Publicidade Topo

notícias

Homem pula muro de residência e furta botijão de gás

Homem abandonou o objeto na via pública após ser perseguido pelo proprietário da casa onde aconteceu o furto

Imagem aérea do centro de Prudentópolis. Foto: Prefeitura de Prudentópolis

Um botijão de gás de 13 quilos foi furtado de uma residência na rua Taras Schevchenko, em Prudentópolis, na manhã de sábado, 30. 

O proprietário da casa disse que viu o momento que um homem pulou o muro de sua residência e pegou o objeto. O dono do imóvel seguiu o autor do furto, que jogou o botijão no chão nas proximidades do ginásio de esportes, ao notar que estava sendo perseguido. O homem que cometeu o furto fugiu sentido a Vila Mariana. A Polícia Militar realizou buscas, mas não conseguiu localizá-lo. A vítima pegou o botijão de gás e levou novamente para sua casa.

Outro furto ocorreu na localidade de Papanduva de Baixo, na tarde de sábado, 30. Dois homens mataram dois porcos de uma propriedade com uma espingarda. Após efetuar os disparos, eles colocaram os animais na carroceria de um Fiat Strada e deixaram o local. O dono da propriedade não soube informar as características dos autores do furto.


No fim da noite de sábado, a PM de Prudentópolis prendeu um motorista por embriaguez ao volante na Avenida São João, no centro da cidade. O condutor do veículo Golf não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e nem Permissão Para Dirigir (PPD). Ele apresentava sinais de embriaguez, como dificuldade para permanecer em pé, andar cambaleante, roupas desalinhadas, odor etílico e olhos vermelhos. O motorista realizou o teste do bafômetro, que teve resultado de 0,47 mg/l de álcool no organismo. Por isso, o homem foi levado para a Delegacia.

Em outra ocorrência na Vila Mariana, em Prudentópolis, uma mulher foi agredida e ameaçada pelo marido. A vítima disse que o esposo tentou sufocá-la após ingerir bebidas alcoólicas. Para se defender, a moradora afirmou que pegou um cabo de vassoura e atingiu o marido várias vezes. 

O homem apresentava diversos hematomas no corpo e confirmou que foi agredido com um cabo de vassoura. O morador negou que tivesse agredido a esposa. A vítima relatou que as brigas e agressões por parte do seu marido são constantes. Por isso, ela demonstrou interesse em representar a situação. Sendo assim, o casal foi encaminhado para a Delegacia.