Publicidade Topo

notícias

Assistência Social de Irati lança o programa Cidade Amiga do Idoso

Programa tem a finalidade de incentivar os municípios a adotarem medidas para o envelhecimento saudável, garantindo qualidade de vida da pessoa idosa/Lenon Diego Gauron, com informações da Secretaria de Comunicação

Idosos que fazem parte de grupo da Terceira Idade de Irati (foto) participaram da cerimônia de lançamento do programa Cidade Amiga do Idoso e a Década do Envelhecimento Saudável. Foto: Secretaria de Comunicação/ Divulgação

A Secretaria de Assistência Social de Irati lançou o Programa Cidade Amiga do Idoso durante solenidade realizada na Associação dos Servidores Públicos Municipais na segunda-feira, 25. O evento teve participação de representantes federais, como o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa, Antonio Fernandes Toninho Costa, e uma mensagem em vídeo da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. 

Ouça o áudio da reportagem no fim do texto

A iniciativa criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) tem a finalidade de incentivar os municípios a adotarem medidas para o envelhecimento saudável, garantindo qualidade de vida da pessoa idosa. Em Irati, o programa faz parte de uma parceria do município com o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e o Comitê Intersetorial e Interinstitucional de Envelhecimento. Na oportunidade, também foi lançada a Década do Envelhecimento Saudável, que pretende promover, durante dez anos, ações para melhorar a qualidade de vida das pessoas idosas. Em breve, o município terá um Condomínio do Idoso e o Complexo Cidade do Idoso no CT Willy Laars para atender o público-alvo. Esse último será integrado ao Centro de Eventos, que está sendo construído no local, com capacidade para 3 mil pessoas. Essa obra recebeu investimentos de R$ 4 milhões do Governo do Estado. 

Os usuários do complexo poderão contar com serviços de medicina, enfermagem, nutrição, serviço social, fisioterapia, terapia ocupacional e voluntariado. Além de propor atividades ao ar livre, recreativas, passeios, alfabetização, piscina para hidroginástica e calendário de comemorações festivas, o espaço vai dispor de biblioteca, sala de música, salão de jogos, campo de bocha, academia, jardim e capela para celebrações ecumênicas.


Para a Secretária de Assistência Social de Irati, Sybil Dietrich, o investimento irá trazer maior qualidade de vida aos idosos. "Ter o reconhecimento da Organização Mundial da Saúde, do Governo Federal e Estadual, significa uma mudança de perspectiva e de visão de mundo, na forma de como vamos olhar para o processo de envelhecimento. Isso é importante para a população idosa, para que cada um se sinta parte, seja protagonista não só da sua história, mas também da cidade. Hoje estamos aqui firmando esse compromisso com a população de investir na área da pessoa idosa, em construirmos, planejarmos e executarmos para melhorar a qualidade de vida dessa população” , afirmou Sybil.

O Secretário Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa disse que Irati se tornará referência aos demais municípios do Brasil. “Nós estamos trabalhando naquilo que é preciso fazer, que é construir a família brasileira. É preciso mostrar aos idosos que é preciso ser feliz. Por onde eu passar, a cidade de Irati será uma referência para que os outros prefeitos venham conhecer aqui o que está se fazendo. A partir de hoje, eu sou um garoto propaganda de Irati”, disse Antonio.

A deputada federal, Leandre Dal Ponte, relatou que é preciso manter a visibilidade da pessoa idosa na sociedade. “Infelizmente o ser humano no nosso País, à medida em que ele envelhece, ele vai ‘desbotando e perdendo a cor’, e se ele depender dos cuidados de um terceiro, ele fica ‘invisível’. Nós conquistamos a expectativa de vida maior, mas de nada adianta mais anos de vida se a gente não tiver saúde para disfrutar?”, questiona a deputada, que é engajada em políticas de assistência social.

A representante do Estado do Paraná, Adriana Santos de Oliveira, diretora do Departamento Estadual da Política Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa e presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, ressaltou que é preciso um trabalho conjuntos da sociedade para que projetos como esse funcionem. “Ter uma cidade amiga da pessoa idosa é bem mais do que um projeto. É um plano para a vida toda, para a cidade enquanto ela existir. É um trabalho conjunto entre as esferas políticas. Poder envelhecer com qualidade de vida e com histórias para contar. Envelhecer não é uma doença, é um projeto de vida para todos nós”, descreve Adriana.

Já o prefeito de Irati, Jorge Derbli, disse que a cidade sente a necessidade de zelar pelos idosos como forma de reconhecimento pelo que eles já fizeram durante suas vidas. “Irati sente a necessidade de ter esse respeito por essas pessoas que tanto fizeram ao longo da vida, oferecendo acesso à saúde e qualidade de vida. Há falhas, mas a gente procura o máximo possível para que Irati seja uma das melhores cidades para as pessoas idosas morarem”, destaca o prefeito.

O representante da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Bernardino Vitoy, disse que a década do envelhecimento saudável será como um aprendizado, superando desafios. “A gente lança uma década em prol do envelhecimento saudável e superar grandes desafios. Que o município seja de fato, amigo da pessoa idosa, desenvolvendo ações que melhore a vida da pessoa idosa. A certificação internacional que o município almeja com certeza vai conseguir e vai compor a rede global”.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, enviou um vídeo que foi exibido durante a solenidade. “Gente, Irati vai ser a melhor cidade do mundo para se viver! Eu quero cumprimentar o prefeito Jorge, a vice Ieda, e dizer que estou emocionada com esta notícia. Parabéns Irati, parabéns Paraná por este espetáculo de projeto!”, ressaltou a Ministra.

Durante o evento, foi lançado um hino que recebeu o nome de "Cidade Amiga do Idoso", que será divulgado durante as ações do programa. A canção teve produção de Rogério Menon e foi gravada na voz da cantora e secretária de Comunicação Social de Irati, Fernanda Pereira. 

Cidade Amiga: Desde 2008, a OMS certifica as cidades que melhoram as estruturas, serviços e acessibilidade. No Brasil, 18 cidades estão inseridas na rede. No Paraná, 12 municípios receberam o título. Desta maneira, Irati será a 13ª cidade que irá compor uma rede global de 44 países focadas em melhorar a qualidade de vida durante o envelhecimento.

Condomínio do Idoso em Irati: Além da Cidade do Idoso, Irati vai receber uma unidade do Condomínio do Idoso. A obra, iniciada em janeiro pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), prevê a construção de 40 casas, com investimento de R$ 3.715.985,96.

Os complexos contam com horta comunitária com estrutura de concreto e floreiras, academia ao ar livre, quiosque, bancos de repouso e um centro de convivência com biblioteca, cozinha com churrasqueira, dois banheiros, sala administrativa, salão de jogos e espaço de atendimento médico. O condomínio é fechado com muros e conta com portão e guarita. A administração fica sob a responsabilidade das prefeituras.
 

Representantes municipais, estaduais e federais participaram da solenidade de lançamento do programa Cidade Amiga do Idoso. Foto: Lenon Diego Gauron