Publicidade Topo

notícias

30 famílias de São João do Triunfo recebem chaves da casa própria

Financiamento da casa pode ser quitado em 30 anos. Conjunto habitacional foi construído com investimentos de R$ 2,5 milhões governo estadual

Agência Estadual de Notícias
O aluguel e as condições precárias não são mais motivos de preocupação para 30 famílias de São João do Triunfo que receberam nesta quinta-feira (5) as chaves da casa própria. A partir de agora, elas são as proprietárias das moradias do Residencial José Euclides dos Santos Neto, um empreendimento do Governo do Estado que recebeu R$ 2,5 milhões de investimento do programa Casa Fácil Paraná.

As moradias são financiadas pela Cohapar com condições facilitadas de pagamento para famílias com renda mensal de até seis salários mínimos. “Estas famílias vão financiar 100% do valor da casa, sem necessidade de pagamento de entrada, com juros reduzidos de aproximadamente 4% ao ano, cujo financiamento poderá ser quitado em até 30 anos”, explica o diretor de Programas e Projetos da companhia, Luís Werlang.
A participação do governo estadual contou ainda com a instalação dos padrões de energia elétrica subsidiada pela Copel e das redes de água e esgoto pela Sanepar. Outro fator que contribuiu com a redução dos custos aos beneficiários foi a doação da área, feita pela prefeitura de São João do Triunfo como forma de contrapartida para viabilização do empreendimento.

Segundo o prefeito de São João do Triunfo, Abimael do Vale, a entrega demonstra o sucesso do trabalho integrado entre os poderes executivos estadual e municipal. “É sempre importante colaborar com a gestão de modo convergente, e nós estamos fazendo um trabalho fantástico com o Governo do Estado que nos permite diminuir o déficit habitacional do município”, avalia.




FUTURO MELHOR – Aos 40 anos, o servente de pedreiro Valdir Miranda realizou o sonho de ter uma casa própria. Nos últimos 36, ele precisou morar em uma casa irregular localizada numa área de risco na cidade. “Fica em um terreno condenado e o perigo é de um dia cair tudo”, relata Valdir.
Com as chaves do novo lar em mãos, ele comemora a conquista que permitirá que continue trabalhando para prover uma vida melhor para a família. “Eu estou feliz, agora é trabalhar para pagar certinho as prestações e ir ampliando aos poucos. Fazer um muro e uma cobertura para as crianças brincarem e ir ampliando para dar uma vida melhor para as minhas filhas”, planeja Valdir.
                                                
                    Quer receber notícias?

Outra beneficiada foi a técnica de enfermagem Ivonete dos Santos, de 45 anos. Depois de se divorciar, ela passou 11 anos morando de favor na casa de amigos e familiares. Por isso, valoriza a reconquista da liberdade a partir da compra da casa própria.

“Vai mudar tudo na minha vida. Agora eu vou conseguir viver, porque até agora eu vivia a vida dos outros”, comenta. “É emoção demais, eu nem consegui dormir à noite. Hoje é só alegria, só sorriso, e se eu chorar vai ser de alegria”.

Fotos: Agência Estadual de Notícias