Publicidade Topo

notícias

Governo estadual inaugura residencial com 25 moradias em Prudentópolis

Durante cerimônia de entrega das casas, governador anunciou que mais 230 residências serão construídas no município em parceria com o governo federal/Agência Estadual de Notícias
Foto Agência Estadual de Notícias
O governador Carlos Massa Ratinho Júnior entregou no dia 10 de agosto as chaves de 25 casas populares para famílias de Prudentópolis. Entregue na semana em que a cidade completou 115 anos, o Residencial Vila Torres recebeu R$ 2,2 milhões de investimento do Governo do Estado por meio do programa Casa Fácil Paraná, o que permitiu que as moradias fossem financiadas com condições facilitadas aos beneficiários.

O residencial possui moradias de 45 metros quadrados, com 23 unidades padrão e duas adaptadas para pessoas com deficiência. Os imóveis têm plantas e foram implementados em lotes que permitem ampliações futuras pelos proprietários.

O governador também autorizou o município a apresentar projetos no valor de R$ 16,5 milhões à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas para pavimentar ruas de diversos bairros da cidade. Deste total, R$ 15 milhões serão financiados pelo município e R$ 1,5 milhão será repassado pelo Estado a fundo perdido.

Ratinho Júnior destacou que além das casas entregues e de outros projetos habitacionais no município, como o programa Viver Mais Paraná, há a previsão de construir mais 230 moradias em conjunto com o governo federal, consolidando o Casa Fácil Paraná como a maior parceria para a área habitacional do País.

“De todos os projetos do governo, o que mais me satisfaz é poder entregar a casa própria para a população. A casa é o ninho das famílias, onde ficam os bens mais preciosos das pessoas, seus filhos e familiares”, disse o governador. “Além das moradias, também anunciamos mais R$ 16,5 milhões em pavimentação, para asfaltar cerca de 140 quadras de vias, ajudando a melhorar a qualidade de vida e a infraestrutura de Prudentópolis”.

O prefeito Osnei Stadler ressaltou a parceria com o Governo do Estado na habitação popular. “A casa própria é o grande anseio da população. Entregamos essas 25, mas temos outras que estão em fase final de requalificação e outras 40 unidades para atender os idosos”, disse. “E já conseguimos o terreno para construir mais 240 moradias, que estamos planejando com o governo para atender a demanda por moradias na cidade”.

PREÇO ACESSÍVEL – As vantagens do programa incluem a isenção integral de cobrança de valor de entrada, juros imobiliários de apenas 4% ao ano e financiamento em até 360 meses. A área onde o residencial foi construído foi doada pela Prefeitura de Prudentópolis como contrapartida para viabilização do empreendimento.

Além dos benefícios estaduais e contrapartidas do município, o projeto contou com a instalação subsidiada das redes de energia elétrica, água e esgoto em convênios da Copel e Sanepar, o que auxiliou na redução das prestações mensais. Com os aportes, as famílias selecionadas pela companhia pagarão prestações a partir de R$ 400 ao mês pela casa própria, um custo mais baixo do que o preço médio do aluguel na cidade.

Entre as famílias beneficiadas está a de Madalena Chudoba e Valdemiro Seztschuk, que vão viver no local com os três filhos e receberam as chaves da casa das mãos do governador Ratinho Junior. “A gente gastava com aluguel e agora fica feliz por pagar pelo que é nosso. Depois de cinco anos de espera, nada como ter uma casa própria”, disse.

O pedreiro José Antônio Braz trabalha em outro projeto da Cohapar em Prudentópolis, mas vivia há 18 anos de aluguel. Contemplado com o imóvel, o plano agora é ampliar e construir novos cômodos. “A estrutura é muito boa, ficou bem caprichada. Meu sonho era construir a nossa casa, mas deu certo com a Cohapar, mas a ampliação eu mesmo vou fazer”, contou.

OUTROS PROJETOS – Prudentópolis ainda receberá em breve um condomínio com 40 moradias exclusivas para idosos. Atualmente, 78% do cronograma de obra já foi concluído, com um investimento de R$ 4 milhões do Casa Fácil Paraná na modalidade Viver Mais.

O projeto é voltado ao atendimento de pessoas com 60 anos ou mais, sozinhas ou em casal, e com renda de um a seis salários mínimos. As inscrições estão disponíveis no site cohapar.pr.gov.br/cadastro.

Outras 89 unidades habitacionais, cujas obras ultrapassam 87%, também serão entregues em breve a famílias carentes da cidade. O projeto conta com R$ 6,8 milhões em recursos obtidos pelo Governo do Estado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que serão utilizados para subsidiar integralmente o valor dos imóveis a pessoas que vivem em condições irregulares ou precárias.

O presidente da Cohapar, Jorge Lange, afirmou que os projetos habitacionais em Prudentópolis atendem praticamente todas as faixas da população. “O governo está presente com o condomínio do idoso, com programas de financiamento de moradia, atendendo família de baixíssima renda, que recebem seu imóvel gratuitamente, e também no subsídio ao valor de entrada”, disse.

As 230 residências anunciadas nesta terça pelo governador fazem parte de dois projetos em parceria com o governo federal. Eles contarão com benefícios e contrapartidas do Governo do Estado por meio do programa Casa Fácil Paraná, incluindo a assessoria técnica da Cohapar, convênios com a Copel e Sanepar e possíveis subsídios às famílias para desconto no valor financiado, incluindo o repasse de R$ 15 mil para pagar o valor de entrada.

Fotos Agência Estadual de Notícias