Publicidade Topo

notícias

Veículo pega fogo após atingir poste na BR-376

Motorista sofreu ferimentos graves. Segundo PRF, curto-circuito na fiação elétrica pode ter provocado incêndio

Veículo Sonic pegou fogo após colidir em poste. Foto: PRF/Divulgação

Um veículo GM Sonic pegou fogo após colidir em um poste na BR-376, em Ponta Grossa, na manhã de sábado, 3. O motorista perdeu o controle da direção e saiu da pista no quilômetro 497. O condutor, de 29 anos, sofreu lesões graves e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Ele foi levado para o Pronto-Socorro Municipal. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o incêndio pode ter ocorrido em função de um curto-circuito na fiação elétrica.

Na BR-373, em Ipiranga, um motorista que estava embriagado e não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foi detido na noite de domingo, 4. Ele conduzia um Celta que se envolveu em um acidente com um Vectra, de Curitiba, no quilômetro 208 da rodovia.

O condutor do Celta, de 61 anos, que mora no interior de Ipiranga, apresentava sinais de embriaguez. Ele realizou o teste do bafômetro com resultado de 0,84 mg/l de álcool no organismo. Também foi constatado que ele não tem CNH. Ele foi preso e encaminhado para a 13ª Subdivisão Policial em Ponta Grossa. O motorista do Vectra, de 21 anos, testou negativo para embriaguez.


Em Imbaú, um homem ficou ferido após uma caminhonete Renault Oroch, de Telêmaco Borba, colidir na traseira de um caminhão bitrem carregado de toras da cidade de Otacílio Costa/SC.

De acordo com a PRF, o caminhão estava entrando na rodovia por uma via secundária rural, quando foi atingido em seu para-choque traseiro pela caminhonete. Os dois veículos seguiam sentido Ponta Grossa.

A batida ocorreu no quilômetro 393 + 200 metros da BR-376, por volta das 18h45 de domingo, 4. O condutor da caminhonete, de 20 anos, sofreu ferimentos graves e foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Telêmaco Borba pela equipe de resgate da concessionária Rodonorte. O motorista do caminhão, de 50 anos, não se feriu. Os dois condutores realizaram o teste do bafômetro com resultado negativo para embriaguez. Conforme a PRF, a faixa da direita da BR-376, sentido Sul, foi interditada por alguns momentos. Mesmo assim, não houve filas.

Em Imbituva, uma residência foi invadida. Um celular, aproximadamente R$ 300 em moedas, uma mochila e algumas peças de roupas foram furtadas. O dono do imóvel disse que permaneceu ausente entre 11 e 17 h de sábado, 3. O proprietário da casa acredita que o autor do furto invadiu o local por uma janela do banheiro. A Polícia Militar foi acionada e realizou patrulhamentos. Porém, nenhum suspeito foi localizado.

Ainda em Imbituva, o responsável por um bar foi notificado pela equipe da Vigilância Sanitária por descumprimento das medidas de combate ao coronavírus. Já na rua Pedro Terceiro Cavassim foi constatada uma aglomeração de pessoas em uma residência. O dono da casa foi identificado e orientado. Nas duas situações, a PM deu apoio aos funcionários da Vigilância.

Em outra ocorrência, policiais foram solicitados para atender uma situação de perturbação de sossego em uma oficina mecânica. A equipe constatou que havia som alto e aproximadamente dez pessoas no local. O proprietário foi identificado e orientado.

Em Ivaí, uma mulher relatou que tem um relacionamento conturbado com o marido há cerca de dez anos. Neste período, o homem costuma ameaçar matar a vítima. Em algumas oportunidades, ele teria dito que ia arrancar o olho da esposa e queimar a casa, enquanto os moradores estivessem dormindo. A moradora disse que seu marido, a irmã dele e o cunhado passaram a ameaçá-la para assinar um documento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) como avalista, pois eles não conseguem concluir o registro. A mulher relatou que já foi agredida pelo marido e a cunhada algumas vezes. Porém, ela nunca registrou as situações. Ela também contou aos policiais que não consegue dormir, ir ao banheiro à noite e se alimentar direito, pois teme que o marido tome alguma atitude.

A vítima afirmou que o marido costuma andar nos cômodos da casa durante a noite, além de gritar e lhe ofender. Por esse motivo, a mulher disse que está tomando medicamentos antidepressivos. Um filho do casal toma medicamento para dormir, já que sofre de stress e pânico. Uma filha, de 24 anos, que também não consegue dormir deve realizar consulta para iniciar tratamento. Como as agressões ocorreram em outras oportunidades e a moradora não quis representar à ocorrência, os policiais realizaram apenas orientações para a vítima.
 
Motorista foi preso por embriaguez ao volante após acidente na BR-373, em Ipiranga. Foto: PRF/Divulgação

Caminhonete atingiu caminhão carregado de toras na BR-376, em Imbaú. Foto: PRF/Divulgação

Incêndio pode ter ocorrido em função de curto-circuito. Foto: PRF/Divulgação

Caminhão estava carregado de toras. Foto: PRF/Divulgação

Motorista do Renault Oroch sofreu ferimentos graves. Foto: PRF/Divulgação