Publicidade Topo

notícias

Campo Real arrecada alimentos e produtos de limpeza e higiene em Irati

Mais de 200 kits foram repassados para a secretaria de Assistência Social de Irati, que fará a destinação para as pessoas em vulnerabilidade/Rodrigo Zub, com reportagem de Jussara Harmuch

Alimentos e produtos de higiene e limpeza serão repassados para famílias afetadas pela pandemia em Irati. Foto: Jussara Harmuch
O Centro Universitário Campo Real finalizou a campanha “Solidariedade em Dobro”. O objetivo da instituição era mobilizar os alunos para arrecadar alimentos e produtos de higiene e limpeza para as famílias carentes afetadas pela pandemia de coronavírus. Os pontos de arrecadação em Irati foram os supermercados e o escritório da universidade no centro da cidade. Conforme a proposta, a Campo Real se comprometeu de doar a mesma quantidade dos produtos dos arrecadados.

Com a arrecadação realizada pelos alunos foi possível montar 105 kits. A mesma quantidade foi doada pela instituição, totalizando 210 kits. Os produtos arrecadados foram repassados para a secretária de Assistência social, Sybil Dietrich no início da noite de quarta-feira, 7, na sede da Campo Real. O prefeito Jorge Derbli e a vice-prefeita Ieda Waydzik também estiveram presentes. Segundo a secretaria de Comunicação Social, foram entregues 39 kits de higiene, 44 de limpeza, 167 de alimentos e sete cestas básicas. As doações serão distribuídas pelos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) às famílias em situação de vulnerabilidade social.

Durante a apresentação dos resultados da campanha, o diretor do Campus Irati da Campo Real, Daniel Gonzales, destacou a preocupação da instituição com a responsabilidade social.


Já o reitor da Campo Real, professor Edson Aires da Silva, disse que a campanha surgiu da necessidade de ajudar a amenizar o sofrimento das famílias necessitadas, que não tem condições de comprar alimentos e produtos de higiene e limpeza. “A gente tem destacado a participação dos nossos alunos, o envolvimento deles porque a gente consegue que isso se expanda que tenha mais gente envolvida. Porque não é só ele, é o amigo, pai, mãe, porque nem todos têm condição tão boa quanto a gente gostaria que tivesse. Sempre falo que essas campanhas até pessoas com mais dificuldades acabam tirando o pouco que eles têm para ajudar que não tem nada. Essa campanha surgiu de uma preocupação nossa das carências, a gente sabe que isso aqui minimiza os impactos do sofrimento por um determinado tempo, mas ainda não é a solução. É o que a gente pode fazer no momento para ajudar”, relata Edson.

Conforme o reitor, todas as instituições coligadas participaram da campanha, que arrecadou um total de 15 toneladas de alimentos. “Arrecadamos e compramos. A gente dobrou isso daí chegou em 15 toneladas com as dobras nossas. Compramos material de limpeza, absorvente que foi feita uma campanha à parte em Guarapuava, questão de itens de casa, comida e principalmente gás. A gente acabou comprando 120 botijões. Em Irati estamos começando o trabalho, mas a instituição tem um trabalho social muito forte e não está concentrado somente neste momento pandêmico. Fazemos campanha do agasalho, para as crianças no fim de ano para o Natal, sempre para algumas famílias que de uma forma ou de outra precisam da atenção nossa. É uma forma de carinho e acalento para eles”, salienta Edson.

O reitor relatou que a Campo Real deve inaugurar em breve os laboratórios da área de saúde e concluir as obras em seu prédio para permitir a instalação de novos cursos, como Enfermagem e Direito.

Já Derbli afirmou que é difícil mensurar os problemas enfrentados pelas famílias carentes. Ele também valorizou a responsabilidade social da instituição ao promover a campanha. “Vocês talvez não têm a dimensão do que é um kit desse para uma família que está precisando, uma família que o pai está desempregado que tem problema de situação financeira. Como na prefeitura criamos o programa ‘Prato Cheio’, isso aqui vai ajudar a dar sustento às famílias que precisam. Uma atitude bonita, uma atitude social da Campo Real que está proporcionando melhorias na questão de ensino e progresso em nossa cidade”, disse o prefeito.

Estrutura da Campo Real em Irati: A Campo Real se instalou em Irati no ano passado e desde então tem investido na estrutura física do prédio localizado no bairro Engenheiro Gutierrez e na estruturação dos cursos. A instituição oferece cursos de Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Engenharia de Software, Engenharia Elétrica, Estética e Cosmética e Farmácia. No momento atual, a universidade está em recesso e o retorno está programado para 2 de agosto, na modalidade presencial, mas com opção de ensino remoto, segundo explicou a pró-reitora, a professora Patrícia Melhem Rosas. A instituição conta com 170 alunos matriculados.

Representantes da prefeitura de Irati e da Campo Real estiveram presentes na cerimônia de entrega dos produtos arrecadados na noite de quarta-feira, 7. Foto: Jussara Harmuch

Reitor da Campo Real, professor Edson Aires da Silva, enalteceu participação dos alunos na campanha "Solidariedade em Dobro". Foto: Jussara Harmuch

Prefeito Jorge Derbli, vice Ieda Waydzik e secretária Sybil Dietrich participaram da solenidade de entrega feita pelo  diretor do Campus Irati da Campo Real, Daniel Gonzales, dos produtos arrecadados na campanha. Foto: Jussara Harmuch