Publicidade Topo

notícias

Homens ameaçam agredir proprietário de bar com facão

Responsável pelo estabelecimento disse que os autores da ameaça estavam embriagados e xingaram clientes do bar

Foto: Paulo Sava

Dois homens tentaram agredir o proprietário de um bar com um facão. A ocorrência foi registrada na noite de ontem, 6, na localidade de Gonçalves Junior, em Irati.

O responsável pelo estabelecimento disse que dois homens chegaram no local embriagados e começaram a causar tumulto xingando os clientes. Por esse motivo, o homem pediu para eles se retirarem. Porém, eles não acataram o pedido. Os homens foram até um veículo Celta pegaram um facão e ameaçaram matar o proprietário do bar. Logo depois, eles deixaram o estabelecimento. 

A Polícia Militar foi acionada e avistou o veículo onde estavam os autores da ameaça. O carro entrou em uma estrada rural. Os policiais realizaram buscas, mas não conseguiram localizá-lo. O dono do bar foi orientado para entrar em contato novamente com a PM caso os autores da ameaça retornem no local para perturbá-lo.

Em Teixeira Soares, um homem tentou repassar uma nota falsa de R$ 200 em um estabelecimento na rua João Ribeiro de Macedo, na tarde de ontem, 6. O proprietário do local desconfiou da procedência da cédula. Com isso, o homem deixou o local e levou a nota falsa. Policiais realizaram patrulhamentos, mas não conseguiram localizá-lo.


Em Ivaí, a PM foi acionada para verificar a situação de um homem com sinais de embriaguez que estava recebendo atendimento no hospital Municipal. A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) encaminhou o homem até o local. Enquanto aguardava atendimento, ele questionou a demora e causou alguns transtornos, entre eles, se recusando a usar máscara. Conforme informações apuradas pela PM, o homem está trabalhando em uma empresa de Ivaí. Por isso, ele está morando provisoriamente na cidade.

O homem acatou o pedido para colocar a máscara e foi orientado sobre os procedimentos do hospital. Depois disso, ele decidiu que não queria ser mais atendido e saiu do local. Além de estar embriagado, o homem relatou aos policiais que não se alimentava há três dias. Neste período, ele havia ingerido somente bebidas alcoólicas. Por esse motivo, ele foi encaminhado para o hospital. Os funcionários do hospital disseram que não havia necessidade de encaminhar o homem para o local, pois ele estava alterado somente por conta da bebida.