Publicidade Topo

notícias

Morador de Prudentópolis agride esposa e filha de 2 meses

Autor das agressões foi preso pela PM. Policiais ainda apreenderam um tablete de maconha na casa do agressor

Imagem da sede da 4ª Companhia da PM de Prudentópolis. Foto: Elio Kohut/Arquivo

Um homem agrediu a esposa e a filha na madrugada de sábado, 14, em Prudentópolis. A esposa do agressor disse que ele chegou na residência embriagado. Ele teve um desentendimento com a mulher em virtude da filha de apenas dois meses. O homem atingiu socos no rosto e atrás da cabeça da esposa. Já a filha foi atingida com dois socos na cabeça. 

Após as agressões, o homem ameaçou a esposa caso ela contasse o que havia ocorrido. Logo depois, ele se trancou no banheiro da casa para fumar um cigarro de maconha. Neste momento, a mulher conseguiu mandar uma mensagem para a cunhada pedindo ajuda. A cunhada acionou a Polícia Militar. Os policiais foram até o local e encontraram a mulher no lado de fora do imóvel com a filha no colo. A vítima afirmou que o marido havia escondido a chave do cadeado do portão. Com isso, ela não conseguia sair do local. 

Os policiais pularam o muro da residência e abordaram o agressor no quarto do casal. O homem agiu de forma agressiva. Por isso, ele foi imobilizado e algemado. A PM encontrou um tablete de maconha de 20 gramas em cima de um objeto que estava próxima da cama. De acordo com a PM, o homem se manteve alterado e agressivo durante o registro do Boletim de Ocorrência. Ele chegou a dar murros na porta e paredes da Delegacia. Mãe e filha foram encaminhadas para o hospital Sagrado Coração de Jesus para que fosse registrado o laudo de lesões corporais. Elas permaneceram internadas em observação aguardando a chegada do médico, que realizaria uma avaliação para identificar a gravidade das lesões.


Ainda em Prudentópolis, um homem acionou a PM após ouvir 12 disparos de arma de fogo em frente à sua residência na localidade de Marcondes, no início da madrugada de sábado, 14.

O homem não soube informar quem foi o autor dos tiros. Ele foi orientado sobre os procedimentos que devem ser tomados.

No bairro BNH foi registrada outra ocorrência de disparo de arma de fogo na noite de sábado, 14. Um homem ameaçou os familiares de sua namorada e efetuou três tiros. Ele foi até a casa dela com um veículo Gol geração 5. Nenhuma pessoa foi atingida. Após o fato, o homem deixou o local e não foi encontrado pela PM.

Em outra ocorrência, dois homens danificaram móveis de uma residência na Vila Santana, na manhã de sábado, 14. A mãe dos autores dos danos acionou a PM. Os policiais foram até a casa, mas não encontraram um dos homens. O outro rapaz, de 20 anos, foi localizado na residência. Ele relatou que é usuário de drogas e que, por esse motivo, fica agressivo. A mulher não possuía ferimentos e não teve interesse de representar contra os filhos.

Na rua Doutor Osório Guimarães, no centro de Prudentópolis, a PM cumpriu um mandado de prisão na noite de sábado, 14. O homem detido possuía mandados pelos crimes de lesão corporal e ameaça. Ele foi conduzido para a Delegacia de Prudentópolis.

Ainda na noite de sábado, 14, um veículo Gol foi apreendido por apresentar irregularidades. O carro foi abordado durante a operação AIFU realizada na esquina das ruas Coronel João Pedro Martins e Domingos Luiz de Oliveira, no centro da cidade. Três pessoas ocupavam o automóvel. O condutor não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O Gol estava com defeito no sistema de sinalização e sem equipamentos obrigatórios. Ele foi recolhido ao pátio da 97ª Ciretran. Já os três homens foram liberados.

Em outra situação, policiais constataram que três adolescentes estavam consumindo bebidas alcoólicas na rua São Josafat, no centro de Prudentópolis, na noite de sábado, 14. A equipe estava orientando um homem que consumia bebidas em frente de uma distribuidora de bebidas. Em seguida, eles viram três jovens correndo e se escondendo nos fundos deste estabelecimento. 

Uma adolescente foi encontrada atrás do balcão. Mais duas jovens estavam nos fundos da distribuidora num local usado como depósito. As três adolescentes estavam tomando bebida destilada com energético. Uma mulher, que se apresentou como prima das jovens, disse que era responsável pelas adolescentes. As envolvidas na ocorrência foram encaminhadas para a Delegacia.

Já na rua Coronel João Pedro Martins, no centro de Prudentópolis, foi registrada uma ocorrência de embriaguez ao volante no início da madrugada de domingo, 15. Os policiais constataram que um homem estava conduzindo um veículo Gol, mas não usava cinto de segurança. O condutor estava realizando ziguezague na via. Ao ser abordado foi constatado que ele apresentava sinais de embriaguez, como odor etílico, andar cambaleante, roupas desalinhadas, olhos avermelhados, dispersão e sonolência. 

Após descer do carro, o motorista confessou que havia ingerido bebida alcoólica. Entretanto, ele se recusou a realizar o teste do bafômetro. Ele foi informado que não precisava realizar o teste, pois confirmou que estava embriagado. Foi registrado um termo de constatação de sinais de embriaguez. O Gol possuía débitos na documentação e foi apreendido. Já o condutor foi levado para a Delegacia.