Publicidade Topo

notícias

Vingança teria motivado homicídio em Imbituva

Homem, de 24 anos, foi morto a tiros no sábado, 5. Irmão de um rapaz assassinado em 2019 também foi baleado e teve envolvimento na situação

Foto: PM/Divulgação

Um jovem foi morto em Imbituva na tarde de sábado, 5. O crime ocorreu na rua Osvaldo Chiorato, no Jardim Tangará.

Um veículo Vectra foi encontrado abandonado na via pública. Familiares da vítima disseram que o carro havia sido usado pelos autores dos disparos, que fugiram em uma motocicleta e um Palio. A Polícia Militar recebeu informações que dois homens baleados foram encaminhados para o Pronto Atendimento Municipal. Daniel de Jesus, de 24 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu. O corpo dele foi velado na Capela Municipal de Imbituva. O sepultamento ocorreu na manhã de domingo, 6, no Cemitério Luterano. 

Já um homem, de 33 anos, que ficou ferido, relatou que é irmão de um rapaz assassinado em 27 de abril de 2019. De acordo com informações repassadas para a PM no momento do atendimento da ocorrência, ele teria que ser transferido para a Santa Casa de Irati para realizar uma cirurgia, pois foi alvejado no abdômen. Esse homem havia saído recentemente da prisão e rompido a tornozeleira eletrônica. De acordo com os policiais, o homem baleado e mais alguns comparsas deslocaram até uma residência para se vingar de Daniel, que foi atingido com tiros e faleceu.


Conforme a PM, um outro confronto armado entre os dois grupos ocorreu no Jardim Horizonte. Os envolvidos fugiram para uma mata e não foram localizados. Mais dois carros foram abandonados nas proximidades de uma mata na rua Luis Francisco de Matos, no Jardim Novo Horizonte. Um Fiat Palio havia sido furtado após o homicídio para ser utilizado durante a fuga. O outro veículo encontrado foi um Fiat Palio Weekend. Quatro homens teriam realizado os disparos que causaram a morte de Daniel. Eles correram para o matagal, conforme relato de moradores. 

A PM realizou buscas nas proximidades e nas possíveis rotas de fuga, mas os autores dos tiros não foram localizados. Os carros apreendidos foram recolhidos ao pátio do 3º Pelotão da PM e serão entregues posteriormente na Delegacia de Imbituva.

Ainda em Imbituva, policiais constataram que um adolescente, de 17 anos, estava conduzindo uma motocicleta abordada na rua Getúlio Vargas, na manhã de sábado, 5. A moto apresentava adulteração do sinal identificador. O condutor ao perceber a presença da PM parou bruscamente. Em consulta ao sistema foi constatado que a placa da moto é de uma Honda Bros NXR 150. Já o número do motor constava como uma Honda CG 150, com emplacamento de Morrinhos/RS. A moto foi encaminhada para a sede do 3º Pelotão da PM. O Conselho Tutelar acompanhou a situação em função da presença do menor de idade. Ele foi liberado para o responsável.

Em outra ocorrência em Imbituva, policiais e integrantes da Vigilância constataram uma aglomeração de jovens consumindo bebida alcoólica e usando narguile na noite de sábado, 5. Um adolescente, de 15 anos, se apresentou como responsável pela confraternização. Ele disse que aproveitou um momento que seus pais saíram da casa para promover o encontro. No momento da abordagem, oito jovens estavam no local, sendo somente um maior de idade, de 19 anos. Cinco rapazes abordados têm 16 anos, um possui 15 anos e outro 14. Os pais e responsáveis pelos adolescentes compareceram no local e foram orientados sobre os decretos vigentes com medidas de combate ao coronavírus. A proprietária da casa, que é mãe do organizador da confraternização, foi encaminhada para o 3º Pelotão da PM para assinar o Termo Circunstanciado.

Em Ivaí, aproximadamente 20 pessoas foram encontradas no pátio de uma residência na localidade de Palmital dos Cunha, no sábado, 5. A PM prestou apoio as equipes da Vigilância Sanitária e do Conselho Tutelar, pois havia denúncia da presença de menores de idade no local. Alguns veículos estavam na entrada da residência. Os policiais informaram que algumas pessoas que estavam no local fugiram para os fundos do imóvel. Eles chegaram a pular o muro da casa. 

Dez pessoas foram identificadas, sendo seis maiores de idade e quatro adolescentes. O responsável pela residência afirmou que estava ocorrendo uma festa no local. A Vigilância Sanitária conduziu as pessoas abordadas para o Destacamento da PM para que fosse registrado o Termo Circunstanciado por desobediência ao decreto municipal, que visa diminuir o contágio da Covid-19.

Em outra ocorrência em Ivaí, um homem foi detido na Vila Brasil no sábado, 5. Ele possuía um mandado de prisão em aberto em razão de medida protetiva expedida pela Vara Criminal de Imbituva. O homem foi conduzido para a 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa.