Publicidade Topo

notícias

Morador de Rebouças afirma que vizinho agrediu seu cachorro com rastelo

Suposto agressor deu outra versão e disse que apenas espantou o animal, pois ele estava revirando o lixo e tentou morder seu filho

Destacamento da PM de Rebouças. Foto: Rádio Najuá/Arquivo

Um morador de Rebouças relatou que seu cachorro foi atingido com um rastelo. O autor da agressão teria sido seu vizinho. A ocorrência foi registrada no sábado, 10.

O dono relatou que o animal escapou e foi até a casa do vizinho. Porém, o suposto agressor deu outra versão para a Polícia Militar. Ele disse que apenas espantou o cachorro, pois ele estava revirando o lixo e tentou morder seu filho. Os vizinhos entraram em acordo e optaram apenas em registrar o Boletim de Ocorrência.

Em Rio Azul, um homem sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) estava conduzindo um veículo Gol, que foi abordado na Avenida Manoel Ribas, no sábado, 10. Segundo a PM, o para-brisa do carro estava danificado. Por isso, ele foi recolhido ao Destacamento da PM.


Em outra ocorrência, uma mulher foi agredida em um bar na localidade da Cachoeira dos Paulistas. Após uma discussão, ela foi atingida com um copo na cabeça. A vítima foi até o Destacamento e foi orientada para se deslocar até o hospital São Francisco de Assis. O proprietário do bar disse aos policiais que o agressor já havia deixado o local. Os policiais realizaram buscas, mas não conseguiram encontrá-lo.

Em Teixeira Soares, um homem quebrou os vidros do carro do seu cunhado na Travessa Souza Naves, no sábado, 10. O dono do automóvel disse que o autor do fato é usuário de drogas e usou pedras para danificar o veículo. Ele também danificou a porta da residência e atingiu uma pedra nas costas do cunhado. O homem saiu do local antes da chegada dos policiais. A equipe realizou buscas, mas ele não foi localizado.

Em Imbituva, um estabelecimento comercial foi arrombado no centro da cidade. O proprietário relatou que chegou no local para trabalhar na manhã de sábado, 10, quando constatou que o arrombamento e sentiu falta de alguns objetos. O homem disse que não tem sistema de monitoramento. Ele afirmou que fechou o estabelecimento na noite de sexta-feira, 9, por volta das 22 h. Por isso, ele acredita que o furto ocorreu durante a madrugada.

Também em Imbituva, policiais e integrantes da Vigilância Sanitária constataram que aproximadamente 100 pessoas estavam participando de uma festa em uma chácara na localidade de Cachoeirinha. O responsável foi notificado pela Vigilância Sanitária. Os policiais dispersaram os frequentadores e permaneceram no local até que todos se retirassem.