora e coordenadora do projeto.

Os outros integrantes do programa são os professores do Departamento de Enfermagem de Guarapuava, Marília Daniela Machado Araújo Cavalcante, Bruno Bordin Pelazza e Kelly Holanda Prezotto Araújo, do Departamento de Fonoaudiologia de Irati, Cristina Ide Fujinaga, Departamento de Administração de Guarapuava, Ademir Fanfa Ribas, do curso de Medicina de Guarapuava, Abrão José Melhem Júnior, o membro da Coordenadoria de Comunicação de Guarapuava, Danny Jesse Falkembach do Nascimento, e também a Pró-reitora de Extensão de Guarapuava, Mônica Cristina Nunes. Como voluntárias do programa, participam as alunas Jéssica Lourenço Cardoso, do curso de Medicina, Letícia Ribeiro Pelek, que estuda Enfermagem, Maria Isabela da Silva Andrade, do curso Comunicação e Érica Maria Biancatti Carvalho, do curso de Fisioterapia.


Quem quiser contribuir com o projeto enviando mensagens de texto, vídeo ou áudio, podem falar com os participantes através dos números (42) 9-9970-5085 (Guarapuava); ou 9-9936-4575 (Irati); e ainda através do e-mail: projetocolhereacholher@gmail.com.

Imagem: Divulgação