Publicidade Topo

notícias

Homem com tornozeleira eletrônica agride esposa e filho dela de 11 anos

Policiais prenderam autor da agressões. Segundo a PM, mulher apresentava marcas no pescoço e manchas roxas nas pernas

Foto: PM/Divulgação

Um homem que é monitorado por tornozeleira eletrônica agrediu a esposa e o filho dela, de 11 anos. A ocorrência foi registrada no sábado, 21, em Imbituva.

A vítima disse que foi jogada no chão e arrastada pelo cabelo. O homem também tentou estrangular a companheira. Segundo a Polícia Militar, a mulher apresentava marcas no pescoço e manchas roxas nas pernas. O agressor ainda afirmou que ia matar a esposa se ela chamasse a PM. O homem foi encaminhado para a Delegacia de Ponta Grossa. Já a criança foi entregue aos cuidados do Conselho Tutelar.

Também em Imbituva, um veículo colidiu no vidro de uma loja na noite de sábado, por volta das 21h30. O proprietário do local relatou que ao verificar as imagens das câmeras de segurança observou que um veículo com características de um Celta, cor prata, bateu no estabelecimento. A condutora do veículo deixou o local e não foi encontrada. O dono da loja foi orientado para procurar a Delegacia de Imbituva com as imagens da batida para abertura de inquérito policial.


Em Ivaí, uma motocicleta Honda CG 125 Titan KS que possuía débitos no licenciamento foi apreendida no sábado, 21. O motociclista foi abordado na rua Rui Barbosa. Ele não portava objetos ilícitos. A moto foi recolhida ao pátio do Destacamento da PM de Ivaí até que sejam regularizados os débitos.

Já em Guamiranga, policiais abordaram o condutor de uma moto Honda CG 160 Fan que não tem habilitação. Dois homens ocupavam a motocicleta no momento da abordagem na rua Antônio Poli. De acordo com os policiais, o condutor seguia em alta velocidade. Em consulta ao sistema foi constatado que ele não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O condutor assinou Termo Circunstanciado por conduzir veículo sem habilitação. Já a moto foi liberada para um condutor habilitado.

Em Irati, um motociclista sem CNH foi abordado na noite de sábado, 21, na rua Munhoz da Rocha. A moto foi apreendida por ter sido suas características originais adulteradas. 

Já na rua André Filipak, uma mulher informou que seu ex-marido havia lhe ameaçando por telefone e estava em frente a sua residência. A moradora afirmou que está separada e que seu ex-marido é usuário de drogas. Conforme a mulher, o homem foi até sua casa pedir dinheiro para comprar entorpecentes. No momento que os policiais estiveram no local, o homem já havia saído e não foi encontrado.

Em Rebouças, alguns objetos foram furtados de uma chácara na localidade de Poço Bonito. Os autores do furto arrombaram uma janela da casa. Talheres, uma chaleira, um quadro decorativo com uma imagem de leão e fios elétricos foram furtados. Também houve danos no forro de PVC da residência. Policiais realizaram patrulhamento, mas não encontraram os objetos e nem os autores do furto.

Em Rio Azul, a PM apreendeu uma moto que havia sido furtada na cidade de Paulo Frontin. Os policiais realizavam patrulhamento na Avenida Manoel Ribas quando avistaram uma moto em alta velocidade. A equipe iniciou acompanhamento tático e deu ordem de parada várias vezes. Entretanto, o condutor não obedeceu e foi acompanhado por várias ruas da cidade. Ele sofreu uma queda quando transitava nas proximidades do posto de saúde da Vila Diva. A moto não tem placa e apresentava alerta de furto ou roubo. O condutor realizou o laudo de lesões corporais e foi entregue na Delegacia de Irati.