Publicidade Topo

notícias

Governador entrega escrituras a moradores em Irati e Inácio Martins

Em Irati, governador também autorizou o início da pavimentação do Condomínio Industrial; Em Inácio Martins, Ratinho Junior anunciou a liberação de recursos para pavimentação de ruas/Karin Franco, com reportagem de Paulo Sava

221 famílias foram beneficiadas com títulos de regularização fundiária. Foto: Ari Dias/AEN

Cerca de 221 famílias foram beneficiadas com títulos definitivos de suas propriedades nesta sexta-feira (24) em Irati. A cerimônia de entrega de escrituras às famílias contou com a participação do governador Ratinho Junior, que também visitou o município de Inácio Martins nesta sexta-feira.

Janete Aparecida de Oliveira, de 54 anos, faz parte de uma dessas 221 famílias beneficiadas. Moradora do bairro do Alto da Lagoa, em Irati, Janete conta que foi bom ter a situação da casa regularizada depois de 20 anos morando no mesmo local. “Saindo a escritura, vai ficar bom”, disse. A entrega da escritura foi possível por meio do programa Casa Fácil Paraná, da Cohapar, na modalidade Morar Legal, que possibilita que famílias paranaenses possam realizar processos de regularização fundiária sem custo.

Nesta primeira fase em Irati, foram investidos R$ 110.500 no processo de regulação fundiária. Mas ainda há a previsão de que 442 imóveis sejam regularizados no município. Ao todo, serão 663 imóveis com escritura, com um investimento de R$ 331.500. “Temos hoje assinados e entregues à população aproximadamente 240 famílias recebendo a sua documentação da regularização fundiária. Além disso, são mais 400 que estão sendo feitas nos próximos meses que também terá essa regularização, além de outros investimentos”, conta o governador.

Moradores dos bairros Pedreira, Vila Nova, Jardim Planalto, Pro Morar II, Vila Matilde e Riozinho também deverão passar pelo processo de regulação fundiária.

Na cerimônia, o diretor-presidente da Cohapar, Jorge Lange, destacou que o projeto ajudará a dar segurança às famílias em relação à propriedade das suas casas. “A partir de hoje essa ação de cidadania dá a vocês o direito de ter a propriedade de sua residência, formar a sua família, deixar para seus filhos e serem muito felizes”, conta.

Prefeito de Irati, Jorge Derbli, recebeu autorização para o município pavimentar condomínio industrial da Vila São João. Foto: Ari Dias/AEN

O prefeito de Irati, Jorge Derbli, ressaltou que o programa é custeado pelo Governo do Estado e que é uma oportunidade para que as famílias possam colocar em dia a documentação de suas propriedades. “É um programa realmente social que vem a atender as pessoas que não tem como fazer a escritura porque, se as pessoas tivessem dinheiro, iria lá e fazia a escritura do terreno, fazer a documentação e deixava em ordem. É um programa de assistência social a custo zero”, ressalta o prefeito.

O secretário municipal de Planejamento, João Almeida Junior, comentou que o processo para regularizar esse tipo de propriedade é demorado, mas que é positivo para a sociedade. “Esse é um trabalho que tem que ir casa por casa, medir terreno por terreno, ver os documentos que a pessoa tem de aquisição de posse, ir para o cartório, o cartório revisar casa por casa, item por item. Então, é um trabalho moroso, trabalhoso, mas a satisfação de hoje de ver mais de 200 famílias, não tem preço que pague”, afirma.

A regularização do imóvel facilita a garantia de propriedade do local ao morador, além de facilitar processos de herança. Outro benefício da regularização é que o município passa a ter mais arrecadação de receita, por meio do IPTU, que podem ser revertidos em serviços para os munícipes.


A deputada federal Leandre Dal Ponte também acompanhou a entrega das escrituras em Irati. Em sua fala, ela destacou a importância deste momento para os moradores. “Nós não estamos falando de terras, de bens, estamos falando da casa que a pessoa vive. Não existe na vida de uma pessoa, algo mais importante do que o lugar que ela mora. E agora de papel passado”, disse.

Condomínio industrial: Durante o evento, o governador também autorizou o início das obras de pavimentação no Condomínio Industrial da Vila São João. Serão R$ 2,6 milhões em investimentos nesta primeira etapa da pavimentação.

Segundo o governador, a expectativa é que as obras de infraestrutura ajudem a atrair mais indústrias para a região. “Essa parte de infraestrutura do Parque Industrial estando bem feita e organizada, isso é um chamariz para que novas empresas venham para Irati e região”, conta.

O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, também esteve presente no evento e ressaltou o objetivo de ajudar a região no quesito de industrialização. Para o secretário, o investimento em infraestrutura, junto com investimento de duplicação das BRs 277 e 373, além da pavimentação do trecho entre Irati e São Mateus do Sul ajudarão a região. “Onde tem rodovia duplicada, onde você tem logística e infraestrutura, você tem indústria. O governador vai transformar a região Centro-Sul em uma região industrial gerando emprego e renda”, disse.

Derbli destaca que o investimento ajudará os empresários da região e ao mesmo tempo, ajudará a atrair mais empresas. “Nós queremos agora, no novo processo que estamos fazendo, a instalação de novas empresas no Condomínio Industrial da Vila São João porque a mão de obra está no local, está próxima”, explica.

Recursos de Inácio Martins: O governador também passou por Inácio Martins nesta sexta-feira onde participou da entrega de 202 escrituras para moradores da Vila São Roque. Na oportunidade, o governador também anunciou diversos investimentos para o município.

Entre os investimentos anunciados estão a pavimentação de 8.658,23 metros quadrados das ruas Visconde de Guarapuava e Marechal Floriano Peixoto. O investimento será de mais de R$ 2 milhões. No evento, a Sanepar também confirmou o investimento de R$ 1,3 milhão que será usado para implantação de rede de esgotamento sanitário e elevatória na Vila São Roque.

Outro investimento anunciado foi a construção do parque urbano da cidade. Serão investidos R$ 600 mil na construção do chamado de Eco Parque Terra dos Pinheirais. Os recursos são da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

A área de educação também será contemplada com a construção, reformas e ampliações dos colégios estaduais Parigot de Souza e Indígena Arandu Miri. O investimento será de R$ 382 mil.

Outras obras:
Em sua passagem por Irati nesta sexta-feira (24), o governador Ratinho Júnior comentou sobre outras obras na região. Uma delas foi o Cine Cultural Denise Stoklos, que está com a construção paralisada em Irati.

De acordo com o governador, a finalização da obra não é prioridade para o governo estadual. “Ali é uma obra que a solução é muito difícil porque é muito cara. Foi uma obra que foi mal planejada, inclusive feito o projeto e isso dificulta. Eu não posso colocar dinheiro bom em uma obra ruim. Até porque temos outras prioridades. E tem uma série de problemas com o Tribunal de Contas. Uma série de problemas estruturantes naquela obra. Estamos dando prioridade para aquilo que tem projeto bem feito e automaticamente possa ser executado”, afirmou.

Outra obra comentada pelo governador foi a pavimentação entre Irati e São Mateus do Sul. A primeira parte da pavimentação já foi entregue e a expectativa é que a obra seja finalizada até o próximo ano. “Esperamos que no primeiro quadrimestre do ano que vem, nos primeiros quatro meses, possamos fazer a inauguração dela, de forma integral, ligando essas duas cidades polos. Vamos criar um corredor de desenvolvimento entre Irati e São Mateus, que são cidades importantes e que não tinham acesso de forma direta como terá a partir de agora”, disse.

Durante sua visita, o governador ainda vistoriou as obras do Centro de Eventos, dentro do Centro de Tradições (CT) Willy Lars. O local está recebendo um investimento de R$ 4 milhões do Governo do Estado, a fundo perdido por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas.

Na visita, Derbli comentou sobre o projeto de fazer uma Cidade do Idoso, com atividades que podem ser feitas durante o dia pelos idosos. O projeto contará com uma unidade de saúde, piscina para hidroginástica, sala de jogos e a utilização do Centro de Eventos para a promoção de bailes e integração. “É um espaço que usamos pouco tempo, mais nas festas de 15 de Julho, de rodeios, de outros eventos. De vez em quando, isso aqui será um uso permanente e não irá atrapalhar de forma alguma o aniversário da cidade, onde acontece o rodeio. O aniversário de todo ano vai acontecer da mesma forma”, disse.

Ao todo, será um investimento de R$ 6,5 milhões, com R$ 2,6 milhões de empréstimos, R$ 500 mil de recursos da prefeitura de Irati e outros R$ 3 milhões de recursos do Governo Estadual, a fundo perdido. Os projetos já foram aprovados e a expectativa é que na próxima semana o convênio seja assinado e a permissão para fazer a licitação da obra seja concedida.

Na oportunidade, o prefeito ainda disse que até o fim do ano a situação do aterro sanitário poderá ser regularizada. “Nós estamos com uma licitação do transbordo que deve acontecer no mês de outubro. Saindo essa licitação, imediatamente, eu darei a ordem de serviço para iniciar o transbordo. Então, acredito que até o final de outubro teremos essa empresa vencedora que fará esse trabalho. Daí entra em um processo de desativação [do aterro] e, ao mesmo tempo, de recomposição vegetal e ambiental do aterro, que nós precisamos deixar ele dentro das normas. Existe um pacto assinado com o Ministério Público, que já fiz. Acredito que neste ano já liquidamos essa história”, conta.

O prefeito aproveitou também para revelar sobre os planejamentos para o Natal deste ano em Irati. “Nós teremos esse ano, o Natal Cultural. Serão seis palcos em torno da Panificadora Irati, no Banco do Brasil, na Casa Choma, na esquina da Afubra, na Rua da Cidadania e no meio da Munhoz da Rocha. Serão seis apresentações consecutivas de cantores, de talentos de Irati durante duas semanas e mais algumas novidades. Teremos a Casa do Papai Noel na Casa da Cultura. Teremos um grande evento a céu aberto durante duas semanas no Natal”, destaca.

Governador verificou como está o andamento da obra do Centro de Eventos no CT Willy Laars. Foto: Ari Dias/AEN

Governador Ratinho Junior esteve em Irati e Inácio Martins na sexta-feira. Foto: Ari/Dias/AEN