Publicidade Topo

notícias

PM apreende duas espingardas após homem ameaçar matar esposa

Uma das armas pertence ao pai do autor das ameaças e estava com o registro vencido

Espingardas e duas munições foram apreendidas pela PM de Prudentópolis. Foto: PM/Divulgação

Duas armas de fogo foram apreendidas após um homem ameaçar matar sua mulher em Prudentópolis. A ocorrência foi registrada na manhã de segunda-feira, 19.

A Polícia Militar foi acionada para prestar apoio ao Conselho Tutelar, pois a mulher pretendia pegar sua filha e retirar pertences pessoais da casa. A moradora relatou aos policiais que o marido havia ameaçado ela e sua prima no dia anterior. Conforme a vítima, o esposo tinha duas armas no imóvel. O pai do autor das ameaças informou que ele não estava na residência. O homem teria ido com o filho na sede do Conselho Tutelar. A mulher entregou uma espingarda calibre 12 aos policiais. Já o pai do suspeito repassou outra espingarda calibre 40 com dois cartuchos intactos. Ele disse que era o dono da arma, mas apresentou o registro que havia vencido em 2013. A mulher conseguiu retirar seus objetos da casa.

O autor das ameaças conversou por telefone com os conselheiros tutelares. Ele se comprometeu de apresentar a criança no Conselho. A mulher ameaçada e seu sogro foram conduzidos para a Delegacia. As armas apreendidas também foram levadas para a Delegacia.

Na noite de sábado, 17, uma mulher ameaçou agredir sua filha com um cabo de vassoura em Prudentópolis. A autora da ameaça discutiu com a filha após ingerir bebidas alcoólicas. A vítima não teve interesse de representar contra a mãe. Ela disse que pretende alugar uma casa para sua família e deixar o local.


Também no sábado, 17, a PM de Prudentópolis foi acionada para verificar uma denúncia de perturbação de sossego. Um homem havia relatado que seu vizinho estava com o som alto. No entanto, a situação não foi constatada. Mesmo assim, o morador foi orientado pelos policiais.

Já na madrugada de domingo, 18, um jovem foi esfaqueado na rua Francisco Garcia, em Prudentópolis. O motivo teria sido uma dívida de drogas, segundo a esposa do homem agredido. De acordo com a PM, a vítima apresentava sintomas de embriaguez e estava com um corte no braço direito. O homem, de 26 anos, sofreu ferimentos leves. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o hospital Sagrado Coração de Jesus. A PM realizou buscas e patrulhamentos, mas não localizou o autor da facada.

Na noite de segunda-feira, 19, um homem resistiu à prisão e precisou ser contido pela PM de Prudentópolis. A situação ocorreu na rua Osório Guimarães, no centro da cidade.

Um rapaz, de 19 anos, afirmou que estava em sua residência realizando consertos, quando o pai chegou embriagado e passou a xingá-lo. Logo depois, o homem agrediu o filho com socos no rosto. O jovem disse que conseguiu derrubar seu pai e correu para pedir ajuda de populares. A esposa do agressor informou que é comum seu esposo chegar na casa embriagado e causar transtornos para a família.

A moradora revelou que os familiares já haviam registrado Boletins de Ocorrência para denunciar a situação. Porém, em nenhuma das ocasiões havia ocorrido agressões físicas. A PM foi até a residência e abordou o agressor, que estava embriagado. Ele se recusou a acompanhar a equipe até a Delegacia. Por isso, foi necessária utilização de técnicas de imobilização e spray de pimenta para contê-lo. Em seguida, ele foi colocado no camburão da viatura e levado para a Delegacia. Durante os procedimentos, o homem xingou os policiais com palavras de baixo calão. As vítimas demonstraram interesse de representar contra o homem. Além disso, os moradores solicitam que seja concedida uma medida protetiva ou determinado afastamento do lar.