Publicidade Topo

notícias

PM prende homem que estava com tornozeleira eletrônica inoperante

Homem possuía mandado de prisão em aberto pelos crimes de roubo e corrupção de menores

Homem detido foi conduzido para a Delegacia. Foto: Rádio Najuá/Arquivo

A Polícia Militar de Irati prendeu um homem que possuía um mandado de prisão em aberto e estava com uma tornozeleira eletrônica inoperante. Ele foi abordado na tarde de ontem, 23, na rua Zilda Arns, no Jardim das Américas.

Ao passar pelo local, os policiais viram o homem na garagem da residência. Eles tinham conhecimento que o morador possuía mandado de prisão pelos crimes de roubo e corrupção de menores. Ao notar a presença da viatura, o homem entrou dentro da casa. Em um determinado momento, um carro chegou no imóvel. Com isso, o homem entrou no veículo e deixou o local. Ao perceber que estava sendo seguido pela PM, o homem desembarcou do carro e fugiu.

Segundo a PM, ele pulou muros e cercas de algumas casas. O homem só foi abordado depois de entrar em uma residência e tentar sair novamente na via pública. Neste momento, ele investiu contra a equipe. Por isso foi necessário uso de algemas para contê-lo. A PM confirmou que o homem possuía um mandado de prisão e estava usando tornozeleira eletrônica. Porém, o equipamento estava inoperante e sem carga.


Uma outra pessoa chegou no local e tentou intervir para soltar o homem detido. Ele empurrou e atingiu chutes nos policiais. Esse homem também foi contido. A PM conduziu os dois homens para a Delegacia.

Em Guamiranga, os policiais militares apreenderam um revólver calibre 38 após um homem realizar disparos de arma de fogo em uma residência. Inicialmente, a equipe recebeu várias denúncias de que o condutor de um veículo Fiat Palio estava transitando em alta velocidade e embriagado na localidade de Queimadas. Ainda conforme denúncia, o mesmo homem havia mostrado um revólver para os frequentadores de um bar da comunidade. Ele teria guardado a arma em um veículo Fiat Palio, que estava estacionado em frente ao estabelecimento.

A PM foi até o local, mas não encontrou a pessoa informada na denúncia. Porém, logo depois, os policiais ainda realizavam patrulhamento na localidade quando ouviram um estampido próximo da viatura. Em seguida, mais três tiros foram efetuados em uma residência nas proximidades. Os policiais foram até o local e observaram que o carro informado nas denúncias estava dentro da propriedade. Dois homens estavam no local, sendo que um deles jogou um revólver calibre 38 no chão. A arma estava com uma munição intacta.

Ao ser questionado sobre a documentação, o homem disse que não era o dono da arma. Em função do fato, os dois homens abordados na propriedade foram levados para a 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa por porte ilegal de arma de fogo.